quinta-feira, 26 de março de 2015

TEATRO RIVAL PETROBRAS APRESENTA DIAS 03 e 04 DE ABRIL GOLDEN BOYS, EVINHA & TRIO ESPERANÇA GOLDEN BOYS, EVINHA & TRIO ESPERANÇA No show “Goldherança” Este show é a história de uma família excepcional, que marcou a MPB nos anos 60 e 70.

Nesta família, composta de sete irmãos, todos tornaram-se artistas famosos (Golden Boys, Trio Esperança, Evinha), e após mais de 50 anos de carreira, provocam o mesmo entusiasmo tanto perante a mídia quanto a multidão de fãs.

O show contará a história dos “Corrêa” (daí o título “Goldherança), de uma maneira informal, onde os artistas convidarão o público para participar de uma festa familiar e musical, como sempre acontece nas reuniões da família Corrêa: de que maneira começaram à cantar os Golden Boys? Porque o Trio Esperança seguiu o mesmo caminho dos irmãos mais velhos? Como Evinha saiu do Trio e ganhou o F.I.C no Rio e Marizinha a substituiu?

O show será desenvolvido e ilustrado através dos sucessos de cada artista. Eles marcaram tanto esta época, que a totalidade das músicas que serão interpretadas são sucessos inesquecíveis !! Tudo vai acontecer num senário intimista, reproduzindo um ambiente caloroso de um salão, e sem nenhuma dúvida o público vai se transportar no universo informal da família.

Serviço:
Teatro Rival Petrobras
Dias 03 e 04 de abril, sexta-feira e sábado,  às 19h30
Rua: Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia - Tel.: 2240-4469



Preço:
Setor A / Mezanino:
R$  110 (Inteira)
R$    55 (Estudante / idoso / professor da rede municipal)
Setor B:
R$    90 (Inteira)
R$    70 (Promoção para os 100 primeiros pagantes)
R$     45 (Estudante / idoso / professor da rede municipal)
Classificação: 16 anos
Capacidade: 458 lugares

Agenda Cultural do Rio de Janeiro 

 Divulgação Cultural 

Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app) 

agendaculturalrj@gmail.com

Blog - http://agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com/ 

Facebook - Página 

https://www.facebook.com/pages/Agenda-Cultural-RJ/233883796670052?ref=hl  
Grupo Agenda Cultural RJ 

https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?ref=ts&fref=ts 

INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

Escadaria Boreart será inaugurada no dia 29/03 Inspirada na Escadaria Selarón, o projeto pretende se tornar uma referência de arte urbana.

A partir de encontros na Agência de Redes para Juventude surgiu o Boreart, um coletivo que, através das artes, revitaliza becos e ruas do morro do Borel. E no próximo dia 29/03 (domingo) a escadaria da Rua Nossa Senhora Aparecida, uma das principais da comunidade, será finalmente inaugurada. Inspirado na Escadaria Selarón, na Lapa, o Boreart deseja tornar esta escadaria uma referência de arte urbana no Borel e em toda cidade.

Para celebrar a data, das 10h às 12h, terá apresentação do Studio Movimentos, da Orquestra de Violões da JOCUM e do DJ LC, jovem músico do Borel, especializado em funk e hip-hop. Ainda como parte da programação será lançado o Dicionário Agência, com mais de 90 verbetes sobre a metodologia do projeto que capacita jovens de comunidades do Rio para que eles implementem melhorias em seus territórios. 

A escadaria Boreart foi revitalizada com azulejos captados por meio de doações de todo Brasil e a ideia é fazer uma galeria de arte que ocupe as casas e que cada morador abrigue uma obra de arte em sua residência durante o período de exposição.

SERVIÇO:

Inauguração da escadaria Boreart 
Dia: 29/03 
Das 10h às 12h 
Endereço: Rua Nossa Senhora Aparecida. (Próximo a passarela da rua São Miguel e ao Bar do Seu Geraldo


Agenda Cultural do Rio de Janeiro 

Divulgação Cultural Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app) 

 agendaculturalrj@gmail.com 

Blog - http://agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com/ 

Facebook - Página 

https://www.facebook.com/pages/Agenda-Cultural-RJ/233883796670052?ref=hl  
Grupo Agenda Cultural RJ 

https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?ref=ts&fref=ts 

Overmundo - Perfil
http://www.overmundo.com.br/perfis/gabriele

INSTAGRAM 
AGENDA CULTURAL RJ Instagram

DE HOJE A SÁBADO, FEIRA DE PATCHWORK E EXPOSIÇÃO NO LEBLON EXPOSIÇÃO “CONTEMPORÂNEO” REÚNE NO RIO OBRAS DE PATCHWORK ARTÍSTICO DE ARTISTAS BRASILEIROS, DA FRANÇA, INGLATERRA, ESTADOS UNIDOS E ÁFRICA

     

  Mostra faz parte da 15ª Patchwork Design, que acontece de quinta a sábado desta semana no Clube Monte Líbano, no Leblon, e deve movimentar mais de R$ 2 milhões em vendas

            Técnica artesanal conhecida por seus desenhos delicados, o patchwork – em português, “trabalho com retalhos” – vai muito além da tradicional “colcha da vovó” e tem sido utilizado na criação de quadros e painéis que mais se assemelham a sofisticadas pinturas. É o que o público poderá conferir na exposição Contemporâneo, que acontece de 26 a 28 de março no Clube Monte Líbano, no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro, depois de ficar em cartaz em São Paulo. A mostra faz parte da 15ª Patchwork Design, evento que terá ainda uma feira de produtos, com estandes de ateliês e empresas das áreas têxtil, de decoração e artesanato.


