Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

29 de mai de 2014

Espetáculo “O homem que tinha memória” no Centro Cultural Municipal Parque das Ruinas - De 06 a 29 de junho


“O homem que tinha memória” fará nova temporada no Rio de Janeiro. De 06 a 29 de Junho de 2014, a peça teatral estará em cartaz no Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (sexta e sábado às 19.30h / domingo às 19h).

A montagem estreou em janeiro de 2014 no Teatro Poeirinha, ficou em cartaz até março e recebeu ótimas críticas. Em seguida, participou do Festival de Teatro de Curitiba, II Festival HomeTHEATRE e II Bienal do Livro e Leitura de Brasília, bem como realizou sessões na Cidade das Artes RJ.

Com supervisão cênica de
Isaac Bernat, a peça reúne três histórias do autor suíço Peter Bichsel, de humor inusitado, cada qual contada por um ator, que têm em comum homens que usam a memória como instrumento para o contato humano e buscam uma razão de viver. Indagações, ideias fixas e divertidas manias são características dos personagens de Bichsel, que cria um curioso jogo rítmico com a palavra e o tempo. A peça tem características de uma narração oral cênica, em que o ator também sugere seus personagens, colocando-os em ação através do corpo e do uso de objetos e adereços. 


Os contos são interpretados pelos atores
Cadu Cinelli, Edison Mego e Warley Goulart. Em um jogo pendular entre o dramático e o narrativo, a cena de "O homem que tinha memória" tem características de uma narração de histórias, em que o ator|rapsodo também dramatiza seus personagens, colocando-os em ação através do corpo e do uso de objetos e adereços. Os contadores destacam, ampliam e ilustram momentos da narrativa, desvelando a ação e seus sentidos.

Serviço

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas

Rua Murtinho Nobre, 169 - Santa Teresa

+55 21 2215-0621 | +55 21 2224-3922

parquedasruinas@gmail.com

www.facebook.com.br/parquedasruinas 

Os Tapetes Contadores de Histórias


06 a 29 de Junho de 2014

Sexta e sábado às 19.30h. Domingo às 19h.

Gênero: comédia dramática

Duração: 60 minutos - Classificação etária: 12 anos

Lotação: 80 lugares. Ingresso: R$ 30

Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ
Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas - Gabriele Nery (21)99676-9323

28 de mai de 2014

UMA HISTÓRIA DE POUCO AMOR Sob direção de Moacir Chaves, peça aborda temas contemporâneos e delicados como a busca pelo sucesso, o valor questionável do dinheiro e das relações amorosas



Estreia: 29 de maio| 19h

Sinopse: em um lugar qualquer, dois casais se encontram para beber, conversar, satisfazer seus desejos, tentar preencher sua solidão, aplacar a ansiedade e, com alguma sorte, talvez encontrar algum tipo de amor.

Curta temporada: de 29 de maio a 8 de junho (quinta a domingo na primeira semana e quarta a domingo na segunda) | 19h

LOCAL: Teatro Glauce Rocha - Av. Rio Branco, nº 179 – Centro, Rio de Janeiro. Tel.: 2220-0259

INGRESSO: R$20 (inteira) R$ 10 (meia) | DURAÇÃO: 60 minutos | RECOMENDAÇÃO: 16 anos

CAPACIDADE: 202 espectadores

Horário de funcionamento da bilheteria: de 4ª a domingo, das 14h às 20h


Uma história de pouco amor é um texto teatral inédito, do autor paranaense Edson Bueno, dirigido por Moacir Chaves. Teve sua estreia em agosto de 2009, cumprindo temporada no mini auditório do Teatro Guaíra em Curitiba/PR. A elogiada montagem teve ampla aceitação por parte do público e crítica da cena teatral curitibana, que considerou um dos melhores espetáculos daquele ano. Pela primeira vez no Rio de Janeiro, Uma história de pouco amor cumpre curtíssima temporada (somente duas semanas) no Teatro Glauce Rocha, a convite do projeto Ocupação para Todos.


O enredo do espetáculo conta a história de quatro personagens: Hilda, Erik, Max e Ana, que se encontram aprisionados em si mesmos. O espetáculo trata, com sutil crueza, de temas contemporâneos e delicados, como a busca pelo sucesso, o valor questionável do dinheiro e das relações amorosas, além da corrosiva insatisfação humana inerente aos dias atuais.

Em um lugar qualquer, dois casais se encontram para beber, conversar, satisfazer seus desejos, tentar preencher sua solidão, aplacar a ansiedade e, com alguma sorte, talvez encontrar algum tipo de amor. Através da vida e das relações entre esses dois casais (Erik e Hilda, Max e Ana) é possível reconhecer o tipo de cárcere eterno em que o ser humano - insatisfeito com a própria existência - se aprisiona quando, por alguma razão, não se torna exatamente a pessoa que gostaria de ser. Infelizes com suas próprias vidas, os quatro buscam no sexo, no dinheiro, no poder e na beleza, uma forma de alcançar algo próximo da felicidade. Seus vícios, hedonismo exacerbado e inclinação para a crueldade não os permitem ser felizes. Nem nessa vida, nem em outra qualquer.

A trilha sonora é uma concepção de Vadeco (Vadeco e os Astronautas) composta exclusivamente para o espetáculo e é executada, ao vivo, pelo próprio músico. Com o auxílio de sua guitarra, Vadeco apresenta composições de rythms blues, classic rock e outros gêneros que conferem ritmo e emoção às cenas.

Livro de Rua liberta livros no Leme neste domingo - 1° de Junho



Pedro do Livro lança campanha para protestar contra a política pública de segurança que prioriza uso de armas em detrimento de Cultura e Educação

No dia 1º de junho quem for à praia do Leme no fim da tarde e estiver passando pela Rua Anchieta entre 16h e 18h vai poder levar um livro para casa, gratuitamente e sem nenhuma burocracia. A ação é uma realização do Livro de Rua, do Instituto Ciclos do Brasil. Em todo terceiro domingo do mês, o projeto já montava sua tradicional Biblioteca na Praia, no Posto 6, ao lado da estátua de Carlos Drummond de Andrade e agora passou a atuar na outra ponta da orla.

A ideia é chamar a atenção para este projeto de cunho cultural, educacional e social que, há cinco anos, promove ações de leitura em locais onde há pouco acesso aos livros e a atividade culturais em geral, como Anchieta, na Zona Norte do Rio e comunidades com e sem UPPs. A previsão é de que sejam distribuídos, no domingo, mais de 500 livros, de gêneros literários variados, como romance das literaturas brasileira e estrangeira, crônicas, poesia, biografia, literatura infantil e juvenil.

CAMPANHA + LIVROS – VIOLÊNCIA

Em tempos de reflexão sobre a eficácia das políticas públicas de segurança do Estado do Rio de Janeiro e questionando se, de fato, somente a ocupação policial armada traz paz e segurança para a cidade do Rio de Janeiro e seus moradores, o idealizador do Livro de Rua e professor, Pedro do Livro, lança, em todas as ações do Livro de Rua, a campanha + Livros – Violência.

O Livro de Rua acredita que a dignidade da vida dos cidadãos está relacionada diretamente com o acesso democrático aos livros, à cultura, à educação e as oportunidades que são dadas. A Campanha + Livros – Violência surgiu após as manifestações de junho de 2013, quando Pedro foi às ruas com estes dizeres manuscritos em um cartaz e foi fotografado. Postada nas redes sociais, a imagem teve mais de 1000 compartilhamentos na Internet. Camisetas da campanha são vendidas em todas as ações do grupo, a preço de custo: R$ 25,00.


Serviço: Biblioteca na Praia

Local: Praia do Leme, altura da rua Anchieta.

Data: 1º de junho de 2014, domingo

Horário: das 16h às 19h.

Participação gratuita


Como participar

O público é convidado a participar das rodas de ciranda e do sarau da poesia. É possível também se tornar um voluntário das ações do Livro de Rua. Visite o sitewww.livroderua.com.br.

--------------------------------------------------------------------
Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ
Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas - Gabriele Nery (21)99676-9323

26 de mai de 2014

UCI abre venda de ingressos para o best-seller “A Culpa é das Estrelas”

Espectadores já podem garantir seu lugar para assistir a filme baseado no livro de John Green




Os fãs do best-seller “A Culpa é das estrelas” já podem garantir seu ingresso nos cinemas UCI para conferir a adaptação nas telonas. O longa, com previsão de estreia para o próximo dia 05, deverá emocionar as centenas de pessoas que passarem pelo UCI New York City Center, UCI Kinoplex Norte Shopping e UCI Parkshopping Campo Grande.

O filme conta a história da jovem Hazel Grace Lancaster, interpretada por Shailene Woodley, que luta contra o câncer e se mantém viva graças a um remédio experimental. Quando os pais de Hazel resolvem incentivá-la a frequentar um grupo de apoio, a menina se apaixona por Augustus Waters, vivido por Ansel Elgort, e embarca com ele em uma jornada para Amsterdã.

A programação completa e os ingressos antecipados para assistir ao filme estão disponíveis nos balcões de atendimento, caixas de autoatendimento e através do site da rede, em


www.ucicinemas.com.br

Serviço:

UCI New York City Center
Av. Das Américas, 5000 Loja 301
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ


UCI Kinoplex Norte Shopping
Av. Dom Helder Câmara, 5080
Piedade – Rio de Janeiro – RJ

UCI Park Shopping Campo Grande
Estrada do Monteiro 1200 - Loja 109
Campo Grande - Rio de Janeiro – RJ


---------------------------------------------------------------------------------

Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ
Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas (21)99676-9323

24 de mai de 2014

Mesa Redonda CINEfoot - Brasil 2014, que Copa é essa?

Nossa Mesa Redonda vem com a pergunta:

 Brasil 2014, que Copa é essa? 


Participe e confirme presença pelo email 

cinefoot@gmail.com






Agenda Cultural RJ - Divulgação, Colagem de Cartazes e
Distribuição de Filipetas (21)99676-9323

17 de mai de 2014

5°CINEfoot 2014 - Festival de Cinema de Futebol - RJ - SP - BH - ENTRADA FRANCA!











FUTEBOL É MAIS QUE UM JOGO

Reinventado pelo brasileiro, o futebol avançou pelo país impregnando uma atmosfera repleta de magia, encanto e paixão. Adentrou a grande área do cinema já nos idos de 1908 com a produção dos primeiros registros documentais sobre o tema. Estas expressões artísticas – cinema e futebol – caminham juntas há mais de um século trilhando trajetórias de encantamento junto ao povo brasileiro. Vários ciclos se passaram, marcaram época, promoveram talentos, emocionaram multidões e projetaram uma nação.

A significação do futebol na vida brasileira e sua disseminação pelos quatro cantos do país, elevaram o esporte para um patamar que vai além das quatro linhas. Muito mais do que ganhar, perder ou empatar. Assim sendo, “Futebol é mais que um jogo”.

O Cinefoot, desde a sua criação em 2010, vem atuando de maneira incansável no sentido de inserir no cotidiano dos debates em torno da realização da Copa do Mundo do Brasil o legado cultural e social do evento. Acreditamos no papel transformador do futebol e na diversidade cultural nele contida e temos como característica marcante levar para as telas filmes com potencial de imprimir estes conceitos no imaginário dos nossos espectadores.

Esta postura é motivo de imenso orgulho para toda a equipe Cinefoot, que coloca em campo todos os anos um festival único que pratica o futebol arte em todos os sentidos.
Cinefoot: Projeto chancelado pelo Ministério do Esporte, através de uma comissão formada por representantes dos ministérios do Esporte, Cultura, Turismo, Relações Exteriores, GECOPA-Grupo Executivo da Copa do Mundo Fifa e por especialistas da área universitária, para integrar a Programação Oficial do Governo Federal para a promoção do Brasil durante a Copa do Mundo de 2014.





PROGRAMAÇÃO DO RIO DE JANEIRO / SCHEDULE FOR RIO DE JANEIRO

22 a 27 de maio / May 22nd through 27th
ENTRADA FRANCA / Free admission (sujeita à lotação da sala)
Verifique a classificação indicativa/ Please check the film rating

Espaço Itaú de Cinema (Praia de Botafogo, nº 316, Botafogo)

Quinta 22/5

20h30 – SESSÃO DE ABERTURA / Opening Session | ESPECIAL URUGUAI




:: PARA EXPORTAÇÃO
de Alberto Moratório (Uruguai, 2012, 9 min)



Confira a programação completa do 5. CINEfoot – Festival de Cinema de Futebol nos links abaixo:








MESA REDONDA CINEFOOT | RIO DE JANEIRO

26/5, às 15h, na Aliança Francesa (Rua Muniz Barreto, 730)

Mediador: Aydano André Motta

Debatedores: Alexandre Carauta (PUC-Rio), Ricardo Freitas (UERJ), Patrick Mignon (INSEP-Paris) e Paul Dietschy (Université de Franche-Comté/Science Po-Paris)


MESA REDONDA CINEFOOT | SÃO PAULO

30/5, às 19h, no Teatro Aliança Francesa (Rua General Jardim, 182 – Vila Buarque, próximo metrô República). Informações: 11-3017.5699 r. 5602 / afcultural@aliancafrancesa.com.br

Debatedores: Flavio de Campos (USP), Patrick Mignon (INSEP-Paris) e Paul Dietschy (Université de Franche-Comté/Science Po-Paris)





13 de mai de 2014

CENTRO CULTURAL IBEU apresenta: BONDESOM (instrumental) - 15 de maio de 2014 (quinta-feira), às 19h. Entrada franca!

Distribuição de senhas 1h antes do show!






Após completar uma década de carreira, o sexteto instrumental Bondesom apresenta o show de pré-lançamento do seu novo disco "Três". São oito faixas autorais produzidas pela banda, com influências de artistas como Moacir Santos e Orquestra Rumpillez.

Este álbum marca uma maior maturidade musical da banda, promovendo o encontro entre a arte mais primitiva e essencial do toque do tambor com instrumentos modernos como guitarra, baixo elétrico e teclados eletrônicos. As participações especiais do sexteto de sopros Inventos, de formação erudita, e do percussionista D'ofono, que leva adiante uma tradição oral, enfatizam esse amálgama de diferentes culturas.

No Centro Cultural Ibeu, o grupo formado por Pedro Mann (baixo), Matias Zibecchi (percussão), Yuri Villar(sax/flauta), Gabriel Guenther (bateria), Pedro Silveira (guitarra) e Antonio Guerra (piano) apresenta Impressões,Nas quebradas, Cipó, Pitangueira, Ao tio Paco, Nascente, Café sem Açúcar, Guaratiba, além de versões de Trilhos Urbanos (Caetano Veloso), Super Mario Bros suite (Koji Kondo), Blackbird (Lennon/McCartney).

A apresentação é gratuita e terá início às 19h. Haverá distribuição de senhas na portaria do prédio do Ibeu 1h antes do show.

Conheça o trabalho do grupo: https://www.youtube.com/watch?v=rUpKY1aa8Xc&noredirect=1





CENTRO CULTURAL IBEU

Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690 - 11º andar - Auditório

Copacabana, Rio de Janeiro

Informações:

(21) 3816-9458 | cultural@ibeu.org.br






Exposição ''Resistir é Preciso'' no CCBB RJ


Exposição que marca os 50 anos da ditadura militar no Brasil (1964-1985) idealizada pelo Instituto Vladimir Herzog, apresentando as lutas pela reconstrução da democracia por meio das artes plásticas, obras de fotojornalismo, videodepoimentos e documentação do período.



A mostra reúne um expressivo conjunto de obras de arte e documentos históricos que apresentam a militância de artistas que denunciaram abusos e crimes da ditadura militar brasileira. Entre os painéis da exposição está a coleção de Alípio Freire, jornalista e ex-preso político, que reuniu obras de artistas plásticos como Sérgio Freire, Flávio Império, Sérgio Ferro e Takaoka – produzidas no período de cárcere, no presídio Tiradentes, em São Paulo.

A mostra traz também ilustrações de Rubem Grilo, ilustrador de publicações como Movimento, Opinião e Pasquim – da década de 1970 – e imagens dos fotojornalistas Luis Humberto e Orlando Brito, que têm importante participação nos registros da história do País. Ambos registraram fotos na ditadura que expressavam o cotidiano político brasileiro. Muitas dessas imagens foram censuradas e só mais tarde se tornaram conhecidas.

Curadoria de Fábio Magalhães.



Dia 12/2, às 18h30min – Palestra com o curador Fábio Magalhães e os co-curadores José Luis Del Roio e Vladimir Sacchetta.

Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas - Gabriele Nery (21)99676-9323


 



8 de mai de 2014

6ª edição do Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristóvão - Entrada Gratuita!



Venha fazer uma viagem pela história do Brasil! 
Nos dias 17 e 18 (sábado e domingo), das 10 às 16h, 
o Bairro Imperial de São Cristóvão será palco de mais uma edição do Turismo Cultural!



Uma mistura de ciência, diversão, cultura e conhecimento! Essa é a proposta do Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristóvão. Em sua sexta edição, o circuito acontece, no fim de semana dos dias 17 e 18 de maio, pelo famoso bairro da Zona Norte que abriga diversas instituições científico-culturais de grande importância histórica. Neste ano, o evento traz uma novidade: a participação do Centro Hípico do Exército, fundado em 1825, ainda no tempo do Império, quando servia de apoio às Cavalarias de Dom Pedro I.


O passeio tem como ponto de partida a Quinta da Boa Vista. Entre 10h e 16h, em intervalos regulares, ônibus sairão do parque com destino às instituições culturais do bairro. Exposições, seminários, oficinas, debates, visitas mediadas, exibição de filmes, espetáculos de teatro, dança e música são algumas das atividades especiais oferecidas pelas instituições participantes neste fim de semana. As atividades são totalmente gratuitas e voltadas para públicos de todas as idades.

Fazem parte deste roteiro cultural, o Museu Nacional, o Centro Hípico do Exército, o Museu Militar Conde de Linhares, o 1° Batalhão de Guardas, o Museu de Astronomia e Ciências Afins e o Club de Regatas Vasco da Gama. É importante ressaltar que o público pode parar nos pontos que desejar e visitar as instituições por quanto tempo quiser, pois, a todo momento, haverá ônibus para levá-lo de um local a outro.

O Turismo Cultural encerra as atividades da 12ª Semana Nacional de Museus, que tem como tema, neste ano, Museus: coleções criam conexões, buscando ressaltar a importância das coleções e a sua valorização. Promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), a Semana, que acontece de 12 a 18 de maio, celebra o Dia Internacional dos Museus (18 de maio), criado em 1977, pelo Conselho Internacional de Museus (Icom), objetivando dar visibilidade e valorizar o papel dos museus no desenvolvimento da sociedade.

Serviço

Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristovão

Dias 17 e 18 de maio
De 10h às 16h
Saída: Quinta da Boa Vista

Museu Nacional/UFRJ
Quinta da Boa Vista. Dias 17 e 18, das 10 às 16h
- Inauguração das exposições "Kumbukumbu: África, Memória e Patrimônio" e "Móveis da Monarquia".
- Mostras e oficinas: Coleção no Parque; Bichos pra ver, tocar e aprender; O Museu já foi Palácio e Onde Tudo Começou.
- Esquete teatral: Conexão Egito (11h e 15h)

Centro Hípico do Exército
Avenida Bartolomeu de Gusmão, 453. Dias 17 e 18 das 10 às 16h

- Visitação às instalações do Centro Hípico do Rio de Janeiro;
- Apresentação de uniforme histórico;
- Apresentação da Banda do 2º Regimento de Cavalaria de Guarda (11h e 15h).

Museu Militar Conde de Linhares
Av. Pedro II, 383. Dias 17 e 18 das 10 às 16h

Visitação mediada nos salões de exposições permanentes que narram a História Militar desde o período colonial até os dias de hoje.
Em destaque a galeria com efeitos especiais. No domingo, o Museu abriga mais uma edição do “Encontro de Veículos Antigos” e o espetáculo "Curta com Teatro".

1º Batalhão de Guardas
Avenida Pedro II, 158. Dias 17 e 18 das 10 às 16h

- Exposição de viaturas e motocicletas militares;
- Exposição de uniformes históricos;
- Apresentação da banda de música: 11h30 e 15h00;
- Apresentação dos cães de guerra: 11h00 e 15h30;
- Exposição do acervo histórico do batalhão.

Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST)
dia 17: 10h às 20h
dia 18: 10h às 16h

Dia 17
De 9h às 16h - Visitas Orientadas
De 9h às 16h - Planetário Inflável
16h - Oficina: A forma da órbita da Terra
De 10h às 17h - Observação do Sol
15h e 18h - Espetáculo teatral: O julgamento do macaco
De 17h30 às 20h - Observação do Céu*
* No dia 17, das 16h às 20h, os ônibus sairão direto para a Estação do Metrô de São Cristóvão.

Dia 18
De 9h às 16h - Planetário Inflável
De 9h às 16h - Visitas Orientadas
De 10h às 17h - Observação do Sol
16h - Oficina: Medindo o tempo: O relógio de Sol
15h e 18h - Espetáculo teatral: O julgamento do macaco


Club de Regatas Vasco da Gama
Rua Gal. Almério de Moura, 131. Dia 17 e 18, das 10h às16h*.

10h às 16h – Visitas Guiadas pelas Dependências Históricas do Clube:
Salão de Troféus (um dos destaques Troféu Constantino, é uma referência da luta do Vasco a favor da igualdade social e racial); Social do Clube, Tribuna de Honra (onde poderá tirar foto no mesmo lugar onde o Presidente Getúlio Vargas ditou as primeiras leis Sociais do Brasil), Capela N.S. das Vitórias, vista do Campo Oficial do Vasco.

14h às 15h – sessão de autógrafos com jogadores históricos do Clube.

*O estatuto do Clube veta o acesso em suas dependências com vestimenta de qualquer outro Clube do Brasil.

Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas - Gabriele Nery (21)99676-9323


7 de mai de 2014

"AQUI MESMO - Niterói vista pelas lentes de Pedro Vasquez"- lançamento do catálogo da exposição no ESPAÇO CULTURAL CORREIOS NITERÓI






Divulgação Cultural
Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas na Zona Sul do RJ.Em bares, restaurantes, Centros Culturais, Livrarias e Escolas de Artes, Cinema, Musica, Teatro. Relatório Completo com fotos da Divulgação e Roteiro entregues durante o andamento da Divulgação.


Agenda Cultural RJ - Gabriele Nery (21)99676-9323 / 99673-4350









CENTRO CULTURAL IBEU apresenta Mariana Baltar e o show Tresvarios - 08 maio (5ª f) às 19h.


Evento gratuito.
Distribuição de senhas 1h antes do show.
















Desde 2010 Mariana Baltar participa de projetos envolvendo jovens compositores da MPB. Em 2012, cantou parte desse repertório no show Música Exploratória Brasileira, no Le Poison Rouge (NY), e em seguida mergulhou na gravação do CD Tresvarios, com músicas inéditas da dupla Luiz Flávio Alcofra (que assina a direção musical) e Mauro Aguiar (compositor, cantor e violonista).

Em 2013, o show de lançamento do CD, apresentado em espaços como o Teatro Rival BR, Teatro Ipanema e Espaço Sérgio Porto, foi eleito um dos 10 melhores do ano por Daniel Achedjian, jornalista belga especializado em música brasileira.

No Centro Cultural Ibeu, Mariana interpreta temas inéditos da dupla Alcofra/Aguiar, passeando por um repertório de samba, choro, valsa, marcha-rancho e canção. No repertório estão também músicas que inspiraram a produção da dupla, como Basta de Clamares Inocência, de Cartola, e Luz negra, de Nelson Cavaquinho. A apresentação ainda conta com Sem par, Ponto Cego, Na mesma moeda, Capataz, Gênese, Estreito infinito, dentre outras composições do CD Tresvarios.

A apresentação é gratuita, com início às 19h. Distribuição de senhas na portaria do prédio do Ibeu 1h antes do show.

CENTRO CULTURAL IBEU

Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690 - 11º andar Auditório Copacabana, Rio de Janeiro

Informações: (21) 3816-9458 | cultural@ibeu.org.br http://centroculturalibeu.blogspot.com

Divulgação Cultural - Agenda Cultural RJ - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. 
Gabriele Nery (21)99676-9323 / 99673-4350 

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs