Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

29 de mai de 2015

MAST promove Observação do Céu e visita orientada pelo campus Nos dias 30 e 31 de maio, os visitantes do Museu de Astronomia terão oportunidade de participar do Programa de Observação do Céu, das sessões do planetário inflável e dar um passeio pelo maior conjunto arquitetônico do Brasil na área de astronomia. A entrada é gratuita!

No próximo fim de semana, dias 30 e 31 de maio, os visitantes do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) poderão participar de uma de suas atividades mais tradicionais, o Programa de Observação do Céu (POC). E ainda curtir as sessões do planetário inflável digital, dar um passeio pelo maior conjunto arquitetônico do Brasil na área de astronomia e conhecer as exposições do MAST. A entrada no Museu é gratuita!

No sábado, às 15h e 17h, haverá visita orientada pela instituição. Durante a visita pelos 40 mil m² do campus, um mediador revela a história dos grandes instrumentos instalados no MAST e ensina sobre o desenvolvimento da astronomia no Brasil. Em dias chuvosos, a atividade é substituída por uma visita mediada à exposição “As Estações do ano, a Terra em movimento”.


Às 16h, haverá sessões do Planetário Inflável Digital, conduzidas por um mediador do MAST, onde são projetadas imagens que simulam a noite estrelada e ensinam sobre o céu e seus movimentos. Durante a atividade, o espectador tem a oportunidade de observar e aprender sobre a dinâmica dos astros. Faça chuva ou faça sol, no interior do planetário o céu está sempre limpo. No domingo, haverá sessões às 15h, 16h e 17h.
E às 17h30, começa o Programa de Observação do Céu (POC) com a exibição de um vídeo tendo como tema a astronomia e as ciências afins. Em seguida, há a apresentação da palestra O Céu do Mês, onde o visitante poderá conhecer as principais constelações visíveis para aquela época do ano, suas principais estrelas e demais objetos como galáxias, nebulosas e aglomerados estelares.

Após essas apresentações, o público é convidado a dirigir-se para a área externa do Museu onde estão instalados os grandes telescópios ópticos. São utilizados basicamente dois equipamentos: a centenária Luneta Equatorial de 21 cm e um telescópio refletor 8 polegadas de abertura, mas outros instrumentos podem ser montados, dependendo da demanda do público.
O POC tem como objetivo despertar o interesse dos visitantes para a astronomia, dando a eles as informações mínimas para que a visita ao campus do MAST e a atividade de observar o céu sejam experiências valorizadas. Conduzida por um astrônomo ou mediador capacitado, a observação do céu é uma atividade de divulgação científica promovida pelo MAST, desde 1985, e está dentre os eventos mais procurados.

O POC acontece todas as quartas-feiras e sábados, das 17h30 às 20h. Nos dias chuvosos e nublados, não há observação do céu através de telescópios.
SERVIÇO

Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST)

Rua General Bruce, 586, Bairro Imperial de São Cristóvão

(21) 3514-5200

www.mast.br

Programação
Sábado, 30 de maio

Visita orientada

15h | 17h

Planetário Inflável Digital

16h

Programa de Observação do céu

17h30 às 20h

Domingo, 31 de maio

Planetário Inflável Digital

15h | 16h | 17h

Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes.
(21)99676-9323 (WhatsApp)
 agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj


  Instagram

5ª edição "Ato criador: tradição e contemporaneidade" - com Mario Biagini e Tatiana Motta Lima. Abertura: exibição do filme ‘Action in Aya Irini’ - Dia 02 de junho, terça‐feira - Horário:​1​​8h Entrada gratuita.

Encontro com Mario Biagini,  diretor do Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards e a pesquisadora Tatiana Motta Lima

Exibição do filme Action in Aya Irini de 1h e 15 min.

O quarto encontro do ciclo Ato Criador promove um debate sobre o Teatro de Vanguarda ou Experimental, com a presença de Mario Biagini, diretor associado do Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards, colaborador da pesquisa prática no domínio da “Arte como veículo” por mais de 20 anos. A mediação será feita por Tatiana Motta Lima, professora de interpretação da UNIRIO, autora do livro “Palavras Praticadas: o percurso artístico de Jerzy Grotowski”. O evento acontece no dia 02 de junho, terça-feira, no Oi Flamengo, Rio.

Site Ato Criador:
https://cicloatocriador.wordpress.com

SERVIÇO:
CICLO ATO CRIADOR - 5ª edição
"Ato criador: tradição e contemporaneidade" - com Mario Biagini e Tatiana Motta Lima.
Abertura: exibição do filme ‘Action in Aya Irini’. Duração: 1h15 min.
Dia 02 de junho, terça‐feira - Horário:​1​​8h
Entrada gratuita - retirada de senhas meia hora antes do evento.
Oi Futuro - R. Dois de Dezembro, 63 – Flamengo, Rio.
O evento conta também com a cobertura via streamming

Agenda Cultural RJ 
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes. 
(21)99676-9323 (WhatsApp) 
 agendaculturalrj@gmail.com 

 #agendaculturalrj

  Instagram

"Passinho Brazil - o espetáculo" faz apresentação gratuita na Arena Dicró O grupo mostra o surgimento do movimento do passinho através da dança O movimento do passinho cresceu e tomou conta das ruas e de diversos espaços cariocas. A partir disso, a Cia de Dança Passinho Brazil criou um espetáculo que conta, através das lembranças de um jovem, as influências e a origem desse movimento. A apresentação do grupo será no dia 30/05 (sábado), às 20h, na Arena Carioca Dicró. A entrada é gratuita.