Única exposição internacional de patchwork artístico e arte têxtil da América Latina, a “Contemporâneo” apresentará 30 trabalhos de artistas brasileiros, dos Estados Unidos, França, Inglaterra e Quênia. A exposição é composta por duas mostras, uma com trabalhos inéditos e outra que reúne obras que marcaram os últimos 9 anos da Patchwork Design. 
Os quadros de patchwork contemporâneo são comercializados por valores que variam entre $ 1.500 e $ 7.500 (dólares americanos), no caso de artistas estrangeiros, e entre R$ 3.000 e R$ 5.000 (reais), no caso de artistas brasileiros. À primeira vista, as obras parecem composições composições abstratas de óleo sobre tela, com os detalhes e materiais só identificáveis bem de perto. 


“Atualmente, a arte têxtil usando a técnica do patchwork tem ganhado cada vez mais espaço em galerias de arte e museus que atraem grandes multidões para exposições, como no Metropolitan Art Museum, em Tóquio”, afirma Zeca Medeiros, curador da exposição.
“No Brasil, o patchwork sempre foi visto como a “colcha da vovó”, mas esse conceito mudou. Agora a ideia é privilegiar o patchwork artístico. A exemplo de outros países, a técnica aplicada de forma contemporânea já começa a ganhar status de arte também no Brasil”, acrescenta Zeca.



Sobre a 15ª Patchwork Design - Trata-se de uma feira de produtos e serviços, que contará com 45 estandes de ateliês e empresas das áreas têxtil, de decoração e artesanato de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os expositores oferecem grande variedade de itens, desde a matéria prima ao produto acabado, passando por maquinário, livros, revistas, projetos, tecidos nacionais e importados, bonecas e acessórios. A estimativa é que as vendas ultrapassem os R$ 2 milhões e que a feira receba um público de mais de 9 mil pessoas.
“No início a ideia da feira era apenas reunir, informalmente, artistas que produzissem peças de patchwork, mas ainda não se conheciam nem trocavam experiência”, conta Zeca. “Mas o mercado é tão promissor que, em 15 anos, o número de visitantes da Patchwork Design passou de 200 para mais de 10 mil, movimenta cerca de R$ 4 milhões e tem edições no Rio e em São Paulo, as duas cidades que mais concentram artesãos que dominam essa arte”, analisa o curador. Zeca informa ainda que na feira cada artesão fatura entre R$ 10 mil e R$ 40 mil em vendas.
Mercado de patchwork é promissor – Os artistas que se dedicam ao patchwork têm encontrado cada vez mais oportunidades de crescimento. Além da produção e venda de sua arte, os artesãos faturam ministrando cursos e produzindo peças para decoração de ambientes. O patchwork artístico, com a criação de quadros que lembram, por exemplo, pinturas a óleo, é também uma nova fronteira de mercado. 



Segundo levantamento realizado pela TNS Global Inc. – empresa norte-americana de pesquisas presente em 80 países -, só nos EUA o patchwork impulsiona uma indústria que movimenta US$ 3,6 bilhões, com mais de 21 milhões de adeptos.
No Brasil, esse tipo de artesanato segue o crescimento do setor de artigos têxteis que, segundo o estudo desenvolvido pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI), produziu 967 milhões de peças só em 2013 e faturou R$ 13,6 bilhões.

Números do artesanato no Brasil
Dados do Sebrae nacional informam que o Brasil tem hoje mais de 8,5 milhões de artesãos, gerando vendas crescentes e estimadas de cerca de R$ 50 bilhões por ano. Pesquisas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) indicam uma participação de 7% de bens e serviços culturais no PIB mundial, com crescimento anual previsto em torno de 10% a 20%. No Brasil, o crescimento médio anual dos setores criativos (6,13%) foi superior ao aumento médio do PIB nacional (cerca de 4,3%) nos últimos anos. 

No Rio de Janeiro, estimativas da FIRJAN demonstram que a economia criativa representava 4% do PIB estadual, ocupando, em 2010, cerca 59,11% dos trabalhadores fluminenses. No estado, o número de estabelecimentos que desenvolvem atividades dos setores criativos supera a marca nacional e representa 40, 29% das empresas locais.





Serviço

CONTEMPORÂNEO - Exposição Internacional de Patchwork Contemporâneo e Arte Têxtil
15 ª Patchwork Design
Local: Clube Monte Líbano
Endereço: Avenida Borges de Medeiros, 701 – Leblon
Data: de 26 a 28 de março
Horário: das 13h às 19h.
Ingresso: R$ 20; Meia entrada: R$ 10
Outras informações:

 http://www.bializ.com/patchworkdesign/


Agenda Cultural do Rio de Janeiro 
Cultural Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas.
(21)99676-9323 (whats app) 

agendaculturalrj@gmail.com

Blog -http://agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com/ 
Facebook - Página 
https://www.facebook.com/pages/Agenda-Cultural-RJ/233883796670052?ref=hl  
Grupo Agenda Cultural RJ https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?ref=ts&fref=ts

Overmundo - Perfil http://www.overmundo.com.br/perfis/gabriele INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

MATHEUS VON KRÜGER FECHA A PROGRAMAÇÃO DE MARÇO NO VERÃO MUSICAL NO CASTELINHO,Artista apresenta um mix do repertório dos seus quatro CDs, incluindo "Vagalume", seu último trabalho, entrada gratuita!!!


