sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Mostra Cine Literário De 27 a 31 de outubro, no Ponto Cine, em Guadalupe! Entrada Franca!



Poeme-se apoia mostra gratuita de cinema e literatura

Cine Literário movimentará a cultura da Zona Norte do Rio de Janeiro com filmes nacionais baseados em livros

Primeira grife poética do país, a Poeme-se apoia a 2ª edição do projeto Mostra Cine Literário, que acontece entre os dias 27 e 31 de outubro, no Ponto Cine, em Guadalupe, na zona norte, no Rio de Janeiro. O evento é gratuito e contará com a exibição de dez filmes nacionais baseados em obras da literatura brasileira. Após as sessões, que acontecerão às 9h e às 14h, especialistas vão debater as produções e o incentivo à leitura.

S
egundo Gledson Vinícius, idealizador da marca, a Poeme-se participará do encontro com a escada poética e distribuirá pílulas de poesia. “Esse evento é fantástico, apresenta a literatura como matéria prima para a sétima arte.”

Ele comenta também que, nos debates, entre outras coisas, os participantes discutirão sobre as dificuldades de transpor um livro para um projeto audiovisual. “O público vai conversar com diretores, atores, críticos e autores. Além disso, o Cine literário é fundamental para dar visibilidade a potência do território e do fazer cultural do Ponto Cine, iniciativa transformadora gerida por Adailton Medeiros e pelo Thiago Sales.
Serviço:
Endereço: Estrada do Camboatá, 2300, Guadalupe. Guadalupe Shopping. Rio de Janeiro.

Telefone: (21) 3106-9995

Data e Horário: de 27 a 31 de outubro, com sessões diárias às 09 e 14 horas

Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ Divulgação - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas Gabriele Nery (21)99676-9323 agendaculturalrj@gmail.com INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

Os Intolerantes A atriz Ivone Hoffmann encabeça o elenco da comédia Os Intolerantes, texto de Carla Faour e Henrique Tavares, que estreia dia 30 de outubro, no Teatro I do CCBB.


“Os Intolerantes”, texto inédito de Carla Faour e Henrique Tavares, dupla responsável por espetáculos que têm se destacado na cena teatral carioca, toma como ponto de partida um fato real, ocorrido no Rio de Janeiro e amplamente noticiado na imprensa, para extrapolar a realidade e discutir, com humor, como a intolerância está presente no nosso cotidiano. Com direção de Henrique Tavares, cenário de José Dias, figurinos de Patricia Muniz, iluminação de Aurélio de Simoni e elenco composto por Ivone Hoffmann, Carla Faour, Celso Taddei, Day Mesquita, Eder Martins de Souza, Juliana Guimarães, Leandro Santanna e Sérgio Abreu, “Os Intolerantes” é mais um texto da nova safra de autores brasileiros, que nos últimos anos comprova a renovação da dramaturgia nacional com textos que falam da nossa sociedade, que refletem a condição humana dentro da realidade brasileira.

Um jovem acusado de roubar a bolsa de uma senhora é capturado por um morador de Copacabana. As manifestações de apoio e de repúdio à atitude do morador provocam um acalorado debate entre as pessoas que passam pelo local. Entre eles estão um casal que estava indo para uma festa, uma estudante, um ciclista e a própria senhora, vítima do roubo. Nessa atmosfera entre a realidade, o pesadelo, e o delírio, estamos num dia atípico no Rio de Janeiro. Uma manifestação paralisa a cidade. A polícia foi toda deslocada para a área do conflito. O trânsito caótico deixa os personagens à deriva: “náufragos urbanos”. Perdidos numa Copacabana isolada, entregues à própria sorte. Eles se acusam mutuamente, à espera da polícia que nunca chega. O tempo passa e eles têm que decidir sobre o destino de um garoto preso a um poste. “Tenho a sensação de que estamos aqui à séculos”, diz um dos personagens, numa referência ao acúmulo dos vários tipos de intolerâncias e preconceitos ao longo dos tempos.