A peça, que se passa numa comunidade, conta a história de um grupo de amigos ecléticos, formado por capoeiristas, passistas, dançarinos de frevo e do movimento hip hop. Esses amigos através da troca cultural juntam algumas referências e formam o passinho, uma manifestação de dança urbana genuinamente carioca que revela a diversidade e criatividade brasileira.

Passinho Brazil- o espetáculo 
Ficha técnica:
Direção e coreografia: Henrique Talmah
Dançarinos: Lucas Souza da Silva, Ygor Machado Bernardo, Jonas Brener Lopes Blant, Matheus Silva De Araújo, Roberto Carlos de Oliveira Junior, Luiz Antônio Rodrigues, Willian Santos Martins, Lucas Alves, Felipe Barros
Produção: BM Produções

Serviço:

Dia: 30/05 (sábado), às 20h
Local: Arena Dicró
Endereço: Parque Ary Barroso, Penha.
Tel.: (21) 3486-7643
Entrada gratuita
Classificação livre
Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes.
(21)99676-9323 (WhatsApp) 
 agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj

  Instagram

“Eu e Ela” estreia dia 29 de maio no Teatro Vannucci


Primeira incursão dramatúrgica de Guilherme Fiuza no teatro, a comédia “Eu e Ela” estreia dia 29 de maio no Teatro Vannucci com Cláudia Mauro no papel central.

Com direção de Ernesto Picollo, cenário de Clivia Cohen, luz de Tiago Mantovani e figurino de Maria Estephania, a peça fica em cartaz de quinta a sábado, 21h e domingo, 20h30 até o dia 21 de junho.  

ESTREIA VIP: 29 de MAIO
HORÁRIO: 21H
TEATRO VANNUCCI – SHOPPING DA GÁVEA.

Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes.
(21)99676-9323 (WhatsApp) 
 agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj

  Instagram

Cash Box faz baile no Circo Crescer e Viver A festa, em comemoração os 41 anos da equipe, será no dia 5/06 Uma das precursoras do Funk Carioca, a tradicional equipe Cash Box, vai comemorar seus 41 anos de sucesso no dia 5/06, sexta-feira, a partir das 17h, na lona do Circo Crescer e Viver. Os ingressos serão vendidos na bilheteria do Circo por R$ 20.

A equipe do lendário DJ Marcão foi contemplada no Edital do Funk, da Secretaria de Estado de Cultura, que incentiva a realização de bailes funks no Rio. A primeira edição no Circo Crescer e Viver promete emocionar o público, já que será uma festa comemorativa.
Os 41 anos da Cash Box serão comemorados com a participação de artistas da Velha Guarda do Funk que irão reviver o clima dos bailes do início do funk carioca das décadas de 1970 e 1980. "Estou animado para levar o Som Acima do Normal para o Crescer e Viver. Vai ser memorável", promete o DJ Marcão. Estarão presentes o Grandmaster Raphael, Dj FunkBoy, Ritmo de Favela, Imperadores da Dança e Camarote do Corte.
A parceria com o Circo Crescer e Viver surgiu a partir dos ideiais da instituição de unir arte e transformação social em seu picadeiro. A organização desenvolve ações nos campos da formação, produção, difusão e fruição das artes circenses e é hoje um empreendimento com atuação em todos os elos da cadeia produtiva do circo e das artes em geral.

Serviço:
Baile comemorativo da Cash Box no Circo Crescer e Viver
Data: 5/06, sexta-feira, a partir das 17h
Local: Circo Crescer e Viver 
Endereço: Rua Carmo Neto, nº 143- Cidade Nova (ao lado da estação Praça Onze do Metrô)
Ingressos: R$ 20 na bilheteria do Circo
Capacidade: 400 pessoas 

Agenda Cultural RJ 
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes. 

(21)99676-9323 (WhatsApp)

agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj

Instagram

27 de mai de 2015

Encontro com o artista: Miguel Paiva recebe público na Galeria Scenarium, neste sábado Neste sábado (30), o jornalista e cartunista Miguel Paiva estará na Galeria Scenarium para contar um pouco de sua trajetória profissional e falar sobre sua estreia nas artes plásticas.


Após mais de quatro décadas de carreira, Miguel realiza sua primeira exposição individual de obras de arte, a ‘Geometria Radical - do desenho ao desejo’, no térreo da Galeria.
Mantendo a mesma simplicidade gráfica e o mesmo sintetismo em grandes superfícies coloridas, as pinturas de Miguel Paiva percorrem o universo das mulheres em uma provável analogia com a natureza, detalham com recortes precisos as arenas esportivas e ainda estabelecem limites nos cenários cotidianos. A exposição conta com o apoio e a consultoria de Sérgio Gonçalves, proprietário da Sérgio Gonçalves Galeria.
Ao todo, a mostra é composta por 23 quadros pintados em acrílico sobre tela e lápis de cor, com tamanhos que variam até 2 m X 1,50 m de altura. “Usei telas maiores porque elas suportam melhor essas superfícies coloridas, com curvas e linhas determinantes de cada universo, e rompem simbolicamente os limites dos quadrinhos, nos quais trabalhei meus últimos 40 anos”.
O histórico casarão, totalmente restaurado e situado no coração do Rio Antigo, foi escolhido pelo artista para expor suas obras em razão da riqueza de contrastes presentes no lugar. “A Galeria Scenarium vem se firmando como um espaço de arte que conta com um acervo permanente da coleção Azul Cobalto – Azulejos e Memórias (2º e 3º pisos) e, simultaneamente, recebe exposições de arte contemporânea no piso térreo”, comenta Plínio Fróes, sócio do Grupo Scenarium.

Galeria Scenarium – “Geometria Radical - do desenho ao desejo”
Encontro: 30 de maio, a partir das 15h
Exposição: de 20 de maio a 28 de junho de 2015
Horário: 13h às 19h
De terça a sábado
Endereço: Rua do Lavradio, nº 15, Centro Antigo, Rio de Janeiro/RJ
Contato: (21) 2252.9138
www.galeriascenarium.com.br
Entrada franca!!!




Agenda Cultural RJ 
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes. 
(21)99676-9323 (WhatsApp)
 agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj

  Instagram

GISELA DE CASTRO ENCENA SEU PRIMEIRO MONÓLOGO, “EUGÊNIA” Espetáculo dirigido por Sidnei Cruz está em cartaz no Teatro Maria Clara Machado, na Gávea. Até 31/05

O público carioca vai conhecer outra parte da história de Dom João VI.  Em cartaz no Teatro Maria Clara Machado, no Planetário da Gávea, a comédia “Eugênia”, tem texto de Miriam Halfim e direção de Sidnei Cruz. Com horário de sexta a domingo, às 20h30, a peça traz a atriz Gisela de Castro em seu primeiro monólogo como Eugênia José de Menezes, filha do governador de Minas Gerais, que teve um romance com Dom João VI, engravidou e foi expulsa da Corte, sendo exilada num convento. O projeto foi contemplado no Programa de Fomento à Cultura Carioca, da Secretaria municipal de Cultura. A temporada vai até 31 de maio.
A partir de uma ampla pesquisa histórica, a escritora Miriam Halfim criou o texto onde Eugênia conta, com muito humor e ironia, sobre seu envolvimento com o Príncipe Regente de Portugal. Conhecido por seu desleixo corporal e apetite voraz para devorar um frango assado inteiro, Dom João marcou seu nome na história – ora como covarde e preguiçoso, ora como um generoso monarca, amigo do povo, que deixou importante legado para o Brasil. Entre os livros usados como material bibliográfico para a encenação, estão “O português que nos pariu”, “1808”, “Carlota Joaquina, a rainha devassa”, “1822” e “O segredo da bastarda”.
Gisela, na pele da personagem que emerge do mundo dos mortos para contar sua versão dos fatos históricos, revela os meandros da nobreza, as farsas dos governantes e as artimanhas para abafar um escândalo real: do romance entre a jovem e o príncipe, nasce uma bastarda, que vive por vários anos no claustro de um convento distante.
A peça pretende discutir o papel da mulher na formação da identidade brasileira, levantando questões de gênero ao longo da história, mas lançando um olhar contemporâneo sobre a mulher do final do século XVIII e início do XIX. Quem foi Eugênia – bela, sedutora, amada, usada, grávida, confinada em um convento? O intuito é revelar o feminino oculto e velado dentro de uma sociedade machista. O que significava/significa ser esposa, amante, concubina, mãe, freira, escrava, prostituta, bastarda? O Brasil é uma nação de Bastardos? A ideia é revelar ao público a história inédita dessa mulher – cujo enredo conta muito da história do Brasil, vista por de trás dos panos.
A história real é um verdadeiro folhetim que, na peça, vira uma saga recheada de sedução, com espírito de aventura, cuja discussão perpassa tanto pelo trágico como pelo cômico.
O diretor – Sidnei Cruz é dramaturgo, diretor, gestor cultural e, atualmente, gerente de Cultura da Escola Sesc. Criador dos projetos Palco Giratório: Rede Sesc de intercâmbio e difusão das Artes Cênicas e Dramaturgia e mestre em Bens Culturais e Projetos Sociais, ele publicou o livro "Palco Giratório, uma difusão caleidoscópica do teatro" e ainda realizou, no Sesc/DN, interlocuções para o programa de TV "conversa sobre as artes" com vários artistas. Suas mais recentes encenações são:  "Relicário" e "Beco do Bandeira" (com o Bando Filhotes de Leão), "O Samba Carioca de Wilson Baptista", "O Auto da Compadecida" (com a Cia Limite 151), além da supervisão cênica de "Chico Prego" (com o grupo Makuamba-ES)
A atriz – Gisela de Castroé atriz profissional desde 1999 e trabalhou com os diretores Márcio Vianna, Domingos Oliveira, Diego Molina, Michel Bercovitch, Paulo Hamilton, Antonio Quinet, Gilberto Gawronski, Moacir Chaves, Bianca Byington e Luís Igreja.  Entre os trabalhos realizados estão “As três irmãs”, de Tchekhov (dirigido por Morena Cattoni), “Os Sapos” (com texto e direção de Renata Mizrahi), “Sarau das Putas” (com dramaturgia e direção de Ivan Sugahara) e “Linha Reta e Linha Curva”, de Machado de Assis (direção Dudu Sandroni).  Entre os infantis, destacam-se “Joaquim e as estrelas”, de Renata Mizrahi e “Bisa Bia, Bisa Bel”, de Ana Maria Machado – nove indicações a prêmios.  No cinema atuou nos longas "Quase Dois Irmãos", de Lúcia Murat e "Mulheres do Brasil", de Malu de Martino.  Como produtora, assinou a produção e codirigiu "O Pequenino Grão de Areia" de João Falcão – Prêmio Zylka Sallaberry de melhor espetáculo de 2006 e “Procura-se Hugo”, de Diléa Frate, com a Companhia do Gesto.
Sinopse: 
Eugênia José de Menezes, filha do Governador de Minas Gerais no final do século XVIII, engravida de Dom João VI e, para evitar escândalos, é banida da corte. Ela volta do mundo dos mortos para relatar a sua versão dos fatos, ironizando a atualpolítica no Brasil.