O cantor e compositor Matheus Von Krüger é a última atração do mês de março no Verão Musical no Castelinho, com show dia 31 de março, terça, às 20h.  Com quatro CDs lançados, desde 2008, o músico, quando não está trabalhando sua carreira solo, pode ser visto no vocal e na percussão dos blocos carnavalescos Bangalafumenga e Fogo e Paixão.  O último mês do evento no Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho conta com shows de Beach Combers (07/04), Vanessa Longoni (14/04), Livia Nestrovski e Fred Ferreira (21/04) e Liber Trio (28/04). O encerramento será com Edu Kirieger, no dia 5 de maio. A entrada é franca.

Matheus von Kruger nasceu na Bahia e cresceu no Maranhão, Pará e Nova Zelândia. Em seu primeiro CD, Outros Tempos, em 2008, o artista chamou a atenção para sua música, que promovia um encontro de ritmos e estados culturais, do serão ao rock, do urbano ao maracatu, como destacaram alguns críticos. Depois vieram "MVK" (2010) e "Durantes"(2012). Nesse ano, ele participou do projeto Quarteto Primo e foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira na categoria melhor grupo.  O repertório do show vai misturar canções de todos os seus trabalhos, incluindo o último, "Vagalume", lançado ano passado.  Entre as músicas destacam-se "Viver o dom', "Sempre tem céu azul" e "Leva e traz", entre outras.

O projeto Verão Musical no Castelinho tem curadoria de Jorge Lz, e a proposta é aproveitar o espaço público para promover, gratuitamente, espetáculos que divulguem artistas que estão se destacando no meio musical. Ao todo, o projeto apresentará 15 shows, em formato pocket, até maio. O  patrocínio é da Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Verão Musical no Castelinho é produzido pela Zucca Produções, que atua, desde 2004 no meio cultural e tem no currículo peças de teatro, espetáculos de dança, exposições e festivais de música brasileira.

Também são responsáveis por lançamentos de música popular e erudita.


Sobre o Castelinho

Projetado em 1916 pelo italiano Gino Copede, o Castelinho teve sua construção finalizada em 1918 pela Construtora José da Silva Cardoso e Silva. A edificação eclética, obviamente de tendência italiana, mistura elementos de estilos e épocas diversificados: barroco, renascentista, neogótico francês e art nouveau.

Realizado para servir de residência ao proprietário da mesma construtora, Joaquim da Silva Cardoso e  sua esposa, o espaço foi ocupado pelo casal até 1932, quando foi vendido para um rico imigrante português. O último proprietário do castelo foi o senador Mendonça Martins até 1964, quando ele faleceu e o imóvel passou a integrar o espólio da família, dando-se início a um tumultuado processo quanto ao seu destino. A decisão final sobre a ocupação aconteceu em 1983, quando Pedro Nava, então presidente do Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Cultural, aprovou o tombamento do famoso prédio da Praia do Flamengo, por meio do Projeto 464/84, Lei Ordinária 606/84.

Em 1989, depois de sucessivas ocupações irregulares e predatórias, iniciou-se a restauração do prédio. Finalmente, em 20 de dezembro de 1992, a Prefeitura entregou o “Castelinho do Flamengo” à população, convertido então no Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho (1936-1974), em homenagem ao grande dramaturgo, mais conhecido como Vianninha, que construiu sua carreira no Rio de Janeiro.

PROJETO VERÃO MUSICAL NO CASTELINHO

Dia 31/03 ,  terça-feira ,  20h

Show de Martheus Von Krüger

Garagem do Castelinho

Praia do Flamengo 158 - Flamengo

Tel:  21.2205-0655

Capacidade: 50 pessoas

Censura livre

Entrada Franca

PRÓXIMOS SHOWS

Dia 07/04 -  Beach Combers

Dia 14/04 -  Vanessa Longoni

Dia 21/04 -  Lívia Nestrovski e Fred Ferreira

Dia 28/04 -  LiberTrio

Dia 05/05 -  Edu Krieger

#agendaculturalrj

Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas - 
agendaculturalrj@gmail.com

INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

quarta-feira, 25 de março de 2015

Comédia em Pé comemora 10 anos encerrando festival com formato inédito no Theatro Net Rio, dia 30 (segunda) Fábio Porchat comandará a noite ao lado de Cláudio Torres Gonzaga, Victor Sarro e Fernando Caruso.



Depois de apresentarem durante duas semanas o “Festival Comédia em Pé – 10 anos” simultaneamente em quatro teatros do Shopping da Gávea, o primeiro grupo de stand up do Brasil encerrará o festival na próxima segunda-feira, dia 30, no palco do Theatro Net Rio, no dia em que comemoram 10 anos. Cláudio Torres Gonzaga, Victor Sarro e Fernando Caruso receberão Fábio Porchat para apresentar a última noite.  

 “O “Festival Comédia em Pé - 10 anos” é um projeto inovador e inédito: nunca houve no Rio de Janeiro, e nem no Brasil, um festival de stand-up nessas proporções e com os mesmos objetivos e metas, que ocorresse em quatro teatros simultaneamente”, diz a produtora Alina Lyra

Festival com preços populares e formato inovador 
O “Festival Comédia em Pé - 10 anos”  funciona da seguinte maneira: cada espetáculo recebe um convidado já consagrado no gênero, que se torna padrinho de dois novos talentos do stand up e os apresenta ao público. Os novatos apresentados farão seus números de stand up e serão submetidos a um júri composto por profissionais reconhecidos no mercado. Esse júri escolherá os dois melhores comediantes, que se apresentarão na final, na próxima segunda-feira (30/3), juntamente com Claudio Torres Gonzaga, Fabio Porchat e Victor Sarro, onde será escolhido o vencedor que receberá um prêmio em dinheiro. 
Além de impulsionar e estimular a criação artística entre jovens atores, o festival é popular e democrático. Os ingressos serão vendidos ao preço simbólico de R$ 20,00 (vinte reais), com meia entrada a R$ 10,00 (dez reais). Isso permitirá que públicos diversos possam ter acesso aos espetáculos. Será garantida, ainda, a distribuição de ingressos gratuitos para ONGs que beneficiam jovens em situação de vulnerabilidade social.

Sobre o grupo Comédia em Pé 
O Comédia em Pé é um espetáculo de humor despojado, que reúne um bando de sujeitos engraçados, e com cara-de-pau suficiente para se apresentar sem o apoio de maquiagem, figurino, luz ou atores coadjuvantes. São humoristas que atuam de pé, diante da plateia, na companhia apenas do microfone e do seu texto. Um material (é assim que os praticantes desse gênero de espetáculo se referem ao texto), escrito pelos próprios comediantes, explorando os aspectos mais inusitados e – claro! – engraçados da vida. Aquelas situações pelas quais todo mundo passa, só que filtradas por um olhar muito bem humorado, que enxerga o que há de mais hilário no cotidiano.
Formado por comediantes fixos e seus convidados, o grupo trouxe para o Brasil o Stand Up Comedy, um formato de pocket show que se consagrou nos Estados Unidos, e que hoje faz rir platéias de teatros, bares, casas noturnas e cafés-concerto espalhados por todo o mundo.

Serviço:
FESTIVAL COMEDIA EM PÉ 10 ANOS
Elenco: Claudio Torres Gonzaga, Fernando Caruso, Victor Sarro, Marcos Veras, Ricardo Pipo, Murilo Gun, Mauricio Meirelles, Bruno Motta, Fabio Rabin, Robson Nunnes, Marco Zenni e outros.
Local:

TEREZA RACHEL

Seg 21h  - Plateia e frisas: R$ 20

Balcão 01: R$ 20 | Balcão 02: R$ 20


Data: 30 de março

Horário: 21h

Apresentação Final: Dia 30/03 as 21h Theatro NET Rio. 
Ingresso: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)
Duração: 80 Min.
Classificação: 14 anos.
INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

Agenda Cultural do Rio de Janeiro 

Divulgação Cultural Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app)

Siga o Blog Agenda Cultural RJ


Facebook -

Curta a Página Agenda Cultural RJ no Facebook

Grupo Agenda Cultural RJ
https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?ref=ts&fref=ts

MARIENE DE CASTRO APRESENTA O SHOW "COLHEITA" NO TEATRO RIVAL PETROBRAS O show faz parte do Festival Rival 80 anos

Após abrir a temporada de espetáculos do Teatro Municipal de Niterói, no início do mês, a cantora Mariene de Castro leva seu show “Colheita” para o centro do Rio de Janeiro, no dia 27 de março no Teatro Rival Petrobras. No repertório, além das músicas do mais recente disco, canções que marcaram a trajetória da artista. Do trabalho atual, Mariene apresenta a música título "Colheita" (Nelson Rufino), um presente do padrinho Zeca Pagodinho, que abriu mão de gravá-la para que a artista pudesse tê-la no CD. Fazem parte, ainda, do repertório, três músicas do compositor baiano Roque Ferreira, que acompanha Mariene desde sua estreia musical: “Oxossi”, “Tirilê” (em parceria com Dunga), e “A Força Que Vem Da Raiz”, que no disco ganhou participação de Maria Bethânia. “Me Beija” (Arlindo Neto/ Marquinhos Nunes/ Renatto Moraes), incluída na trilha da novela Geração Brasil,  Mágoa (Toninho Gerais/Roque Ferreira), O Que É O Amor (Arlindo Cruz/ Fred Camacho/ Maurição), Impossível Acreditar Que Eu Perdi Você (Márcio Greyck/Cobel), Retrato da Vida (Dominguinhos/Djavan) e Balancê (Sara Tavares), completam a lista das canções. Mariene apresenta, também, músicas de seu elogiado CD “Ser de Luz”, com regravações de Clara Nunes: Ê Baiana (Fabricio da Silva/Baianinho/Ênio Santos Ribeiro/Miguel Pancracio), Conto de Areia (Romildo Bastos/Toninho Nascimento) e A Deusa Dos Orixás (Romildo Bastos/Toninho Nascimento), e sucessos de sua carreira.

A banda que acompanha Mariene é formada por Marcos Bezerra (violão), Cicinho de Assis (acordeom), Eduardo Reis (cavaquinho), Israel Ramos (baixolão), Fábio Cunha, Marcelo Pinho, André Souza, Iuri Passos e Reinaldo Boaventura (percussão).

Com direção cênica de Elisio Lopes Junior, o espetáculo vai explorar a teatralidade da cantora, mostrando sua multiplicidade como intérprete. "A força, a doçura, o humor e a sensualidade dão o tom neste show, onde o objetivo é transformar cada música em uma cena", define Elisio. O bailarino Denys Silva, com formação em dança moderna, balé clássico e dança afro, fará algumas intervenções ao longo do show. 

Assinado por Gringo Cardia, um cenário de cores fortes é realçado na iluminação de Guilherme Bonfanti. “O brasileiro gosta de cor e não tem o menor preconceito em misturar todas elas. A alma do brasileiro é colorida e, para mim, a de Mariene também é. Não existem texturas ou nenhuma alegoria, buscamos mostrar a nossa música e cultura através dessa explosão de tons”, explica Cardia.

SERVIÇO:
Show “Colheita”- Mariene de Castro
Dia: 27 de março, sexta-feira
Local: Teatro Rival Petrobras
Endereço: Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia – Tel.: 2240-4469
Horário: 20h
Preços:
Setor A / Mezanino:
R$   100 (Inteira)
R$   50  (Meia entrada para estudantes, idosos, professores da rede municipal)


Setor  B:
R$  90 (Inteira)
R$  70 (Promoção para os 100 primeiros pagantes)
R$  45  (Meia entrada para estudantes, idosos, professores da rede municipal)

Classificação: 16 anos
Capacidade: 458 lugares


Agenda Cultural do Rio de Janeiro 

Divulgação Cultural- Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app) 

agendaculturalrj@gmail.com  

Blog - Agenda Cultural RJ

Curta a nossa Página no Facebook - clique aqui

Entre no Grupo Agenda Cultural RJ (FACEBOOK) - Clique aqui




INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

segunda-feira, 23 de março de 2015

TEATRO RIVAL PETROBRAS APRESENTA Joyce Moreno no lançamento do CD “Rio”, dentro das comemorações de 80 anos do Teatro Rival Petrobras , dia 26 de março de 2015

A cantora e compositora Joyce Moreno apresenta seu novo trabalho, o CD “Rio”, com repertório de Tom Jobim, Paulinho da Viola, Billy Blanco, Caetano Veloso e Gilberto Gil. A apresentação única acontece no dia 26 de março, quinta-feira, às 19h30, no Teatro Rival Petrobras.
A inspiração para o novo álbum - que virou show - surgiu em 2010, quando Joyce Moreno foi convidada pela Prefeitura do Rio de Janeiro para apresentar um show solo na praia de Ipanema. A ideia era fazer uma espécie de luau de voz e violão para as pessoas que estivessem na praia, curtindo o sol e o verão cariocas. “Botei um vestidinho por cima do biquíni, sandálias havaianas nos pés, uma água de coco ao alcance da mão, e lá fui eu”, lembra Joyce.
O show praiano inspirou a cantora e compositora a registrar o CD “Rio”, gravado em duas sessões no estúdio da Biscoito Fino, que chega ao Brasil depois de lançado no exterior pelo selo Far Out. Coincidentemente, o lançamento acontece em plena comemoração pelos 450 anos do Rio de Janeiro, no próximo dia 1º de Março, e também é uma homenagem de Joyce, carioca de Copacabana, ao Rio que rima com música, samba, poesia e alegria.

Joyce reuniu canções cariocas de compositores nascidos no Rio, como Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Paulinho da Viola, Zé Keti, Elton Medeiros e Noel Rosa. Mas também o baiano Caetano Veloso (“Desde que o samba é samba” ), Billy Blanco, nascido em Belém(“Viva Meu Samba”e “O Mar”) e o paulista Adoniran Barbosa (“As Mariposas”, em um medley com Noel Rosa), completando o time.

Serviço: Joyce Moreno
Teatro Rival Petrobras
Dia 26 de março, quinta-feira, às 19h30
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia – Tel: 2240-4469

Preço:
Setor A / Mezanino:
R$ 60 (Inteira)
R$ 30 (Estudante/Idoso/Professor da Rede Municipal)


Setor B:
R$ 50 (Inteira)
R$ 35 (Promoção para os 200 primeiros pagantes)
R$ 25 (Estudante / Idoso / Professor da Rede Municipal)


Classificação: 16 anos
Capacidade: 458 lugare
s.


Agenda Cultural do Rio de Janeiro 

Divulgação Cultural Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app)

Siga o Blog Agenda Cultural RJ


Facebook -

Curta a Página Agenda Cultural RJ no Facebook 

Grupo Agenda Cultural RJ
https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?ref=ts&fref=ts
Meu Perfil Overmundo

INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

“Festival Comédia em Pé – 10 anos” terá segunda noite na segunda-feira(23/03) todos os teatros do Shopping da Gávea



Maurício Meirelles, Marcos Veras, Ricardo Pipo, Bruno Motta e Robson Nunnes estão entre os convidados. Festival encerrará no Theatro Net Rio, dia 30 de março.





Grupo responsável pela criação do gênero do stand up no Brasil, o Comédia em Pé comemora 10 anos do grupo apresentando mais uma inovação para o público carioca. No próximo dia 23 de março (segunda-feira), o elenco, encabeçado por Cláudio Torres Gonzaga, Victor Sarro e Fernando Caruso, receberá estrelas do humor como Maurício Meirelles, Marcos Veras, Ricardo Pipo, Bruno Motta, Robson Nunnes entre tantos outros, para um festival que ocupará os quatro teatros do Shopping da Gávea: Teatros das Artes, Teatro dos Quatro, Teatro Vannucci e Teatro Clara Nunes. O grupo também lançará novos humoristas que serão avaliados por um júri formado por comediantes e o vencedor se apresentará no encerramento do projeto, dia 30 (data em que oficialmente será comemorado os 10 anos do grupo), no Theatro Net Rio, que contará com a participação de Fábio Porchat

“O “Festival Comédia em Pé - 10 anos” é um projeto inovador e inédito: nunca houve no Rio de Janeiro, e nem no Brasil, um festival de stand-up nessas proporções e com os mesmos objetivos e metas, que ocorresse em quatro teatros simultaneamente”, diz a produtora Alina Lyra.

Festival com preços populares e formato inovador
O “Festival Comédia em Pé - 10 anos”  funcionará da seguinte maneira: a cada espetáculo, receberá um convidado já consagrado no gênero que  será padrinho de dois novos talentos do stand up e os apresentará ao público a cada noite. Os novatos apresentados farão seus números de stand up e serão submetidos a um júri composto por profissionais reconhecidos no mercado. Esse júri escolherá os dois melhores comediantes, que se apresentarão na final no Theatro Net Rio, dia 30 de março, juntamente com Claudio Torres Gonzaga, Fabio Porchat e Victor Sarro, onde sera escolhido o vencedor que receberá um prêmio em dinheiro.
Estão abertas inscrições para que os novatos de todo o Brasil enviem seus vídeos. De onde selecionaremos os novatos que se apresentarão.
Além de impulsionar e estimular a criação artística entre jovens atores, o festival é popular e democrático. Os ingressos serão vendidos ao preço simbólico de R$ 20,00 (vinte reais), com meia entrada a R$ 10,00 (dez reais). Isso permitirá com que públicos diversos possam ter acesso aos espetáculos. Será garantida, ainda, a distribuição de ingressos gratuitos para ONGs que beneficiam jovens em situação de vulnerabilidade social.

Sobre o grupo Comédia em Pé
O Comédia em Pé é um espetáculo de humor despojado, que reúne um bando de sujeitos engraçados, e com cara-de-pau suficiente para se apresentar sem o apoio de maquiagem, figurino, luz ou atores coadjuvantes. São humoristas que atuam de pé, diante da plateia, na companhia apenas do microfone e do seu texto. Um material (é assim que os praticantes desse gênero de espetáculo se referem ao texto), escrito pelos próprios comediantes, explorando os aspectos mais inusitados e – claro! – engraçados da vida. Aquelas situações pelas quais todo mundo passa, só que filtradas por um olhar muito bem humorado, que enxerga o que há de mais hilário no cotidiano.
Formado por comediantes fixos e seus convidados, o grupo trouxe para o Brasil o Stand Up Comedy, um formato de pocket show que se consagrou nos Estados Unidos, e que hoje faz rir platéias de teatros, bares, casas noturnas e cafés-concerto espalhados por todo o mundo.

Serviço:
FESTIVAL COMEDIA EM PÉ 10 ANOS
Elenco: Claudio Torres Gonzaga, Fernando Caruso, Victor Sarro, Marcos Veras, Ricardo Pipo, Murilo Gun, Mauricio Meirelles, Bruno Motta, Fabio Rabin, Robson Nunnes, Marco Zenni e outros.
Local: Teatro das Artes, Teatro dos Quatro, Teatro Vannucci e Teatro Clara Nunes.
Datas: 23 de março
Horário: 21h
Apresentação Final: Dia 30/03 as 21h Theatro NET Rio.
Ingresso: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)
Duração: 80 Min.

Classificação: 14 anos.



Agenda Cultural do Rio de Janeiro 
Divulgação Cultural Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app) 

Siga o Blog Agenda Cultural RJ


Facebook - 

Curta a Página Agenda Cultural RJ no Facebook  

Grupo Agenda Cultural RJ
https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?ref=ts&fref=ts

Meu Perfil Overmundo

"Construção" estará em cartaz no dia 31 de março às 20 horas no Teatro Ipanema - Rua Prudente de Morais, 824 - Ipanema.



O ESPETÁCULO
"CONSTRUÇÃO" QUE É BASEADO NO ROTEIRO DE ADILSON DIAS E TEM A SUPERVISÃO PERMANENTE DE AMIR HADDAD, SE PASSA EM UM LOCAL E TEMPO NÃO DEFINIDOS, NARRANDO O COTIDIANO DE PESSOAS DA CLASSE BAIXA, ONDE A LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA GERA CONFLITOS NO LAR. ALGUMAS DESSAS PESSOAS CONSEGUEM UM EMPREGO EM UMA CONSTRUTORA RECÉM-CHEGADA NO LOCAL. 
SURGE, ENTÃO, A ESPERANÇA DE DIAS MELHORES. CHICO, PERSONAGEM CENTRAL, É UM CARPINTEIRO QUE DESCOBRE UMA FRAUDE E NA TENTATIVA DE AVISAR AOS COLEGAS DE TRABALHO, É TIDO COMO LOUCO E ALCOÓLATRA. É TORTURADO E MORTO. O ESPETÁCULO, QUE LEVA O NOME DE UMA DAS CANÇÕES DE CHICO BUARQUE, HOMENAGEIA O CANTOR ATRAVÉS DA TRILHA SONORA QUE CONTA COM MÚSICAS COMO: "DEUS LHE PAGUE", "COTIDIANO", "VAI PASSAR" ENTRE OUTROS SUCESSOS.



Ingresso: R$30,00 -(R$15 meia).
Vendas no Local.
Inf: 3768-9250

Agenda Cultural do Rio de Janeiro 

Divulgação Cultural- Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app) 

agendaculturalrj@gmail.com  

Blog - Agenda Cultural RJ

Curta a nossa Página no Facebook - clique aqui

Entre no Grupo Agenda Cultural RJ (FACEBOOK) - Clique aqui


INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram



“MORDE!”, Monólogo cômico de Simone Kalil inaugura o projeto matinês cômicas no teatro Cândido Mendes. Alexandre Régis dirige a comédia adaptada do livro MORDE! que retrata situações cômicas dentro e fora do teatro.

Foto: Mariana Barcelos

O Teatro Cândido Mendes, em Ipanema, inaugura a partir de 21 de março o projeto matinês cômicas. Aos sábados e domingos, 17h, o público poderá conferir as histórias vividas pela atriz Simone Kalil dentro e fora do teatro até o dia 31 de maio de 2015.

A atriz lançou recentemente o livro MORDE! no qual relata as experiências cômicas que viveu nas viagens que fez em vários países e nos palcos dos teatros por onde atuou ao longo de 15 anos.

São divertidas histórias verídicas, gafes de viagem, micos que aconteceram em cenas e fora delas, situações inusitadas que ocorreram com a atriz ou com amigos dela.

A montagem tem a direção de Alexandre Régis (mesmo diretor do sucesso Nós na Fita), Caká Oliveira assina figurino e o cenário que permite à plateia sentir-se diante do camarim, como se se o público fosse convidado a entrar nos bastidores da cena. Inspirado na obra do pernambucano Romero Brito, a multiplicidade das cores e formas resumem a personalidade da atriz e a diversidade das histórias contadas por Simone Kalil.

“Estou me divertindo muito com isso tudo. Cada passagem que escrevo me faz reviver os micos. Dou risada sozinha relembrando situações inusitadas como a vez em que vesti todas as roupas da mala para não pagar excesso de bagagem e o dia em que perguntei a uma conhecida se era menino ou menina e ela me respondeu seriíssima: É tireoide! Eu não tinha onde enfiar a cara. Saí de fininho e ri muito depois.” Diverte-se a atriz.

MORDE! conta com o patrocínio da multinacional norueguesa DOF BRASIL. “Ao patrocinar a peça Morde!, firmamos, também, um acordo com o Brasil e com os brasileiros. Fomentar a cultura brasileira é um dos pilares que norteiam a política de responsabilidade da DOF no país,” afirma Júlia Paletta, gerente de marketing.

Breve currículo
Simone Kalil é atriz formada pela CAL (Casa das Artes de Laranjeiras) e em Direção Teatral pela UNIRIO (Universidade Federal do estado do Rio de Janeiro). Mestra em Sociologia no IUPERJ (Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro), é professora de Teoria do Teatro (História das Artes Cênicas, Literatura dramática e História do Teatro Brasileiro) na Martins Penna, primeira escola técnica de teatro ainda em atividade na América Latina.

Há mais de dez anos, Simone Kalil se dedica à realização de eventos artísticos em ambientes corporativos. Ela produz esquetes teatrais em SIPATS, atrações musicais para festas, palestras e treinamentos. A palestra "Como Ter Alegria no Trabalho" tem sido um sucesso por onde passa.

Com humor e versatilidade para se endereçar aos mais diversos públicos, Simone Kalil ensina pequenos truques diários para uma vida mais feliz e emocionalmente saudável, além de dar dicas sobre como driblar a timidez.

Para mais informações, basta acessar o site da atriz: www.simonekalil.com.br.




FICHA TÉCNICA:
Texto e atuação: Simone Kalil
Direção: Alexandre Régis
Direção de Movimento: Jefferson Almeida
Iluminação: Fábio Erre
Cenário e figurinos: Caká Oliveira
Arte gráfica: Davi Palmeira
Fotos: Mariana Barcelos
Direção de produção: Tamires Nascimento
Preparação vocal: Jane Celeste
Assessoria de comunicação: Minas de Ideias

SERVIÇO:
MORDE!
Local: Teatro Cândido Mendes
Endereço: Rua Joana Angélica, 63 – Ipanema
Reestreia: 21 de março de 2015
Temporada: De 21 de março a 31 de maio de 2015
Funcionamento da Bilheteria: De Segunda a segunda – Das 13h até às 20h
Telefone: 021 - 2523-3663
Valor: R$ 50,00 (Inteira)
Horário: Sábados e Domingos, às 17h
Duração: 60 min.
Classificação: 10 anos
Gênero: Comédia
Capacidade: 110 lugares (1 lugar para cadeirante).
Venda internet: www.compreingressos.com

Agenda Cultural do Rio de Janeiro 

Divulgação Cultural- Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app) 

agendaculturalrj@gmail.com 

Blog - Agenda Cultural RJ

Curta a nossa Página no Facebook - clique aqui

Entre no Grupo Agenda Cultural RJ (FACEBOOK) - Clique aqui

 INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

domingo, 22 de março de 2015

TEATRO RIVAL PETROBRAS APRESENTA SIMONE MAZZER No show de lançamento do CD “Férias em vídeotape”




A cantora e atriz londrinense Simone Mazzer surpreendeu o público – com sua voz potente – ao interpretar “Babalu” na gravação do programa “Som Brasil”, da TV Globo, que homenageou Angela Maria. Radicada no Rio de Janeiro há 15 anos, Simone Mazzer estreia no palco do Teatro Rival Petrobras com o show do CD “Férias em vídeotape”, no dia 24 de março, terça-feira, às 19h30.
Por muito tempo as vertentes de cantora e de atriz caminharam juntas na vida de Simone Mazzer. Quando não se misturaram. Tão natural quanto ela cantar nas montagens do grupo Armazém (pelo qual foi indicada ao Shell e ao APTR), era ela levar a verve dramática a seus shows. A voz potente e o jeito único de interpretar atraem um público ávido por guardar consigo algo da experiência que é ouvi-la.


O show do CD “Férias em vídeotape” da Pimba – uma iniciativa da CAJA Arquitetura Cultural patrocinada pelo Programa Petrobras Cultural – mesclará o repertório do disco a surpresas. No disco, Simone mistura autores de sua geração e nomes consagrados importantes para ela. Sem falar nos convidados. Com Elza Soares divide os vocais de “Essa mulher”, uma das duas da safra de Bernardo Pellegrini (a outra é “Dei um beijo na boca do medo”), autor da geração de Mazzer. Reforçam a cena atual Maurício Arruda Mendonça (“Estrela blue”) e Luciano Salvador Bahia, cujo “Tango do mal”abre o disco e alerta o ouvinte para o que está por vir. No quesito referências, a homenagem a Bastos (“Você não sacou”, com Celso Fonseca), Ithamar Assumpção (“Parece que bebe”), Assis Valente (“Camisa listada”), Björk (“Hyper-ballad”) e Amy Winehouse (“Back to Black”, incrementada pelo sax de Nivaldo Ornelas). Dos tempos de Chaminé, Mazzer revisita “Mente, mente” (Robinson Borba), “Babalu” (Margarita Lecuona),na qual manteve o arranjo criado pelo grupo, e a faixa-título, a única autoral, co-assinadacom Elton Mello e Sílvio Ribeiro, companheiros de banda.

Clipe gravado ao vivo no Parque das Ruínas - Rio de Janeiro

Tango do Mal -  Simone Mazzer


Serviço: 

Simone Mazzer no show de lançamento do CD “Férias em vídeotape”
Teatro Rival Petrobras
Dia 24 de março, terça-feira, às 19h30
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia - Tel: 2240-4469

Preço: 

Setor A / Setor B / Mezanino
R$ 60 (Inteira)
R$ 40 (Promoção para os 200 primeiros pagantes)
R$ 30 (Meia entrada para estudantes, idosos e professores da rede municipal
Classificação: 16 anos
Capacidade: 458 lugares


Agenda Cultural do Rio de Janeiro 
Divulgação Cultural Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app) 

Siga o Blog Agenda Cultural RJ

Facebook - 

Curta a Página Agenda Cultural RJ no Facebook 

Grupo Agenda Cultural RJ
https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?ref=ts&fref=ts

Meu Perfil Overmundo


INSTAGRAM 
AGENDA CULTURAL RJ Instagram

sexta-feira, 20 de março de 2015

SOU Rio 450 anos 4K Nessa cidade de rara beleza e encantos naturais nada passa despercebido. Quem visita a cidade sempre quer voltar e quem nasceu aqui se orgulha de ver o nascer do sol mais lindo das Américas: Sou Rio, Sou carioca!

O vídeo SOURio 450 é um presente aos cariocas dedicado de coração. Desbravamos e retratamos a cidade maravilhosa com outro olhar, tendo escalado e subido por inúmeros morros, montanhas, prédios e pelos mais variados cenários.
Vivemos varias aventuras! Afinal captar imagens usando a técnica de Timelapse leva em média de 6 até 12 horas e milhares de fotos para serem construídas.
Contudo deu-se o resultado esperado. Que seja um prazer para seus olhos e que leve para você a mesma emoção que nos trouxe durante um ano de muito empenho e dedicação de toda equipe.







Trabalho foi realizado por profissionais formados na área militar, com diversos cursos de sobrevivência na selva, montanhismo e primeiros socorros.

O Agenda Cultural RJ tem orgulho de expor e divulgar esse bellissimo trabalho, somos apaixonados pelo Rio e não existe forma mais bonita de demonstrar esse amor, parabéns CARAVANA TIME LAPSE, estamos sempre acompanhando o trabalho de vocês, sucesso!







 Filme do SOURio 450 Anos 4K

 Filme do SOURio 450 Anos 4K


 Video SouRio 450 anos 4k





Todas as imagens com autorização.
Copyright © 2015 Caravana Time Lapse / Photo Marcius Clapp ®. All rights reserved.
Direção e Fotografia Marcius Clapp.
Equipe Caravana Time Lapse
Trabalho 100% Brasileiro.
Página FACEBOOK
facebook.com/CaravanaTimeLapse
Nossos Agradecimentos.
Parque Nacional da Tijuca - ICMBIO
Padre Omar Raposo
CAÇADORES DE IMAGEM
Beto Rotor - Voo Livre
Maxwell Alexandre - Patinador Street
Matheus Benazzi
Luciano Ambv Lemos
Aline Cristina Ferreira Vieira
Paginas do Facebook,
SOU DO RIO (comunidade)
facebook.com/macacadacarioca?fref=ts
CAÇADORES DE IMAGENS (grupo de fotógrafos)
facebook.com/groups/203555383084745/
Kicam ação em cena.
kicam.com.br/