“No Brasil e no mundo, a convivência entre pessoas de diferentes culturas, classes sociais, etnias, credos e opções sexuais, está na pauta das discussões que norteiam as relações comportamentais de nossa época. A peça lança, através do humor, uma lente de aumento sobre os personagens, a situação absurda, a cidade e o próprio país”, comenta a autora Carla Faour. “Estamos numa cidade-paraíso à beira do caos e acompanhamos personagens que escapam à nossa compreensão. O público torna-se testemunha de uma cena tão inverossímil quanto assustadora, cotidiana e risível. O espetáculo se equilibra sobre esta linha tênue, entre a perplexidade e o delírio”, completa o diretor Henrique Tavares.

Com patrocínio do Banco de Brasil, produção da Janeiro Produções e realização do Centro Cultural Banco do Brasil, "Os Intolerantes" homenageia os 50 anos de carreira de Ivone Hoffmann.

Serviço

Sinopse: A captura de um jovem acusado de roubar uma idosa é o ponto de partida para essa comédia que traça um panorama da sociedade brasileira atual e suas contradições.
Local: Centro Cultural Banco do Brasil – Teatro I
Rua Primeiro de Março 66, Centro do RJ. Tel. 21 3808-2020
Temporada: 30 de outubro a 21 de dezembro, de quarta a domingo, 19h.
Não recomendado para menores de 14 anos.
Ingressos: R$ 10,00
Duração: 80 minutos
Comédia

Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ Divulgação - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas Gabriele Nery (21)99676-9323 agendaculturalrj@gmail.com 
INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Ministério da Cultura e Vivo EnCena apresentam CHUVA CONSTANTE de Keith Huff Com Malvino Salvador e Augusto Zacchi Direção: Paulo de Moraes Produtores associados: Cinthya Graber, Luis Erlanger e Malvino Salvador



Depois do estrondoso sucesso na Broadway, acaba de estrear o espetáculo ‘Chuva Constante’ no Teatro do Leblon, no Rio de Janeiro, com patrocínio da Vivo.
O que acontece quando dois grandes atores sobem ao palco para encenar um grande texto? Esse encontro de titãs pôde ser visto na Broadway, quando os astros Daniel Craig, o James Bond, e Hugh Jackman, o Wolverine (indicado ao Oscar 2013 de Melhor Ator por ‘Os Miseráveis’), estrelaram a peça ‘Chuva Constante’. Consagrada na América, ‘A Steady Rain’ (título original) bateu o recorde de bilheteria de espetáculo não musical em 2009. Considerado um dos três melhores espetáculos do ano pela revista Time, a montagem foi aclamada pelo jornal Chicago Tribune como “um cativante conto noir” e “uma montanha-russa de emoções” pelo jornal Chicago Sun. De tão impactante, o diretor Steven Spielberg planeja levar a história para o cinema.

Agora é a vez de
Malvino Salvador, ator conhecido por papéis de sucesso nas novelas brasileiras, e Augusto Zacchi, ator do consagrado Grupo Tapa, enfrentarem este desafio. Se junta à dupla o premiado diretor Paulo de Moraes, líder da Armazém Companhia de Teatro, responsável por algumas das montagens mais ousadas e criativas do nosso teatro contemporâneo. Tendo como matéria-prima o texto eletrizante de Keith Huff, autor conhecido por escrever séries de sucesso como ‘House of Cards’ e ‘Mad Men’, o resultado é um espetáculo surpreendente e imperdível.

Numa época em que o teatro clama por renovação, a força de
‘Chuva Constante’ está no vigor do texto, num embate entre dois monólogos que se cruzam de forma arrebatadora, garantindo a comunicação entre o palco e a plateia. Keith Huff, que muito contribuiu à dramaturgia moderna, é dono de uma técnica dramatúrgica sem aresta e seu texto faz com que o espectador embarque numa viagem que somente o teatro, em sua plenitude, pode proporcionar.



O público irá se identificar com os personagens vividos pelos atores: dois amigos de infância que buscam a felicidade e a superação.
‘Chuva Constante’ é um desses textos que traz uma respiração contemporânea, cuja montagem irá enriquecer a cena teatral brasileira. Até porque trata de temas absolutamente identificados com a nossa realidade.

O espetáculo integra o projeto cultural Vivo EnCena, iniciativa da Vivo para as Artes Cênicas, a parceria permite uma série de ações além da temporada no Rio de Janeiro, como circulação de espetáculo em turnê por cidades brasileiras, workshops e debates que promovem maior acessibilidade, reflexão e intercâmbio para todos.

SOBRE O PROJETO CULTURAL VIVO ENCENA
O Vivo EnCena é uma iniciativa da Vivo que estimula o intercâmbio de projetos de artes cênicas com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do país e da sociedade como um todo. O teatro é pensado além do espetáculo, sendo estabelecida uma rede de ações de formação de plateia, inclusão cultural e desenvolvimento profissional, compartilhando histórias inspiradoras, conceitos inovadores e ideias transformadoras no âmbito da cultura. O Vivo EnCena é realizado há dez anos e está presente em 20 estados de todo o país, além de realizar ações próprias e a curadoria do Teatro Vivo, situado na capital paulista.

SINOPSE
Dois policiais, companheiros e velhos conhecidos, se veem envolvidos em uma série de acontecimentos que afetará suas vidas para sempre. Não só a amizade é posta à prova, como também, a escala de valores, a honra e a lealdade. Eles dão sua definição particular do que é a família, assim como as questionáveis decisões que tomam em nome dela. Mas a lembrança de cada um sobre o que realmente aconteceu naqueles poucos dias, em que uma chuva constante não parou de cair, não é necessariamente igual para os dois...
FICHA TÉCNICA

Texto: Keith Huff
Tradução: Daniele Avila Small
Direção: Paulo de Moraes
Elenco: Malvino Salvador e Augusto Zacchi
Direção de Produção: Cinthya Graber e José Carlos Furtado Filho
Cenário e figurino: Paulo de Moraes
Iluminação: Maneco Quinderé
Trilha sonora: Ricco Viana
Projeto gráfico: Radiográfico
Relações Públicas/ Convidados: Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho
Assessoria de imprensa: Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho
Uma produção: Cinthya Graber, Luis Erlanger e Malvino Salvador


SERVIÇO
Chuva Constante
Local: Teatro Leblon - Sala Marília Pêra
Endereço: Rua Conde Bernadotte, nº 26, Leblon, Rio de Janeiro
Telefone do teatro: (21) 2529-7700
Dias e horários: De quinta a sábado 21h, domingo 20h
Horário da Bilheteria: de terça a sábado das 15h às 21h, domingo de 15h às 20h
Ingressos: quinta - R$ 70,00
Sexta e domingo - R$ 80,00
Sábado - R$ 90,00
Classificação etária: 14 anos
Duração: 90 min
Temporada: de 10 de outubro até 21 de dezembro
Clientes Vivo Valoriza possuem desconto de 50% em até dois ingressos mediante apresentação de voucher e documento de identificação com foto.
Clientes Porto Seguro possuem desconto de 30% em até dois ingressos mediante apresentação de comprovante e documentação de identificação com foto.
Descontos válidos somente para os titulares e não cumulativos com outras promoções e/ou descontos.

Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ Divulgação - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas - Gabriele Nery (21)99676-9323 agendaculturalrj@gmail.com 
 INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ Instagram


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Divulgação Cultural Agenda Cultural RJ Divulgação - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas




Divulgação Cultural Agenda Cultural RJ
Divulgação - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas - Gabriele Nery (21)99676-9323

Solicite um orçamento:
 agendaculturalrj@gmail.com

 
Acompanhe a programação do Agenda Cultural RJ



no Instagram


INSTAGRAM 

 Instagram


http://instagram.com/agendaculturalrj

no Twitter

https://twitter.com/nerygabriele

no Facebook

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=862488667104312&set=a.590131424340039.1073741825.100000295606688&type=1&theater

Página no Facebook - Curta a Página!

https://www.facebook.com/agendaculturalrj?fref=ts

Grupo no Facebook - Participe!

https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?fref=ts

Blog - Siga o Blog!

agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com.br

aguardo sua visita!


Gabriele Nery

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Oficina gratuita anima a criançada no Aterro do Flamengo



A Arte Surpresa, empresa que elabora brinquedos de cunho educativo, vai promover uma oficina gratuita no festival Bonecos no Parque, no Teatro de Marionetes Carlos Werneck, no Flamengo, nos dias 18 e 19 de outubro. O evento começará às 11h com a apresentação da companhia Papa Vento Teatro de Bonecos, seguida pela oficina. “Vamos ensinar os pequenos a abusar da imaginação na montagem dos seus próprios brinquedos com o intuito de despertar o prazer do ‘eu que fiz’”, explica Juliana Radspieler, empresária da marca.

Ainda de acordo com Juliana, será uma excelente oportunidade para a prática da filhoterapia, que visa a constante interação entre pais e filhos sem o uso da tecnologia. “As crianças estão muito ligadas ultimamente à tecnologia, o que pode prejudicar o seu desenvolvimento. Queremos que os pais participem desse momento estimulando a criatividade da criançada através de atividades lúdicas, o que também fortifica os laços familiares”.

Serviço:

Local: Teatro Municipal de Marionetes Carlos Werneck.

Endereço: Parque do Flamengo, altura do nº 300 da Praia do Flamengo

Início: 11 h.

domingo, 12 de outubro de 2014

Nos dias 18 e 19 de outubro, últimos dias da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, o Museu de Astronomia ensina astronomia e ciências afins de forma lúdica e descontraída! Tem cinema, debates, oficinas, brincadeiras, jogos e observação do céu! É tudo gratuito!


Nos dias 18 e 19 de outubro, últimos dias da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, o Museu de Astronomia ensina astronomia e ciências afins de forma lúdica e descontraída! Tem cinema, debates, oficinas, brincadeiras, jogos e observação do céu! É tudo gratuito!


O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) preparou uma programação especial para os últimos dias da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Além das atividades oferecidas nos polos Quinta da Boa Vista e Parque Madureira, os visitantes que vierem ao MAST no Bairro Imperial de São Cristóvão, neste sábado (18) e domingo (19), terão a oportunidade de observar o céu noturno com uma luneta centenária e telescópios modernos! Haverá também cinema, palestra, Astromania, Brincando de matemático, e visitas orientadas pelo Museu! Todas as atividades são gratuitas!

Há pouco mais de 100 anos, iniciou-se a 1ª Guerra Mundial. O MAST lembra desta “triste” data apresentando, neste sábado, 18 de outubro, às 14h30, a palestra “A ciência na 1ª Guerra Mundial, o caso Fritz Haber”, que será proferida pelo Prof. Gastão Galvão de Carvalho Souza. O palestrante irá falar sobre o avanço científico nesta época e a contribuição do cientista Fritz Haber na 1ª Grande Guerra. Em seguida, haverá a exibição do filme “Glória feita de sangue”, do diretor Stanley Kubrik (1957), que trata da realidade das trincheiras da 1ª Guerra Mundial.


Você já parou para pensar como as pessoas faziam para medir o tempo antigamente? NoAstromania deste mês, que traz o tema “Medindo o tempo: o relógio de Sol”, faremos um passeio pelo passado, conversando sobre diferentes instrumentos de medida de tempo. Vamos também montar um modelo de relógio de sol e saber um pouco mais sobre seu funcionamento. A atividade começa às 16h, neste sábado, na sala de atividades do prédio sede do MAST.


E a partir das 17h30, terá início o Programa de Observação do Céu, com a apresentação da palestra O Céu do Mês, momento em que os visitantes ficam sabendo um pouco mais sobre a natureza dos corpos celestes e o que está visível no céu do Rio de Janeiro. Após a apresentação, todos são convidados a ir para a área externa do Museu onde é realizada a observação do céu utilizando telescópios ópticos portáteis e a centenária Luneta Equatorial Heyde de 21 cm. Nos dias chuvosos e nublados, não há observação do céu através de telescópio.

No sábado (18) e no domingo (19), às 15h e às 17h, haverá visita orientada pelo Museu. Nela, os mediadores apresentam, aos visitantes, o sistema solar em escala, as exposições do MAST espalhadas pelo campus e o conjunto arquitetônico construído para sediar o Observatório Nacional. Destacam-se o prédio sede, que abriga a coleção de instrumentos científicos, e os pavilhões com as centenárias lunetas.

No domingo, às 16h, a oficina Brincando de Matemático oferece ao público brincadeiras com as formas geométricas, desde aquelas que se autoreplicam até o tradicional tangram. O raciocínio lógico dos participantes é aguçado com enigmas, segredos, Torres de Hanói; a capacidade de estratégia é estimulada com o jogo da velha. A atividade é dirigida ao público de todas as idades: pais, filhos e grupos de amigos, todos podem brincar juntos.

SERVIÇO

Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST)
Rua General Bruce, 586, Bairro Imperial de São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ

SÁBADO, 18 de outubro
14h30
Palestra “A ciência na 1ª Guerra Mundial, o caso Fritz Haber”
Palestrante: Prof. Gastão Galvão de Carvalho Souza
Exibição do Filme: Glória feita de sangue
15h | 17h
Visita orientada
16h
Astromania
Tema: Medindo o tempo: o relógio de Sol
17h30 às 20h
Programa de Observação do céu
DOMINGO, 19 de outubro
15h | 17h
Visita orientada
16h
Brincando de matemático

Divulgação Cultural

Agenda Cultural RJ
Divulgação - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas
Gabriele Nery (21)99676-9323 
agendaculturalrj@gmail.com

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

terça-feira, 30 de setembro de 2014

70 anos de nascimento de Leminski Projeto inédito do Sesc homenageia o poeta e escritor Paulo Leminski (1944-1989) com show, filmes, debate, exposição e montagem teatral Programação diversificada no Teatro Sesc Ginástico acontece entre os dias 1/10 e 3/10 com todas as atrações gratuitas



Programação diversificada no Teatro Sesc Ginástico acontece entre os dias 1/10 e 3/10 com todas as atrações gratuitas
O projeto inédito “Leminski-Se Tenta”, em comemoração póstuma aos 70 anos de nascimento do poeta, jornalista, escritor, compositor e roteirista Paulo Leminski se debruça sobre a vasta obra do artista. O evento de três dias, que começa 1/10 (quarta) e vai até 3/10 (sexta), reúne música, teatro, literatura e artes visuais no Teatro Sesc Ginástico. A diversificada homenagem, que oferece atrações de excelente qualidade artística, possui toda a programação gratuita e tem idealização e curadoria do Sesc. O projeto propõe a convergência de diversas linguagens para apresentar o legado de um homem à frente de seu tempo. A pluralidade criativa de Leminski será apresentada através de show, debate, ambientação visual, disponibilização de livros e filmes sobre o universo cultural do multifacetado curitibano.

Na data de estreia, dia 1/10, a partir das 19h, os visitantes já podem começar a se familiarizar com a obra do poeta no foyer do Teatro Sesc Ginástico, onde estarão expostos totens com fotos e poemas, além de tablets para consulta da vasta obra de Leminski e os dois livros mais emblemáticos da carreira do escritor: “Poesia Total – Paulo Leminski” e “Catatau” – o primeiro romance, escrito em 1975. No mesmo dia e horário, às 19h, também será exibido o show de Estrela Ruiz Leminski, cantora e filha do homenageado, que idealizou o espetáculo “Leminskanções” com Téo Ruiz. A apresentação reverbera a influência da poesia nas obras musicais do artista e conta com a participação da cantora, pianista e compositora Ná Ozette. Leminski possui parcerias com mestres da MPB, como Caetano Veloso, Arnaldo Antunes, Zélia Duncan e Itamar Assunção, entre outros. O show é fruto de seis anos de pesquisas de Estrela para lançar o álbum homônimo - que reúne os arquivos musicais do poeta - e traz composições inéditas do inspirado letrista, como “Essa noite vai ter Sol” e “Se nem for Terra, vai transformar”.

No segundo dia de homenagens e atrações do “Leminski-Se Tenta”, 2/10 (quinta), a programação começa às 18h30, com a exibição do filme “Ex-Isto”, do cineasta e artista plástico Cao Guimarães - que já participou de renomados festivais internacionais de cinema, como Cannes, Sundance, Locarno e Veneza, entre outros. O longa, protagonizado pelo premiado ator João Miguel, é livremente inspirado no livro “Catatau”. A história parte da hipótese histórica: “E se René Descartes tivesse vindo ao Brasil com Maurício de Nassau?”. O ator interpreta Descartes, pensador francês e pai da filosofia moderna, que nesta ficção envereda pelos trópicos sob o efeito de ervas alucinógenas. Na sequência do longa, às 20h, o Teatro Sesc Ginástico realiza um debate sobre a obra do mestre. No encontro, Estrela Ruiz Leminski, cantora e filha do escritor; Chacal, poeta e autor teatral; e Cao Guimarães, diretor do filme “Ex-Isto”. Logo após, às 21h, um curta retrata o imaginário do artista: “Meu nome é Paulo Leminski”, de Cezar Migliorin. A história apresenta o embate entre pai e filho em torno da poesia de Leminski. 

Na sexta, dia 3/10, para encerrar a programação leminskiana, o Teatro Sesc Ginástico recebe a montagem “Descartes com lentes”, da Companhia Brasileira de Teatro, de Curitiba. O monólogo, interpretado por Nadja Naira, também é uma adaptação teatral do livro “Catatau”. A obra mítica de Leminski fala sobre a hipotética chegada de Descartes ao Brasil a convite do conde Maurício de Nassau. Na montagem, com sua comitiva, repleta de cientistas, naturalistas, desenhistas e pintores, Descartes tenta desvendar e descrever as excentricidades do Brasil com toda a sua exuberância tropical.



Paulo Leminski - Poeta, romancista e tradutor, Paulo Leminski Filho nasceu em Curitiba, Paraná, em 1944. Aos 12 anos, ingressou no Mosteiro de São Bento, onde adquiriu conhecimentos de latim, teologia, filosofia e literatura clássica. Em 1963, viajou para Belo Horizonte para participar da Semana Nacional de Poesia de Vanguarda, onde conheceu Augusto de Campos, Décio Pignatari e Haroldo de Campos, criadores da poesia concreta. No ano seguinte, publicou seus primeiros poemas na revista “Invenção”, editada pelos concretistas, e tornou-se professor de História e redação em cursos pré-vestibulares, experiência que motivou a criação de seu primeiro romance, “Catatau” (1975). Foi diretor de criação e redator em agências de publicidade. A paixão pela cultura japonesa o levou a escrever haicais e uma biografia de Matsuo Bashô. O interesse pelos mitos gregos, por sua vez, inspirou a prosa poética “Metaformose”. Exerceu intensa atividade como crítico literário e tradutor (traduzindo para o Português obras de James Joyce, Samuel Beckett, Yukio Mishima, Alfred Jarry, entre outros), colaborou com revistas de vanguarda como “Raposa”, “Muda” e “Qorpo Estranho”, e fez parcerias musicais com Caetano Veloso e Itamar Assumpção, entre outros. Em 1968, casou-se com a poeta Alice Ruiz (1946), com quem viveu por 20 anos e com quem teve três filhos: Miguel Ângelo (que morreu aos 10 anos de idade), Áurea e Estrela. Em 7 de junho de 1989, morreu vítima de cirrose hepática.

Links:
Filme Ex-Isto
https://www.youtube.com/watch?v=rxl9SkNIKmY

Leminskanções (apenas áudio)

https://www.youtube.com/watch?v=UBBEM8xPDwg

Serviços:
Show “Leminskanções” - Evento “Leminski-Se Tenta”
Teatro Sesc Ginástico: Avenida Graça Aranha, 187, Centro.
Tel.: (21) 2279-4027
Data: 1/10
Horário: 19 h.
Preço: Gratuito
Classificação: Livre
Duração: 90 minutos
Capacidade - 513 lugares.

Leminski: A Poesia na tela - Evento “Leminski-Se Tenta”
Teatro Sesc Ginástico: Avenida Graça Aranha, 187, Centro.
Tel.: (21) 2279-4027

Data: 2/10
18h30 – Exibição do longa “Ex-Isto”, de Cao Guimarães. Duração: 80 minutos. Classificação etária: 14 anos. Evento gratuito.

20h – Debate com Estrela Ruiz Leminski (cantora, poeta e filha de Leminski), Chacal (poeta) e Cao Guimarães (diretor do filme “Ex-Isto”). Duração: 60 minutos. Classificação etária: livre. Evento gratuito.

21h – Exibição do curta “Meu nome é Paulo Leminski”, de Cezar Migliorin. Duração: 5 minutos. Classificação etária: livre. Evento gratuito

Capacidade - 513 lugares.
Leminski: A poesia em cena – Espetáculo “Descartes com Lentes” - Evento “Leminski-Se Tenta”

Teatro Sesc Ginástico: Avenida Graça Aranha, 187, Centro. Tel.: (21) 2279-4027
Data: 3/10
Horário: 19 h.
Preço: Gratuito
Classificação: 18 anos.
Duração: 45 minutos.
Capacidade - 513 lugares. 

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Espetáculo infantil Patricia Piolho em cartaz no Teatro Maria Clara Machado - Não Percam!



O infantil Patricia Piolho segue em cartaz até outubro

Patricia Piolho
ganhou o Prêmio de ‘Melhor Esquete’, no Festu 2014.

O Espetáculo infantil
Patricia Piolho, que estreou no dia 13 de setembro, segue em cartaz até outubro, no Teatro Maria Clara Machado, no Planetário da Gávea. A peça é apresentada sempre aos sábados e domingos, às 16h, e fica em cartaz até 19 de outubro.

No fim de semana de estréia, diversos artistas prestigiaram o espetáculo, que contou com a casa cheia. Estiveram presentes, Leticia Spiller, Mariah Rocha, Rael Barja, Julia Spadaccini, dentre outros, que além de curtirem a peça, tiraram fotos com a hashtag do espetáculo #eutivepiolho.
Escrito pelas atrizes Luiza Yabrudi e Karina Ramil, 
PATRICIA PIOLHO é uma peça que conta a história de Patricia, uma aluna nova no colégio tentando se
 encaixar. Em meio a esse desafio ela conhece o inseto mais temido na infância que, para sua surpresa, torna-se seu melhor amigo – o piolho.

O espetáculo infantil
PATRÍCIA PIOLHO nasceu do esquete homônimo vencedor da Mostra Infantil do 3º Festival de Teatro Universitário do Rio de Janeiro - FESTU. A cena foi premiada como o “Melhor Esquete” do Festival passando por um crivo de importantes profissionais que fizeram parte do júri: a atriz Débora Lamm, a autora Renata Mizrahi, a diretora e atriz Sura Berditchevsky e a crítica Lucia Cerrone. Além desse prêmio o júri concedeu um prêmio especial de “Melhor Texto” para a autora Luiza Yabrudi e de “Melhor Atriz” Karina Ramil.

A direção do espetáculo fica a cargo de Morena Cattoni, em cartaz com o espetáculo adulto “As Três Irmãs”, de Tchecov. O elenco é formado por Julia Stockler, no ar com a série “Só Garotas”, do Multishow; Felipe Haiut, em cartaz com a peça “A Porta da Frente”, premiada no Prêmio Shell 2014; Darília Oliveira, atriz e cenógrafa da novela “Meu Pedacinho de Chão”; Sabrine Wolfart, que esteve em cartaz com “Rain Man”, de José Wilker; Vivian Renolli, atriz de “O Inspetor Geral”, de Isaac Bernat; e Eduardo Speroni, de “Peça Ruim”.

Contatos:
Bruno Mariozz – 21. 99842-0899
Luciana Duque – 21. 98123-9988

SERVIÇO
Patricia Piolho
Gênero: Comédia - Infantil. 
Direção: Morena Cattoni 
Texto: Luiza Yabrudi e Karina Ramil 
Atuação: Felipe Haiut, Julia Stockler, Karina Ramil, Luiza Yabrudi, Sabrine Wolfart, Eduardo Speroni, Vivian Renolli e Darília Oliveira. 
De 13/09 a 19/10. Sábados e domingos, às 16h. R$ 20,00. classificação livre.

FICHA TÉCNICA

Texto: Karina Ramil e Luiza Yabrudi

Direção: Morena Cattoni

Argumento: Julia Stockler

Elenco: Darília Oliveira, Eduardo Speroni, Felipe Haiut, Julia Stockler, Karina Ramil, Luiza Yabrudi, Sabrine Wolfart e Vivian Renolli

Direção de Produção: Bruno Mariozz

Produção Executiva: Malu Faria

Cenário: Vinicius Lugon

Figurino: Fátima Leo

Visagismo : Márcia Elias

Iluminação: Felipe Lourenço

Trilha sonora: João Nitcho

Direção de movimento: Juliana Medella

Vídeo e Fotografia: João Atala

Projeto gráfico: Luiza Dale

Assessoria de imprensa: Luciana Duque

Produção: Palavra Z Produções Culturais

Divulgação Cultural

Agenda Cultural RJ
Divulgação - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas
Gabriele Nery (21)99676-9323 
agendaculturalrj@gmail.com

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

I.R Dança Que Segue (O que você pensa sobre dança?)



Foi a partir do registro de conversas, comentários, debates, impressões e opiniões que o público expressava sobre algumas performances de dança que haviam acabado de assistir, tanto no Rio de Janeiro e até mesmo em alguns países europeus, e também inspirado pelo texto intitulado “Essa Tal Dança Contemporânea” escrito por Airton Tomazzoni, que o Grupo DançaRio encontrou o ponto de partida para a sua mais nova pesquisa coreográfica

A peça
I.R-Dança Que Segue (O Que Você pensa Sobre Dança?) aborda a questão das diferentes opiniões, olhares e entendimento dos espectadores a respeito das composições artísticas em dança. Esse trabalho é uma tentativa de trazer (e/ou mostrar) o olhar do espectador sobre a estrutura de criação das obras de dança. Mas essa peça também permite que o público se deixe levar pela livre interpretação.

É um espetáculo tenso e intenso, que traz uma movimentação estudada que surgiu de muita pesquisa de danças urbanas e suas cadências, níveis, intensidade, estética, plasticidade e utilização do espaço, trazendo uma energia que cresce durante o espetáculo.

As transformações que aconteceram na dança (principalmente nas danças urbanas) estão presentes nesse espetáculo: da forma clássica a popular, chegando até ao tipo de movimentação que se tornou referência nos dias de hoje.

Tentamos estruturar a peça de uma forma que fará o público refletir e se divertir com o conceito de dança.

Serviço:
De 3, 4 e 5 de Outubro - Sexta e Sábado às 20h.
Domingo às 18h.
Ingressos: 10,00 e 5 (meia).
TEATRO MUNICIPAL ANGEL VIANNA
Endereço: Travessa José Higino, 115 - Tijuca, Rio de Janeiro - RJ
Telefone:(21) 3238-0601


Agenda Cultural RJ
Divulgação - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas
Gabriele Nery (21)99676-9323 
agendaculturalrj@gmail.com