FICHA TÉCNICA
Texto - Miriam Halfim
Direção - Sidnei Cruz
Interpretação - Gisela de Castro
Direção musical, composição e execução - Beto Lemos
Cenário - José Dias
Figurino, adereços e design de aparência - Samuel Abrantes
Iluminação - Aurélio de Simoni
Direção de Produção - Maria Alice Silvério
Assistente de Direção - Viviane Soledade
Assistentes de Produção - George Luis Prata, Anderson Kiroviski e Carolina Godinho
Assistente de Figurino - Rosa Ebee
Preparação Corporal - Morena Cattoni
Preparação Vocal - Verônica Machado
Fotos e Programação Visual - Thiago Sacramento
Assessoria de Imprensa - Armazém Comunicação

SERVIÇO:
Eugênia
Horário: sexta, sábado e domingo, às 20h30
Teatro Maria Clara Machado (Planetário da Gávea)
Endereço: Rua Padre Leonel Franca, 240, Gávea
Tel: 274-7722 
Ingressos: inteira R$ 30,00, meia R$ 15,00
Capacidade: 120 pessoas
Duração: 55 min
Classificação: 14 anos
Gênero: Comédia 
Temporada: de 11 de abril a 31 de maio de 2015

Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes. 
(21)99676-9323 (WhatsApp) 

 agendaculturalrj@gmail.com 

 #agendaculturalrj 

  Instagram

Amanhã, dia 28/05 no TEATRO RIVAL PETROBRAS - RODRIGO VELLOZO E NAVE DE PRATA


Dois nomes da nova geração da Música Popular Brasileira resolveram se unir para comemorar momentos importantes de suas carreiras. Rodrigo Vellozo e a Nave de Prata prometem emocionar e contagiar o público, num show autoral e que também homenageará Benito di Paula e a banda 14 Bis, nomes importantes na carreira desses novos artistas.
Nascido em São Paulo, em 1982, o aquariano Rodrigo Velozzo começou a cantar muito jovem. Filho de Benito di Paula – um dos maiores sambistas do Brasil, Rodrigo desenvolveu a paixão pela música intuitivamente, já que cresceu em uma família de músicos. Em 2015, Rodrigo lança seu primeiro DVD Ao Vivo e, mais maduro musicalmente, estabelece uma nova sonoridade, mais pop. Lançando seu mais novo CD e DVD, seu primeiro single “O Amor”, com o videoclipe da canção ultrapassando 100 mil visualizações no YouTube. O segundo single é a faixa “Pra Onde Vou” e o videoclipe recém-lançado mostra as imagens captadas na gravação do DVD, que aconteceu no mês de dezembro em São Paulo.
Já a banda carioca “Nave de Prata” comemora seus 10 anos de estrada e prepara a gravação do 2° CD da banda, intitulado “Nave 10 anos”. Suas principais influências são a banda mineira 14 Bis, Flávio Venturini, o histórico Clube da Esquina e A Cor do Som. Recentemente, a banda promoveu a abertura de alguns shows do 14 Bis, realizados no Rio de Janeiro, no Teatro Carlos Gomes, e em lonas culturais espalhadas pela cidade. A Nave lançou a canção “Viajante Solitário”, que estará no CD de comemoração aos 10 anos,  tendo sido, esta, produzida por Mú Carvalho, da lendária banda  “A Cor do Som”, tendo seu videoclipe alcançado mais de 40 mil visualizações no youtube.


Serviço: 
Rodrigo Vellozo e Nave de Prata
Teatro Rival Petrobras
Dia 28 de maio, quinta – feira,  às 19h30
Rua: Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia -  Tel.:2240-4469
Preço:
Setor A / Setor B / Mezanino
R$  50 (Inteira)
R$  35  (Promoção para os 200 primeiros pagantes)
R$  25 (Meia-entrada)

Classificação: 16 anos
Capacidade: 458 lugares

Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! 
Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes.
 (21)99676-9323 (WhatsApp)

 agendaculturalrj@gmail.com 

 #agendaculturalrj Instagram

BazaRosa festeja 21 edições com especial de dia dos namorados Chegando a sua 21ª edição, o BazaRosa, feira bimestral de moda que acontece na Ilha do Governador, faz dessa vez uma homenagem especial aos namorados com o tema “In Love”, com presentes especiais para os casais.


O evento, que começou em 2012, terá 33 expositores das mais variadas áreas, como moda feminina, masculina, infantil e íntima, além de acessórios, decoração e gastronomia. Excentric Acessórios, Calcinha da Rainha - desenvolvida pela estilista Renata Rollemberg -, Mariah Flor e Mashup são algumas das marcas participantes. Outra aposta é a presença da grife D'SAMBA, bem conhecida do público carioca, ela veste muitos famosos do mundo do samba e sempre traz novidades com ligação do samba e do universo do Rio de Janeiro.
Para os selfiemaníacos, esta edição, em parceria com o Instationgram, vai proporcionar ao cliente que fizer uma selfie em tempo real e marcar a hashtag #bazarosainlove uma foto instantânea no evento. Haverá também sorteios de brindes das marcas.
Raphaella Campos, idealizadora do BazaRosa, destaca que o evento é uma opção para quem não quer deixar de presentear o namorado ou a namorada em um clima descontraído e ainda economizar em época de crise. “Somos uma ótima opção para quem busca entretenimento diferenciado, compras e preço justo. Todas as marcas terão preços promocionais e bastante variedade.”
Tudo acontece no primeiro fim de semana de junho, nos dias 6 e 7, das 12h às 20h, e a entrada é gratuita. O evento será na Boate Provisório Club, que tem capacidade total para 600 pessoas e fica na Praia da Bica - 39 - Jardim Guanabara - Ilha do Governador.
Mais informações pelo: (21) 97279-5126

Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes.
 (21)99676-9323 (WhatsApp) 
 agendaculturalrj@gmail.com 

 #agendaculturalrj

  Instagram

Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu apresenta o filme "Fala tu" A sessão, que faz parte do Cineclube ELC, acontecerá no dia 29/05, às 18h, na Praça de Austin

A Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu estreou o Cineclube ELC e nesta sexta-feira (29/05), às 18h, levará o filme "Fala tu", de Guilherme Coelho para a Praça de Austin. A exibição é gratuita. Os filmes selecionados dialogam com a temática da cultura urbana e juventude.

O filme acompanhou o cotidiano de três moradores da Zona Norte carioca que tem comum a paixão pelo rap e testemunhou sonhos, dramas e transformações vividas pelos personagens durante os nove meses de gravação. 

Além da exibição, o evento contará com um pocket show do grupo de rap #ComboIO de Nova Iguaçu, que venceu o Take Back the Mic, considerada a Copa do Mundo do Hip Hop, o que torna a programação ainda mais rica.

Sobre a Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu

A Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu, fundada em julho de 2006, é a primeira escola de audiovisual da Baixada Fluminense. Localizada no bairro de Miguel Couto em Nova Iguaçu, sob a gestão da OSCIP Avenida Brasil Instituto de Criatividade Social, o projeto é dirigido pelo cineasta e diretor teatral Marcus Vinícius Faustini.

Em 2012, com a mudança para Austin, a ELC iniciou um novo ciclo e agora conta com uma gestão colaborativa na qual o Cineclube Buraco do Getúlio, a ONG Laboratório Cultural, o Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense e o Cineclube Mate com Angu contribuem com mobilização e produção..

Serviço:
Cineclube ELC
Dia: 29/04 (sexta-feira), às 18h
Filme: "Fala tu", de Guilherme Coelho 
Local: Praça de Austin- próximo à Estação de Trem, em frente ao mercado Novo.

Agenda Cultural RJ 
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes. 
(21)99676-9323 (WhatsApp) 

 agendaculturalrj@gmail.com 

 #agendaculturalrj

  Instagram

26 de mai de 2015

TEATRO RIVAL PETROBRAS APRESENTA SAMANTHA SCHMÜTZ & BANDA DIA 29/05 ÀS 21h.

Além de um dos grandes nomes do cenário humorístico do Brasil, Samantha Schmütz  também é uma grande cantora. E, com um repertório pop, que vai de Beyoncé a Madonna, ela se apresentará com a banda Brasov, no Teatro Rival Petrobras, dia 29 de maio, às 21h. Com a direção de Paulo Gustavo, o projeto nasceu da relação da atriz com os músicos, que começaram a trabalhar juntos no programa “Não tá fácil pra ninguém”, protagonizado por ela, no Multishow.
Nascida em Niterói, Samantha ganhou projeção nacional em 2007, quando passou a fazer parte do elenco principal do “Zorra total”, onde permaneceu até janeiro de 2013. Antes disso, atuou em peças dramáticas e de humor, como o sucesso “Surto” e fez participações em seriados e novelas, como “Pé na jaca”. No cinema, atuou no longa “Minha mãe é uma peça”.
A banda Brasov, criada em 1998, é conhecida no cenário musical por suas apresentações performáticas e por tocar um pouco de tudo, desde música cigana do Leste Europeu a clássicos de Roberto Carlos. Seus músicos, Daniel Vasques (saxofone), Luiz Antônio (teclado), Fabiano Krieger (guitarra), Felipe Rocha (trompete), Lucas Marcier (baixo) e Raphael Miranda (bateria e percussão), já tocaram com grandes estrelas nacionais pelo mundo.

Repertório
Everything is everything – Lauryn Hill
Family Affair – Mary J. Blige
Bang Bang – Nancy Sinatra
She is not me – Madonna
Tightrope – Janelle Monae
Give me one reason – Tracy Tchapman
Royals – Lorde
Party – Beyoncé
I want u back – Jackson 5
Smooth operator – Sade
Back to black – Amy Winehouse
Valerie -Amy Winehouse
Nao existe amor em Sp – Criolo
All right – Jamiroquai
I will survive – Gloria Gaynor

Serviço:
Teatro Rival Petrobras
Dia 29 de maio, sexta-feira, às 21h
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia - Tel.:2240-4469
Preço:
Setor A /  Setor B / Mezanino:
R$ 80 (Inteira)
R$ 60 (Promoção para os 100 primeiros pagantes)
R$ 40 (Meia-entrada)

Classificação: 18 anos
Capacidade: 458 lugares
Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes. 
(21)99676-9323 (WhatsApp) 
 agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj

faclubesamanthaschmutz.blogspot.com.br

Edição comemorativa de um dos mais conceituados projetos culturais alternativos e gratuitos da cidade: o Geringonça Relembrando a última década, a edição especial “Grande Encontro Geringonça” será neste sábado, a partir das 16h, no Sesc Tijuca


Jorge Mautner, Céu, Fausto Fawcett, MV Bill, Otto, Pedro Luís, BNegão, Carlos Malta, Geraldo Carneiro, Nicolas Krassik, Paulinho Moska e Chacal, entre tantos outros artistas, são alguns dos nomes de destaque do cenário artístico nacional que já passaram pelo palco do Geringonça, dividindo espaço com novos talentos que encontram ali uma oportunidade para mostrar o que estão produzindo. Poucos projetos que englobam diversas linguagens artísticas sobrevivem por tanto tempo no cenário cultural da cidade. O Geringonça, que realiza grandes encontros artísticos alternativos e gratuitos no Sesc Tijuca há mais de 10 anos, já faz parte da agenda da cidade. E está com mais fôlego que nunca. Por ele já passaram mais de 40 mil pessoas, incluindo os artistas acima citados. Para relembrar e comemorar mais de uma década de múltiplas apresentações artísticas, ocupações, shows, exposições, peças, recitais e diversas atividades educativas, o Sesc Tijuca preparou uma grande celebração para o próximo sábado, dia 30/5, a partir das 16h, com entrada franca. O “Grande Encontro Geringonça” reúne diversos artistas e públicos que participaram das múltiplas edições do projeto em sua primeira década de existência.

Para saborear a diversidade cultural, o Coletivo Quermesse oferece uma deliciosa degustação de quitutes e uma ótima seleção musical com DJs como Eloy Vergara, Jailson Alves (Jada) e Lucas Porto (Jota). Com eles, Alander, um designer que transforma peças de tecelagem tradicional em um trabalho totalmente autoral. Seu caminho nas artes inclui participação em alguns coletivos e ações, além de parcerias com nomes como Mack, Toz, Big e Felipe Bardy ou até mesmo o balanço Bilanx, feito em conjunto com os designers + Guilherme Sass + Rodrigo Calixto e premiado no Salão Design Casa Brasil 2013.

Serviço:

“Grande Encontro Geringonça”

Sesc Tijuca – Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca.

Tel.: 3238-2139

Data: 30/05.

Horário: 16h.

Valor: Gratuito

Classificação etária: Livre


Agenda Cultural RJ

Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes.

(21)99676-9323 (WhatsApp)

agendaculturalrj@gmail.com

#agendaculturalrj

Espetáculo de improvisação "Segredos" se apresenta na Arena Jovelina Pérola Negra - Nos dias 30 e 31/05, às 19h, o público poderá interagir de forma direta na peça, através da sugestão dos temas

 Na peça "Segredos" o público escreve em papéis anônimos algum momento íntimo ou revelação que são depositados numa urna e encenados durante o ato. As apresentações serão nos dias 30 e 31/05, sempre às 19h, na Arena Jovelina Pérola Negra. Além disso, o grupo vai oferecer uma oficina de improviso antes das sessões, às 15h. A entrada é gratuita e a classificação é 12 anos. 

Quando começa o espetáculo as confissões do público são lidas e servem de inspiração para a encenação de cada cena. Ao longo da apresentação novos segredos são retirados da urna e utilizados nas performances individuais e de grupo, assim as histórias são entrelaçadas de forma surpreendente.

"O prazer pessoal e único de ter seu segredo lido e usado pelos atores é ao mesmo tempo libertador e empolgante, pois a cada vez que um dos atores retira um segredo da urna, todos na platéia pensam: "Será que agora é o meu?" E se for, só ele, o autor, saberá disso. Só ele saberá o que os outros pensam da sua confissão"- afirma o ator e diretor da companhia, Claudio Amado. 

Ficha técnica: 
Direção: Ana Paula Novellino, Claudio Amado, Luca de Castro e Vinicius Messias 
Atores: Ana Paula Novellino, Cláudio Amado, Cecília Vaz, Ivan Fernandes, Lola Borges, Luca de Castro, Pedro Figueiredo, Tuila Jost e Vinicius Messias 
Sonoplastia e trilha sonora: Taiyo Omura 
Iluminação: Cristiano Gonçalves 
Coordenação geral: Vinicius Messias 
Realização: Cia. Teatro do Nada 

Serviço:
Data: 30 e 31/05
Oficinas: Às 15h
Apresentações: Às 19h
Local: Arena Jovelina Pérola Negra
Endereço: Praça Ênio S/N, Pavuna 
Telefone: (21) 2886-3889
Capacidade: 330 pessoas
Classificação: 12 anos

Entrada gratuita!!!

Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes.
(21)99676-9323 (WhatsApp)
 agendaculturalrj@gmail.com 

 #agendaculturalrj


25 de mai de 2015

Cláudia Mauro reestreia a comédia “Eu e Ela”, texto inédito de Guilherme Fiuza, dia 29 de maio no Teatro Vannucci Com direção de Ernesto Picollo, espetáculo marca a estreia do autor Guilherme Fiuza no teatro.

Primeira incursão dramatúrgica de Guilherme Fiuza no teatro, a comédia “Eu e Ela” reestreia dia 29 de maio no Teatro Vannucci com Cláudia Mauro no papel central.

Com direção de Ernesto Picollo, cenário de Clivia Cohen, luz de Tiago Mantovani e figurino de Maria Estephania, a peça fica em cartaz de quinta a sábado, 21h e domingo, 20h30 até o dia 21 de junho.  

Conhecido por suas crônicas políticas e sucessos editorais como “Meu nome não é Johnny” e “Bussunda / A vida do Casseta”, Fiuza escolheu um tema um tanto quanto inusitado para sua estreia teatral: a barata. Esqueçam qualquer tipo de alusão intelectual ou questionamentos infindáveis que remetam a Kafka ou Clarice Lispector. Trata-se de um divertido e angustiante encontro entre uma mulher de meia idade e o inseto odiado por dez entre dez mulheres. Sozinha em seu apartamento, Bárbara aguarda notícias do marido, enquanto monitora por telefone os passos da filha adolescente e resolve questões de trabalho por email. Não seria uma noite muito diferente de tantas outras não fosse a presença do inseto asqueroso que a encurrala em seu apartamento e ao longo da história a deixa histérica – trazendo à tona o fracasso de seu casamento, a insatisfação com o emprego e consigo mesma.

- Essa história, mais do que uma comédia rasgada, é uma crônica sobre a solidão feminina. A relação das mulheres com a barata sempre me chamou atenção. É mais do que nojo e medo, é quase um fetiche ao contrário. A peça não é cabeçuda, é prosaica. O simbolismo brota da banalidade. O teatro é o mais poderoso para você arbitrar aquela situação limite e aprisionar toda a plateia naquela situação – Conta Guilherme Fiuza, que em seu vasto currículo inclui a co-autoria do seriado “O Brado Retumbante”, da TV Globo.

Aos 45 anos, casada e mãe de um casal de gêmeos de três anos, Cláudia Mauro praticamente emendou um trabalho atrás do outro em 2014. Integrou o elenco da novela “Em Família”, da TV Globo, participou do espetáculo “Randevu do avesso” e inicia 2015 com grande expectativa com a sua protagonista.

- Tive uma identificação muito rápida com a personagem e com o texto do Guilherme - que é genial! Confio nele e gosto de tudo o que ele escreve. Me sinto muito à vontade em cena. E trabalhar com o Neco é maravilhoso. É um diretor muito criativo, sensível, cuidadoso e com muito bom humor, uma pessoa que gosta de rir! Um diretor que sabe se comunicar muito bem com o publico, que faz o texto chegar da melhor maneira possível. Era tudo o que eu queria e precisava nesse momento da minha vida. Me sinto preparada pra isso – Diz Cláudia.

A atriz exibe grande preparo físico para enfrentar a ação frenética do espetáculo. Sua personagem salta, rasteja e anda por cima dos móveis, no duelo às vezes real, às vezes delirante com a barata. Claudia Mauro ainda mostra seu talento de bailarina em número musical composto por Fiuza em parceria com a cantora Liah Soares especialmente para a peça.

O espetáculo ganha tons non sense com a participação especial dos atores Stella Brajterman e Andre Dale que se desdobram em papeis divertidos como o porteiro “Seu Zé”, os policiais acionados para exterminar o inseto e até a presença física da própria barata.

- Conheço a Clô desde a adolescência, mas incrivelmente nunca trabalhamos juntos. Esse é um desejo antigo que estamos realizando agora. Desde a primeira leitura vi que ela tinha o tom certo para a personagem. Vai da comédia ao drama rapidamente - Conta Ernesto Piccolo.

Fiuza teve a ideia do argumento em 2013 e mencionou-a casualmente numa conversa com Maitê Proença – que se tornou incentivadora do projeto e ajudou a produzi-lo. O autor contou ainda com o apoio dos diretores Moacyr Góes e Domingos de Oliveira, primeiros leitores do texto. Segundo Fiuza, talvez tudo não fosse além de um papo doido entre amigos sem a chegada da produtora Renata Paschoal (Forte Filmes): “Ela acabou com a conversa fiada e concretizou o projeto”.
  
Guilherme Fiuza - Autor
Jornalista e escritor, Fiuza é autor dos best-sellers “Meu nome não é Johnny”, “Bussunda – A vida do casseta” e “Giane – Vida, arte e luta”. Escreveu também os livros “3.000 dias no bunker”, “Amazônia, 20º andar” e “Não é a mamãe – Para entender a Era Dilma”. É articulista de “O Globo” e colunista da revista “Época”. A adaptação cinematográfica de “Meu nome não é Johnny” (direção de Mauro Lima) tornou-se a maior bilheteria nacional em 2008 e conquistou o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro em várias categorias. A minissérie “O brado retumbante” (TV Globo, 2012), da qual Fiuza é co-autor com Euclydes Marinho, Denise Bandeira e Nelson Motta, foi indicada ao Emmy Internacional 2013. O escritor agora leva para o teatro seu estilo de extrair humor das situações-limite, buscando nos conflitos psicológicos a melhor narrativa dos atos humanos.

Ernesto Piccolo - Diretor
Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 21 de junho de 1962. Aos 12 anos de idade, entra para O Tablado, de Maria Clara Machado. Aos 18 anos, quando fazia a peça “Nossa Cidade”, de Thorton Wilde, foi convidado por Janete Clair para fazer a novela “O Jogo da Vida”, na Rede Globo, marcando sua estreia na televisão. Aos 23 anos, começa a dar aula de teatro e também a acumular a tarefa de diretor.
Passa a ser um dos diretores mais ativos do teatro carioca, com diversos prêmios, sendo indicado duas vezes ao Prêmio Shell: melhor direção por "Divã" e na categoria Especial pelo desenvolvimento do projeto Oficinas de Criação de Espetáculo, que ele coordena e dirige no Centro de Artes Calouste Gulbenkian. Recebeu também o Prêmio Coca Cola pela direção do musical infantil "A Guerrinha de Tróia".

Claudia Mauro – Atriz
Atriz e bailarina, Cláudia Mauro estreou no teatro profissional em 81. Sua formação tem passagem pelo Tablado e CAL, no Rio de Janeiro, além de cursar a Faculdade de Letras na PUC/RJ. Também fez cursos de dança em Londres em 1986 e 1987.Dançou com Carlota Portella,Renato Vieira,Marly Tavares e Lennie Dale no Barsil. No teatro destacam-se: Splish Splash, musical de sucesso nos anos 88/89, o premiado Salve Amizade, de Flávio Marinho, Bodas de Papel, de Maria Adelaide Amaral, Caixa Dois, de Juca de Oliveira com direção de Fauzi Arapi, Nada de Pânico (Noises Off), tradução e adaptação de José Almino com direção de Enrique Diaz, Marco Nanini e Guel Arraes, A Flor do meu Bem-Querer, de Juca de Oliveira, dirigido por Naum Alves de Souza e OFF, de Manoel Carlos. Ainda no teatro trabalhou com Bibi Ferreira em DNA, nossa Comédia e José Possi Neto em O Baile.  Em 90 participou da Oficina de atores da TV Globo. Em seguida foi convidada para o humorístico Escolinha do Professor Raimundo, com a personagem D. Capitu, entre os anos de 91/94. Atuou em várias novelas e programas na Rede Globo, e em "Estrela de Fogo", na Record. Em 2013 escreveu e encenou seu primeiro texto “Randevu do Avesso”. Em 2014 Cláudia participou da novela “Em Família”, do espetáculo “Da vida das marionetes”, dirigido por Guilherme Leme e gravou participação no seriado “As Canalhas”, do GNT.  

Stella Brajterman - Atriz
Atriz, autora e diretora formada em Artes Cênicas pela UNIRIO e pelo Studio Fátima Toledo em Interpretação para Cinema e pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Entre os espetáculos que atuou estão “Formas Breves” de Bia Lessa, “Nós de Borboletas” de Emilio de Mello e Cris Moura, “A estranha viagem de Maria Cecilia” de Adriana Maia (2012) “Era uma Vez Cartas em Cena° com a Cia Teatro das Possibilidades, “Monólogos da Marijuana “ de Emilo Gallo, “Projeto K” de Marco Andre Nunes. Na TV atuou na novela Boogie Oogie (direção Ricardo Waddington)  Rede Globo e no seriado “Solteiros em Série” na MTV. No Cinema atuou nos longas “Diário de Tati” de Mauro Farias e “Praça Saens Peña” de Vinicius Reis além dos curtas”A Dama do Estácio” de Eduardo Ades, “No Muro” de Paula Sancier,  “Lagoa” de Valerio Fonseca. Como diretora e roteirista realiza o curta metragem “E o Mundo Todo ficou Roxo” lançado em 2012 no Festival de Cinema OCUBO no Centro Cultural da Justiça Federal (RJ). Como assistente de direção o curta metragem “O Tiro” de Felippe Cesar” e  “Batismo” de Andre Albuquerque. Foi preparadora de elenco e assistente no espetáculo “Barrela” de Paulo Gianini com Nós do Morro e preparadora de elenco do longa metragem “Pequeno Segredo” direção David Schürmann. Atualmente dirige o espetáculo “Concha” com texto de sua autoria, tendo feito sua estréia no Centro Cultural Midrash (RJ) em 2014.

André Dale - Ator
Ator do Grupo Conexão, que realiza intervenções teatrais frequentes no Hospital Hemorio. Entrou para O Tablado em 2002 e durante seis anos fez cursos com professores como Cacá Mourthé, Bernardo Jablonski e Hamilton Vaz Pereira. Participou de montagens como O rapto das Cebolinhas, O Cavalinho Azul e Maroquinhas Fru-Fru – peças de Maria Clara Machado. Também fez cursos com Judith Malina, Daniel Herz, José Celso Martinez Correa, Ana Achcar e Marcio Libar. Em 2006 ganhou prêmio de melhor ator pelo Festival Estadual de Esquetes de Humor do Rio de Janeiro com a cena Prachedes, de Rafael Queiroga. Em 2007 escreveu e dirigiu a peça Aramis e Júlia – uma historinha qualquer, encenada no Teatro O Tablado e no Teatro Laura Alvim. Em 2008 foi indicado ao prêmio Qualidade Brasil como melhor ator pela peça Valentin, com texto de Karl Valentin e dirigida por Cico Caseira, também indicado ao prêmio. Em 2009 e 2010 fez oficinas com Amir Haddad e participou da montagem de Escola de Moliéres, com o diretor. Em 2011 e 2012 integrou o elenco do Grupo Tá Na Rua, também dirigido por Amir Haddad, onde fez parte de diversos espetáculos públicos. Atuou em variadas obras televisivas como A Grande Família, Os Caras de Pau, e Duas Caras na TV Globo, e fez Judas na série Os Milagres de Jesus, da Rede Record. No cinema, atuou em Muita Calma Nessa Hora 2, de Felipe Joffily e no filme Tim Maia, de Mauro Lima.

SERVIÇO:

EU E ELA
Reestreia: 29 de maio de 2015
Local: Teatro Vannucci
Endereço: R. Marquês de São Vicente, 52 - Gávea
Temporada: Até 21 de junho.
Horário: Quinta a sábado, 21h - Domingo, 20h30
Ingresso: Quinta e sexta-feira 70,00 (inteira)  - Sábado e Domingo R$ 80,00 (Inteira)
Classificação: 14 anos
Duração: 60 min.
Gênero: Comédia
Capacidade: 400 lugares

FICHA TÉCNICA
Texto: Guilherme Fiuza
Direção: Ernesto Pícollo
Elenco: Cláudia Mauro, Stella Brajterman e Andre Dale
Cenário: Clivia Cohen
Figurino: Maria Estephania
Iluminação: Tiago e Fernanda Mantovani
Assistente de Direção: Dora Pellegrino
Assistente de Produção: Janaina Santos
Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias
Fotos: Desirée do Valle
Designer Gráfico: Eduardo Vilela
Produção: Renata Paschoal
Realização: Forte Filmes
Agenda Cultural RJ
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes. 
(21)99676-9323 (WhatsApp)
 agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs