Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Programação Infantil - Teatro - Musica - Recreação e muita alegria!

______________________________________________________


“A Viagem do Capitão Tornado” estreia dia 7 de julho no Teatro Sesc Tijuca, 20h

Livre adaptação do romance de Théophile Gautier, “Le Capitaine Fracasse”, expõe de forma curiosa e divertida, um pouco da vida dos artistas de um teatro ambulante.


Foto: Fábio Verini

O palco do Teatro Sesc Tijuca recebe a partir de 7 de julho o espetáculo “A viagem do Capitão Tornado”. A montagem, com adaptação e direção artística de Clovis Levi, é livremente inspirada no romance Le Capitaine Fracasse (O Capitão Fracasso), do escritor francês Théophile Gautier, ambientada na França do século 17, que retrata a realidade em que grupos e companhias teatrais vivem atualmente no Brasil.

Com sessões de sexta a domingo, 20h, os atores Adriano Pellegrini, Alexandre Menezes, Hayla Barcellos, Isabela Moss, João Rachid, José Araújo, Letícia Medella, Ricardo Teodoro e Ruy Carvalho contam a história de um grupo teatral miserável que, em busca de reconhecimento profissional e de novos palcos para suas apresentações, percorre Paris à procura de uma oportunidade. Juntos, os atores pedem abrigo em um castelo que acreditavam estar abandonado. Surpreendendo a todos, a propriedade pertence ao Barão de Signognac, um dos nobres que serviram a Carlos Magno, e cuja dinastia se viu à míngua devido à má administração dos bens de seus descendentes.

Os integrantes da companhia descobrem que, apesar de solitário e decadente, o Barão Signognac pode fazer com que eles sejam bem recebidos pela corte de Paris e ajudá-los a alcançar o tão almejado sucesso. Apaixonado por Isabelle, uma das atrizes, e entusiasmado com a possibilidade de uma nova aventura, ele aceita se juntar à trupe. O enredo torna-se ainda mais denso com a entrada do Duque de Vallombreuse, que também se apaixona por Isabelle e tem atitudes questionáveis, travando disputas e despertando dores e amores. Nesse percurso até Paris, é retratado o cotidiano de quem fazia teatro séculos atrás: sucessos e fracassos (com apresentações dos espetáculos da Commedia dell’arte que promoviam por onde passavam), romances em crise, mortes, fome, inveja, assaltos, a resistência, a cumplicidade, os duelos por amor e honra, as vulnerabilidades humanas, a solidão, as renúncias e o valor do trabalho solidário.


Para o diretor Clovis Levi, a peça, que cumpre temporada até o dia 30 de julho, é um retrato da realidade em que os grupos e companhias teatrais vivem hoje. Estamos no Século XXI, mas as dificuldades do nosso Teatro Brasileiro são as mesmas mostradas por Gautier, no século XIX. Tratar dessa questão, dessa dificuldade de se fazer teatro sem apoio, é uma forma de encorajar toda a classe artística para o ofício de ser ator no nosso país.

SERVIÇO
A Viagem do Capitão Tornado
Estreia: 07 de julho
Local: Teatro Sesc Tijuca
Endereço: Rua Barão de Mesquita- 539- Tijuca- Rio de Janeiro - Tel: 3238-2167
Temporada: De 07 a 30 de julho de 2017
Horário: Sexta, sábado e domingo - 20h.
Classificação: 14 anos
Duração: 90 minutos
Gênero: Comédia dramática
Ingresso: R$ 25,00 (Inteira) R$ 12,00 (Meia) e R$ 6,00 (Associado Sesc)
Capacidade do Teatro: 228 Lugares
Horário de funcionamento da bilheteria: Terça à Sexta das7h às 20h / Sábado e Domingo das 9h ás 20h


Ficha Técnica
Texto: Clovis Levi - a partir do romance de Théophile Gautier
Adaptação e Direção Artística: Clovis Levi
Elenco: Adriano Pellegrini, Alexandre Menezes, Hayla Barcellos, Isabela Moss, João Rachid, José Araújo, Letícia Medella, Ricardo Teodoro e Ruy Carvalho
Cenografia: José Dias
Iluminação: Aurélio de Simoni
Figurinos: Augusto Pessoa
Preparação Corporal: Marina Salomon
Preparação de Voz: Rose Gonçalves
Direção Musical: Raoni Costa
Assistente de Direção: Pâmela Jean e Carol Nemetala
Produção Executiva: Genese Produções, Panô Produções Artísticas.
Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias

______________________________________________________


CADÊ O FIM? - com o grupo ESCATUMPARATCHIBUM!

QUARTETO DE CONTAR

24/06 - SÁBADO – 11H

Um homem insatisfeito com o seu trabalho, que sempre vê no trabalho do outro uma oportunidade maravilhosa para viver melhor, sem fazer grandes esforços; um filho que, estando na dúvida entre jogar futebol na rua ou no videogame, consulta o pai e recebe detalhadíssima orientação sobre os problemas que podem ocorrer, dependendo da escolha que fizer; uma formiguinha fofoqueira, que ao invés de buscar comida e voltar para a sua casa, fica arranjando assunto com todo mundo, até passar por algo inesperado. Esses são os três contos do espetáculo “Cadê o Fim? ”, que ganha esse nome, pelo fato de serem contos embalados pela repetição de suas ideias, que giram, giram e parecem não sair do lugar.

FICHA TÉCNICA

Pesquisa/ Roteiro/ Músicas /Adaptação de texto / Elementos de cena: CRIAÇÃO COLETIVA

DIREÇÃO: DANIEL LEUBACK BABI CASTRO - Violão

DANIEL LEUBACK - Percussão FÁTHIMA RODRIGUES - Acordeom

MARCELA GALVÃO - Percussão

DIREÇÃO MUSICAL - FÁTHIMA RODRIGUES

Produção: - Fáthima Rodrigues e Marcela Galvão Fotos: - Ana Christina Gama

Duração: 50 min

Ingressos: R$30,00 (INTEIRA) / R$15,00 (MEIA OU COM FLYER NO CELULAR) / R$10,00 (COM FILIPETA)

Local: Teatro  - Classificação: Livre.

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas

Rua Murtinho Nobre 169 – Santa Teresa Tel: 21 2221 -0621

***A BILHETERIA ABRE 1H ANTES DO INÍCIO DO ESPETÁCULO.

***ACEITAMOS PAGAMENTO SOMENTE EM DINHEIRO




_______________________________________________


Mundo Infantil BarraShopping

Programação infantil gratuita de Junho

Dia 25/06 – “O Gato de Botas”



No próximo domingo, dia 25 de junho, a partir das 16h, a criançada poderá se divertir com oficinas de desenho, pintura, massinhas. Às 17h, haverá a apresentação do clássico infantil “O Gatos de Botas”, produzido pela Cia. Infocus.

Chamado de “Mundo Infantil”, a programação infantil do BarraShopping acontece sempre aos domingos à tarde, na área da sétima expansão, nível Lagoa, e vem recheada de atividades gratuitas para entreter a garotada.

Sinopse “O Gato de Botas”:

A história começa com um camponês faminto, triste e insatisfeito ao saber que o pai, ao morrer, lhe deixa apenas uma capa, um par de botas e um gato, que não lhe serve para nada. Mas, aos poucos ele descobre que este gato pode ter muita serventia. É o Gato de Botas quem o leva a conquistar o amor de uma princesa, ficar rico e ser muito feliz. Mas, é claro que nada é tão fácil assim de conseguir. Uma malvada feiticeira, dona da maioria das terras e do castelo mais bonito do reino, está no caminho deste esperto gato. Será que o gato consegue derrotar a feiticeira e ajudar o pobre camponês? O final é cheio de surpresas e emoções.


Serviço:

Mundo Infantil BarraShopping – “O Gato de Botas”
Data: dia 25 de junho, domingo
Horário: das 16h às 18h
Classificação: livre
Local: Avenida das Américas, 4.666 - Barra da Tijuca – nível Lagoa

Gratuito

Informações: (21) 3089-1051
Facebook: www.facebook.com.br/BarraShoppingOficial

Instagram: www.instagram.com/barrashoppingoficial


Twitter: @barrashoppingrj

___________________________________________________________

“MAKURU – Um musical de ninar”
José Mauro Brant e Tim Rescala promovem um encontro da cultura popular com o afeto num espetáculo para crianças de todas as idades

Estreia 24 de junho no Oi Futuro - Flamengo

Rio de Janeiro, 14 de junho 2017 - O universo da cultura popular é a fonte de inspiração para “MAKURU – um musical de ninar”, espetáculo infantil de José Mauro Brant e Tim Rescala, que retomam a parceria após as premiadas montagens de “Era uma vez... Grimm!” e “O pequeno Zacarias”. “Makuru” estreia dia 24 de junho no Oi Futuro, com uma essência voltada para as crianças, mas para ser curtido por toda família.

No palco, os atores-cantores José Mauro Brant, Ester Elias, Janaína Azevedo e Lilian Valeska evocam imagens poéticas, numa dramaturgia entremeada pelas canções originais de Brant e Tim Rescala. No cenário de Natália Lana, as canções ganham formas, com os vídeos de animação criados pelos irmãos Ricardo e Renato Villarouca. Completam o elenco o conjunto formado por Paula Martins (flauta), Débora Cheyne (viola), Cássia Menezes (violoncelo) e Tibor Fittel (acordeom). 

A peça gira em torno de uma família – o pai (Brant), a mãe (Ester Elias), a avó (Janaína Azevedo), que, com a ajuda da babá Bartira (Lilian Valeska) tentam fazer o menino Makuru dormir. Os adultos não sabem, no entanto, que em cima do telhado vivem seres estranhos: A Murucututu, a Tutu e o João Pestana, figuras do folclore indígena, africano e português invocados para embalar o sono das crianças. Juntos, os seres mágicos tentam a todo custo serem lembrados pela família para que a tradição das cantigas de ninar escapem do esquecimento. Para dar forma a esse imaginário, “Makuru, um musical de ninar” conta com o trabalho de Bruno Dante, criador dos bonecos e adereços que têm papel fundamental na trama, além dos figurinos de Carol Lobato, maquiagem de Mona Magalhães e direção de movimento e coreografias de Sueli Guerra. 


“’Makuru foi uma ideia do Zé Mauro que eu imediatamente encampei”, conta o compositor Tim Rescala. “As cantigas de ninar fazem parte do inconsciente coletivo, e no Brasil temos uma bela coleção de cantigas tradicionais que sempre merecem ser lembradas. Como sabemos, a música está presente em nosso dia-a-dia de diversas formas. Mas em alguns casos, como na canção de ninar, nos ajuda deixar um pouco o mundo real, lógico, previsível, e nos leva para outros mundos, sobretudo o da imaginação, por intermédio do afeto, do carinho e de tudo aquilo está no campo da sensibilidade”.

“Eu sempre tive um desejo de trazer para os palcos os temas com os quais me identifico e foram objeto de minha pesquisa”, conta José Mauro Brant, que assina o texto e direção. “Nesse espetáculo coloquei esse mundo onírico – a Tutu, a Murucututu, o João Pestana – no telhado da casa, esquecidos. E a família vai descobrindo que lembrar deles pode ser legal, uma maneira de trazer e descobrir a nossa identidade. Por isso, cada personagem da família acaba trazendo um universo que tem a ver com a sua cultura. Por exemplo, a Bartira traz a herança africana; a avó a herança indígena, por meio da Murucututu; e o João Pestana a herança portuguesa. Juntamos essas três culturas formadoras para chegarmos nessa família, por meio das canções de ninar. É disso que fala basicamente o ‘Makuru’ – um espetáculo sobre a importância da memória na construção da nossa identidade, renovando as tradicionais cantigas de ninar, resgatando o valor do afeto nas relações familiares”.

Sobre o Oi Futuro
O Oi Futuro promove, apoia e desenvolve ações inovadoras e colaborativas para melhorar a vidas das pessoas e da sociedade. Com a atuação nas frentes de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte, o instituto acelera iniciativas que potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo, fomentam experimentações de inovação e estimulam conexões.

Serviço:
“MAKURU – Um musical de ninar”
Musical infantil de José Mauro Brant e Tim Rescala que faz um mergulho no universo das cantigas de ninar, resgatando o valor do afeto nas relações familiares.

Texto e Direção: José Mauro Brant | Direção musical, música original e arranjos: Tim Rescala
Elenco: Ester Elias, Janaína Azevedo, José Mauro Brant e Lilian Valeska (atriz convidada)
Músicos: Paula Martins (flauta), Débora Cheyne (viola), Cássia Menezes (violoncelo), Tibor Fittel (acordeon)

Direção de movimento e coreografia: Sueli Guerra | Cenário: Natália Lana | Figurino: Carol Lobato
Bonecos e Adereços: Bruno Dante | Iluminação: Paulo César Medeiros | Ilustrações: Rosinha e Bruno Dante | Vídeo Animação: Ricardo e Renato Villarouca | Maquiagem: Mona Magalhães | Preparação Vocal: Janaína Azevedo e Marcello Sader | Pianista Ensaiador: Tibor Fittel
Estreia: 24 de junho às 16h
Temporada: de 25 de junho a 27 de agosto. Sábados e domingos, sempre às 16h
Local: Oi Futuro Flamengo. Endereço: Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo / RJ
Ingresso: R$ 20,00 (inteira) | R$ 10,00 (meia)
Horário da Bilheteria: De terça-feira a domingo, das 14h às 20h
Telefone: (21) 3131-3060 | Capacidade do teatro: 63 lugares
Classificação etária: livre. Recomendado para crianças a partir dos seis anos
Duração: 60 minutos
________________________________________________________________

SÁBADO TE CONTO!
Apresentação de contação de história, sempre no terceiro sábado do mês, voltado para público infantil. 
Dia 17/6 às 11h, com Os Tapetes Contadores de Histórias, que apresenta Contos de Lá. 

O deserto como pano de fundo. O rato mais poderoso do mundo. A ovelha zombada por ser pequenina. Esses são os motes das histórias para essa sessão. Belos tapetes artesanais servem de cenários para contos vindos lá de outros cantos do mundo.





Os Tapetes Contadores de Histórias
Há 19 anos, o grupo Os Tapetes Contadores de Histórias produz sessões de histórias, espetáculos, oficinas e exposições interativas a fim de despertar o gosto das crianças e jovens pelas artes e pela leitura. Coordenado por Cadu Cinelli e Warley Goulart, o grupo cria e se utiliza de tapetes, malas, aventais, caixas e livros de pano como cenários de contos autorais e populares de origens diversas. 





Com apoio de importantes instituições do país, e reconhecimento de público e crítica, o grupo já se apresentou e ministrou oficinas no Brasil, Austrália, Espanha, Portugal, México, Argentina, Bolívia, Paraguai, Chile, Peru, Nicarágua e Benin.


Entrada Franca


Espaço Furnas Cultural - Rua Real Grandeza 219, Botafogo, RJ
O projeto Sábado Te Conto!, apresenta contadores de histórias, para público infantil, com o objetivo de estimular de forma lúdica o hábito da leitura, bem como promover a inclusão sociocultural, por meio da integração entre crianças de diversos núcleos culturais e sociais, crianças de entidades assistidas e/ou escolas da rede pública municipal.


Rosana Reátegui e Warley Goulart. Foto: Renato Mangolin


_________________________________________________


ESPETÁCULO PARA BEBÊS FAZ CURTA TEMPORADA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO

Achadouros – Teatro para bebês apresenta a descoberta dos sons, gestos, emoções e brincadeiras para a primeira infância

Sucesso absoluto junto ao público infantil, o espetáculo Achadouros – Teatro para bebês, concebido especialmente para crianças de 6 meses a 3 anos de idade, faz curta temporada na CAIXA Cultural Rio de Janeiro. Serão oito apresentações nos dias 17, 18, 24 e 25 de junho (sábados e domingos), em duas sessões diárias, às 11h e às 16h. A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos uma hora antes de cada apresentação. O projeto tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e Governo Federal.

Sob a direção de José Regino, o espetáculo traz para a cena as atrizes Caísa Tibúrcio e Nara Faria, que convidam o público a se aventurar com elas em seu “quintal imaginário”. Num pequeno cercado de madeira, envoltas em mais de 4 mil sacolas plásticas que compõem o cenário, as atrizes conduzem os espectadores a uma arqueologia das memórias da infância e apresentam a cada um a possibilidade de escrever sua própria história. Por meio de encenação poético-teatral e da exploração da linguagem não verbal, a peça propõe uma reflexão sobre a chegada do ser humano ao mundo e sobre sua capacidade transformadora e criativa.

Livremente inspirado no livro Memórias inventadas – para crianças, do renomado poeta Manoel de Barros, Achadouros – Teatro para bebês é resultado de um trabalho autoral desenvolvido em Brasília, em agosto de 2015, num processo de criação colaborativa entre Regino, Caísa e Nara. Em cena, as descobertas acontecem dentro de um universo que é a própria metáfora da vida, com o nascimento, encontros e frustrações. Ao mesmo tempo, a dramaturgia traz à tona o mundo invisível e mágico, que extrapola a consciência cotidiana e ingressa no campo das sensações e emoções comuns à humanidade.

Durante o processo de criação, os idealizadores estudaram e mergulharam no universo infantil em visitas a uma creche. O resultado desse aprendizado foi essencial para a montagem. “A primeira infância é um lugar onde o jogo poético surge de brincadeira. Nela, encontramos fecundo material para o ‘fazer artístico’, pois, nessa fase, o espanto com as coisas ‘óbvias’ da vida é evidente. As crianças estão em ‘estado de poesia’, a linguagem e o corpo estão ainda brincando na sua formação”, afirma José Regino. O diretor traz, em sua bagagem, a experiência de outros projetos teatrais para crianças da primeira infância e bebês, como Panapanã e Alma de Peixe.

Em 2016, Achadouros – Teatro para bebês fez duas curtas temporadas no Rio e em Belo Horizonte, com ingressos esgotados em todas as sessões. Desde a sua estreia em Brasília, em agosto de 2015, a peça integrou a programação do II Festival Primeiro Olhar – Festival Internacional de Teatro para a Primeira Infância do DF (mostra associada ao Festival Cena Contemporânea 2015), participou da Primavera do Teatro – Mostra para Infância e Juventude, em Brasília (DF) e do 5º Engatinhando Londrina (PR). Em dezembro do mesmo ano, foi contemplado com o Prêmio SESC do Teatro Candango como Melhor Espetáculo Infantil, além de ter sido encenado em teatros e creches em diversas localidades do Distrito Federal e outros estados, como São Paulo, Paraná e Goiás.

Oficina gratuita:

Além de dirigir a montagem, o diretor José Regino também vai ministrar a oficina gratuitaDesmontagem artística - Teatro para primeira infância, no dia 20 de junho (terça-feira), das 14h às 18h, voltada para atores, diretores de teatro, dramaturgos, arte-educadores e pessoas interessadas. A oficina vai abordar, de forma objetiva, princípios e condutas utilizados para a construção teatral dirigida à primeira infância, tendo como referência básica o processo de montagem do espetáculo. As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de junho através do e-mailcontato.achadouros@gmail.com. Serão oferecidas 20 vagas e o pré-requisito é que os participantes já tenham assistido ao espetáculo.

Dramaturgia em camadas:

Em Achadouros, a dramaturgia é evocativa e provocativa. Os elementos cênicos utilizados possibilitam uma recepção aberta, em que os signos evocam a diversidade das experiências cotidianas de bebês, crianças e adultos. As personagens/figuras permitem a comunicação com o público a partir dos gestos e de músicas originais executadas à capela, fazendo com que cada um compreenda a narrativa a partir de suas próprias referências e de sua criatividade. Enquanto isso, a encenação em várias camadas incita o espectador a elaborar uma fábula única, afastando-o da condição de um mero receptor de informações e auxiliando-o a se tornar um co-criador da obra.

Na peça, as atrizes trabalham o conceito de “ressignificação” dos objetos cotidianos, transformando as inúmeras sacolas de plástico branco que compõem o cenário em galinhas, cachorros, peixes, caramujos e até borboletas. Estes podem ganhar vida como tais figuras ou assumir o papel de água do mar, do rio ou do lago. “Em nosso trabalho, a ressignificação das sacolas plásticas é uma reflexão sobre a necessidade de reavaliação de uma cultura pautada no consumismo descartável. Seu uso massivo no cenário remete ao exagero e à banalização na relação com os materiais industrializados”, afirmam Caísa Tibúrcio e Nara Faria.

Ficha técnica:

Elenco: Caísa Tibúrcio e Nara Faria

Direção: José Regino

Dramaturgia: Criação coletiva

Figurino: José Regino

Criação musical: Caísa Tibúrcio e Nara Faria

Cenografia: Chico Sassi

Iluminação: Marcelo Augusto

Produção local: Carolina Merat

Produção geral: Pedro Caroca

Designer gráfico: Jana Ferreira

Fotografia: Diego Bresani e Débora Amorim

Registro Videográfico e Edição: Fabiano Morari - Cachecol Filmes

Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal


Serviço:

Achadouros – Teatro para bebês

Entrada Franca (Ingressos distribuídos na bilheteria uma hora antes do início)

Datas: Dias 17, 18, 24 e 25 de junho de 2017 (sábados e domingos)

Horários: às 11h e às 16h

Duração: 30 minutos

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro - Teatro de Arena

Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro (Metrô e VLT: Estação Carioca)

Telefone: (21) 3980-3815

Lotação: 84 lugares (mais 2 lugares para cadeirantes)

Classificação indicativa: Livre

Acesso para pessoas com deficiência


Oficina Desmontagem artística - Teatro para primeira infância, com José Regino

Entrada franca

Data: 20 de junho (terça-feira)

Horário: 14h

Duração: 4 horas

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro - Sala Margot

Vagas: 20


Inscrições: Podem ser realizadas pelo e-mail contato.achadouros@gmail.com até o dia 18 de junho de 2017. Para participar da oficina, é indispensável ter assistido ao espetáculo anteriormente.
_____________________________________________________________


Musical 'O Mágico de Oz' chega à Gávea para Sessões Especiais
Após algumas temporadas de Sucesso, o musical foi convidado a realizar algumas sessões especiais no Shopping da Gávea em Junho e Julho.
Crianças e adultos viajam no tempo e, assim como Doroty num tornado, são levados até Oz.
Na plateia pode-se ouvir muitas risadas durante as cenas da Bruxa Má e do Leão... E alguns 'grandinhos' chorosos ao lembrarem do musical 'Over the Rainbow' e ao verem os personagens dançando e cantando através da Estrada de Tijolos Amarelos...

O espetáculo está na ‘estrada’ há mais de 12 anos e está sempre surpreendendo o público com novidades cênicas e grandiosas.

Tudo acontece ao olhar dos ‘pequenos’... Um castelo que aparece no meio do palco, e mexe com o imaginário das crianças e adultos. Na nossa versão os personagens precisam utilizar óculos mágicos para conseguirem 'entrar no castelo de Esmeraldas'.

O MÁGICO DE OZ é um grande espetáculo, recheado de músicas que foram tiradas do clássico com novos arranjos e gravações.

A direção fica por conta de Cristiane Sanctos, que hoje é uma referência de Teatro Infantil no Rio de Janeiro.
Comentário Online de uma Mamãe numa página de Dica Cultural: '... Recomendo MUITO para quem estiver procurando um bom programa para levar os filhos no final de semana e tem o prazer em ver um clássico bem encenado, bem dirigido e bem cuidado. Me surpreendi com a montagem, os atores e com a direção... Um super programa para toda a família' (Página 'Agendinha Cultural')

Sinopse:

A peça conta a história da menina Doroty que foi levada a Terra de Oz por um tornado. Para voltar para casa, a menina, com auxílio de um espantalho, homem de lata e um leão, precisa encontrar o poderoso Mágico de Oz, único capaz de mandá-la de volta para o lugar de origem. Porém precisa enfrentar a Bruxa Má do Oeste para conseguir este retorno.
Serviço:
'O Mágico de Oz'
Texto e Direção: André Lamare e Cristiane Sanctos
Com Aly Moreira, Camila Salomão, Cristiane Sanctos, Gabriel Chein, Luciana Boeira, Matheus Marques, Rodrigo Barizon e Tiago Atzevedo.
O musical surpreende o espectador com as inovações cênicas, mexendo com o imaginário das crianças e adultos, fazendo a plateia rir e se emocionar com esse grande clássico.
Teatro das Artes: Rua Marquês de São Vicente, 52- Shopping da Gávea- 2º piso. Tel: 2540-6004 e 99794-4829. De 17/06 a 30/07. Sábados e Domingos às 17h. Classificação: Livre. Valor: R$ 60,00 Duração: 60 minutos.
_________________________________________________________


Arraiá do Gávea Bier Truck. quinta (8), sexta (9) – das 16h às 23h – e sábado (10) – das 13h às 23h – Praça Santos Dumont – Gávea. Entrada franca.


Na próxima quinta (08) tem início o Arraiá do Gávea Bier Truck , 
​edição especial do festival de gastronomia de rua e cervejas artesanais, que contará com comidas típicas e brincadeiras temáticas. Durante os três dias acontece um programação especial para as crianças.




Pescaria, jogo de argolas, boca do palhaço, acerta lata, jogos de corrida de saco e recreação para a criançada. Roteirinho de Viva, São João que não poderia faltar na 3º edição do Gávea Bier Truck - o Arraiá do Gávea, festival de gastronomia de rua e cervejas artesanais, que acontecerá de 08 a 10 de junho, no Baixo Gávea.

Além disso, foodtrucks com comidas típicas e brincadeiras temáticas são a boa para este fim de semana. É divertimento para toda família! E melhor, a entrada é franca.


Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj 

  Instagram

_________________________________________



‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças’ em temporada gratuita no Espaço Furnas Cultural



Fábula baseada na vida do Rei do Baião já foi vista por mais de 100 mil pessoas e recebeu indicações para os prêmios CBTIJ e Zilka Salaberry. 



Peça faz parte do projeto ‘Grandes Músicos para Pequenos’, da Entre Entretenimento



Visto por mais de 100 mil pessoas, que se encantaram com a emocionante adaptação da vida do Rei do Baião para os palcos, o musical infantil Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças volta aos palcos cariocas, no dia 03 de junho, em temporada gratuita no Espaço Furnas Cultural, em Botafogo. O espetáculo faz parte do projeto ‘Grandes Músicos para Pequenos’, criado pela produtora Entre Entretenimento com o objetivo de levar para os palcos nomes importantes da cultura brasileira em montagens que mesclam biografia e canções do artista escolhido.

Com direção de Diego Morais, Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças conta passagens da infância de Luiz Gonzaga no interior do Nordeste, com destaque para a descoberta do amor, quando o jovem Luizinho (Pedro Henrique Lopes) se apaixona por Nazarena (Aline Carrocino), filha de um coronel que não permite o namoro deles. O resultado é uma fábula de amor inocente, voltada para toda a família, embalada por grandes sucessos do músico, como “Asa Branca”, “Que Nem Jiló”, “Baião”, “O Xote das Meninas”, “Olha Pro Céu”, entre outros.

“As crianças se divertem e os adultos sempre se emocionam. E o que buscamos é exatamente isso: um espetáculo que, ao mesmo tempo, aproxime as gerações, valorize a cultura brasileira, e que desperte a curiosidade. Muitas crianças pedem aos pais para escutarem as canções de Luiz Gonzaga depois de assistirem ao musical”, conta o diretor Diego Morais.


Grandes Músicos para Pequenos
Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças marcou a estreia do projeto “Grandes Músicos para Pequenos”, criado com o intuito de apresentar a vida e a obra de importantes compositores para as novas gerações. A ideia é promover o resgate da cultura brasileira através de espetáculos que envolvam toda a família em experiências inesquecíveis. “A ideia é trazer o legado de uma cultura quase esquecida para as novas gerações, com um conteúdo atraente para as famílias”, descreve Pedro Henrique Lopes, ator e autor do musical, um dos sócios da Entre Entretenimento, produtora cultural responsável por projetos de sucesso como O Meu Sangue Ferve por Você e o infantil O Menino das Marchinhas, que ganhou as categorias Direção de Produção e Melhor Atriz Coadjuvante no Prêmio CBTIJ de Teatro para Crianças 2016, onde foi indicada a outras 9 categorias, além de 3 indicações no Prêmio Botequim Cultural 2016. “Queremos criar experiências de entretenimento inesquecíveis e marcantes, onde o espectador participe de forma ativa”, explica o diretor do espetáculo, Diego Morais, sócio de Pedro na Entre Entretenimento.

O enorme sucesso de Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças inspirou a criação de O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças e de Bituca – Milton Nascimento para Crianças,que está em fase de desenvolvimento e tem estreia prevista para outubro de 2017.

Mais sobre o espetáculo e o projeto em: www.grandesmusicosparapequenos.com.br







Entre Entretenimento

A Entre é uma empresa de produção cultural e inovação em entretenimento fundada pelo diretor Diego Morais e pelo ator e dramaturgo Pedro Henrique Lopes. O objetivo da dupla é valorizar a cultura do nosso país através da criação e da viabilização de projetos inéditos e de alta qualidade artística que dialoguem com a história e as manifestações culturais do Brasil. Emoção, cultura, educação, história e momentos de extrema diversão estão na pauta dos projetos da empresa, assim como a criação de soluções culturais memoráveis para marcas, companhias e consumidores através de: comprometimento artístico-cultural; inovações em marketing; soluções transmidiáticas e envolvimento social. Saiba mais em www.entreentretenimento.com.br.



Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças. Musical Infantil. De Pedro Henrique Lopes. Dir. Diego Morais. Dir. Musical Guilherme Borges. Com Pedro Henrique Lopes, Aline Carrocino, Martina Blink e Sergio Somene. Conta a infância de Luiz Gonzaga no interior nordestino e a descoberta do amor, quando o jovem Luizinho se apaixona por Nazarena, filha de um coronel que não permite o namoro entre eles. (55 min) Espaço Furnas Cultural. Sáb e Dom, às 17h. Grátis. Livre. De 03 a 11/06.


Ficha técnica:

Direção: Diego Morais

Direção Musical: Guilherme Borges

Texto: Pedro Henrique Lopes
Elenco: Pedro Henrique Lopes (Luizinho), Aline Carrocino (Nazinha), Martina Blink (Santana / Elvira) e Sergio Somene (Januário / Raimundo)
Cenário: José Claudio Ferreira

Figurino e adereços: Wanderley Nascimento

Iluminação: Pedro Mendonça

Produção e realização: Entre Entretenimento


Serviço:


Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças

Temporada: De 03 a 11 de junho de 2017

Espaço Furnas Cultural


(R. Real Grandeza, 219 - Botafogo, Rio de Janeiro - RJ)

Telefone: (21) 2528-3054

Dias e horários: Sábados e Domingos, às 17h

Ingressos: Gratuitos

Lotação: 170 pessoas

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Funcionamento da Bilheteria: Distribuição de senhas 1 hora antes do começo do espetáculo. Levar documento de identificação.


______________________________________________

Poropópó - No Parque das Ruínas, domingos de junho, ás 11h. 


Uma Família de Palhaços, onde juntos realizam números e reprises clássicos da palhaçaria mundial. Mantendo vivo o jogo cômico em duplas e trios revivem as cenas do Circo tradicional, revelando com um humor ingênuo uma grande brincadeira e diversão para o publico de todas as idades. Com gags, reprises de palhaços, números tradicionais e a relação da família nas cenas, eles entram sempre querendo mostrar o melhor de si, mas como bons palhaços são mais atrapalhados do que habilidosos.

Ficha Técnica: Direção – André Garcia Alvez e Ludmilla Silva 
Supervisão de Direção – Pirajá Bastos, Latur Azevedo 
Figurino – Edson de Souza Galvão 
Cenário – Violeta Vilas Boas 
Direção Musical – Roldão D’Pret Jr Op. de 
Som – Alessandro Persan Luz – João Gioia 
Produção – Será O Benidito?! Cia. de Teatro, Circo e Rua 
Atores/Palhaços – Ludmilla Silva / André Garcia Alvez / Pedro Garcia Alves / Alice Garcia Alves.
De 28/05 a 26/06 - Domingos às 11h - 
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) 
Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas 
Rua Murtinho Nobre 169 – Santa Teresa 
Tel: 2215-0621


_______________________________________________________


Musical infantil Peter Pan fala de amizade e companheirismo


Um mundo mágico de amizade, amor e solidariedade cantado para crianças, estará em cartaz até o dia 2 de julho, no Teatro dos Grandes Atores. O musical infantil Peter Pan, que tem o apoio da escola de idioma Cultura Inglesa, conta com um elenco de jovens atores e estudantes universitários, músicas originas gravadas com arranjos orquestrais e figurinos construídos com uma proposta sustentável. A adaptação, de Felipe Jorge Barbosa, aborda uma linda mensagem de motivação, sonhos, amizade e fé, levando o público a reflexões pertinentes a consequências para comportamentos inadequados. O musical tem impacto suficiente para ser lembrado e imitado pelos jovens espectadores, pois deixa o cotidiano mesclar-se com a história trazendo uma maior permanência na vivência teatral. Crianças do projeto social da Igreja Presbiteriana de Curicica ganharam gratuidade para assistir sessões da peça.

Alunos da Cultura Inglesa pagam meia-entrada. A peça é indicada para crianças de até 12 anos.



Serviço

Musical infantil Peter Pan

Data: Sábados e domingos, até 02 de julho

Horário: às 17h

Local: Teatro dos Grandes Atores - Shopping Barra Square – Avenida das Américas, 3.555

Ingressos: R$60 (Inteira) e R$30 (Meia)

Mais informações: (21) 3325-1645
__________________________________________________



O príncipe Peralta volta em nova temporada no Rio

Cia. Muito Franca! reúne temas atuais da sociedade no espetáculo que ocupa o Teatro Cândido Mendes a partir do dia 3 de junho


Sentimentos como afeto, união e homoafetividade permeiam o espetáculo infantil “O príncipe Peralta”, que estreia nova temporada dia 3 de junho no Teatro Cândido Mendes (Rua Joana Angélica, 63, Ipanema) e fica em cartaz até 30 de julho. A peça, escrita por Bruno Bacelar e dirigida por Angelo Faria Turci, se passa no distante e fantasioso reino de Ventoalém, onde existiam dois povos: Encantados e Concretos. Encantados não podiam se casar com Encantados e nem Concretos podiam se casar com Concretos. Por isso Vaporoz (da família real) e Iluminah viviam um amor proibido e como castigo foram exilados por Malakai, majestade de Ventoalém e responsável pela criação de Vaporoz. Mas, por ironia do destino, Malakai que os havia expulsado morreu, mas antes gerou outro rebento: Peralta!

A única pessoa que podia cuidar de Peralta era Vaporoz, caso contrário, a criança seria jogada nas águas do rio sem fim: era a lei! Vaporoz então, estimulado pela coragem e pelas ideias da Iluminah, toma coragem e disfarçado de Solitude III (um tio real há muito desaparecido), retorna a Ventoalém para raptar Peralta e ambos fugirem de seus destinos. Mas ao se deparar com o contexto de iniquidade, injustiça e sede de poder no qual o reino está mergulhado, Vaporoz é tomado pela força e senso de responsabilidade e enfrenta os seus antagonistas, vence os obstáculos criados e supera os seus medos, conseguindo assumir o seu lugar na família e em Ventoalém, vivendo livremente seu amor, cuidado legitimamente de Peralta e impondo uma nova ordem social no reino, regida pelo amor e pela liberdade. “O príncipe Peralta” aborda diversos assuntos atuais e leva a plateia a refletir sobre a relação familiar, sobretudo sobre as formações familiares homoparentais.

“Na última década, a montagem de ‘O príncipe Peralta’ vem encantando plateias de todas as idades e diferentes lugares, sempre com pedidos de novas apresentações. Essa foi a maior motivação para essa nova temporada. Vamos celebrar com público os 10 anos do espetáculo, contando uma clássica história que reúne aventura, amor e superação, com o nosso toque lúdico e sem deixar de lado questões de interesse e importância para o crescimento intelectual, ético e social de nossos jovens” explica Bruno Bacelar, diretor da Cia Muito Franca!


Sobre a Cia. Muito Franca!

A Cia. Muito Franca! foi fundada no Rio de Janeiro em 02 de outubro de 1999 e se dedica a pesquisas em torno das linguagens lúdicas para crianças e jovens, apresentando espetáculos teatrais de alto nível estético e dramatúrgico. Inicialmente formada por profissionais formados e formandos da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/UNI-RIO, hoje conta com a colaboração de profissionais de diversos núcleos de formação teatral.


Serviço:

O PRÍNCIPE PERALTA

Sinopse: No reino de Ventoalém, Vaporoz e Iluminah, precisam se revestir de coragem e vencer obstáculos e inimigos, para cuidar do Príncipe Peralta, impor uma nova ordem social regida pelo afeto e pelo amor.

Temporada: de 03/06 a 30/07, aos sábados e domingos às 16h

Ingressos: R$40,00 / R$20,00 (meia entrada)

Local: Teatro Candido Mendes - Rua Joana Angélica, 63 – Ipanema - Tel: 2523-3663

Capacidade: 103 lugares - 1 lugar para cadeirante

Classificação etária: a partir de 6 anos


Ficha Técnica:

Texto: Bruno Bacelar | Elenco: Bruno Bacelar - Mestre Peçonha e Pássaro Real; Anderson Nuud - Ministro Duvido; Caio Lisboa - Vaporoz e Solitude III; Angelo Mayerhofer - Fidelidah; Luis Fernando Bruno - Iluminah e Bonga; Felipe Gouvea - Ministro Exatamente | Letras das músicas: Bruno Bacelar | Arranjos: Marco Aurêh | Preparação vocal: Jorge Maya | Preparação corporal: André Masseno | Cenário e figurinos: Marcello Costa | Maquiagem e caracterização: Flávia Pepe | Iluminação: Tiago da Silveira | Produção: Cia. Muito Franca! | Direção Geral: Angelo Faria Turci



______________________________________________




O Burburinho – um dia para a família no Jockey Clube



12ª edição acontece durante o Grande Prêmio Brasil no próximo dia 11. Grátis










Quatro dias de atividades em um dos lugares mais elegantes e tradicionais do Rio de Janeiro. De 9 a 12 de junho, o Jockey Club Brasileiro, no Rio, será palco do Grande Prêmio Brasil e receberá diversas atividades para toda a família, entre elas o Burburinho, evento para pais e filhos que já está faz parte do roteiro das famílias cariocas em busca de diversão e consumo consciente. Criado em 2012 por seis empreendedoras de produtos infantis, o Burburinho terá sua 12ª edição no dia 11 de junho.

Durante todo o domingo, crianças e pais poderão curtir as atividades oferecidas pelo projeto cultural, como oficinas artísticas, gastronomia, moda, apresentações musicais temáticas sobre cavalos e turfe e atividades circenses.

“O Burburinho não é somente uma feira de moda com produtos diferenciados e novos talentos. É muito mais do que isso, é a oportunidade de estar em um espaço aberto vendo seus filhos brincarem; é estar em um local com as melhores opções de gastronomia, moda e decoração no segmento infantil; é uma experiência para vivenciar com toda a família”, diz Patrícia Lima, uma das fundadoras do Burburinho.

Burburinho: mães com histórias em comum 


O Burburinho surgiu quando o cenário do mercado infantil do Rio era muito diferente. O boom das mães empreendedoras já existia e era bastante considerável, mas não era fácil o escoamento de suas produções, pois não havia eventos alternativos e focados no mercado infantil. Foi aí que O Burburinho nasceu, naquele espaço entre consumidor final e produtor. 



Cinco anos se passaram desde a primeira feira e de lá pra cá muita coisa mudou. Uma percepção cada vez maior de que a demanda do público não era somente por produto, era por convívio, empatia, identificação, especialmente, por pessoas que estavam em fases de vida parecida. Percebendo isso, as idealizadoras do evento começaram a investir cada vez mais no bem estar do público. Uma das bandeiras das organizadoras é o "Compro de quem faz", a compra consciente, por isso, todos os seus expositores são pessoas que não possuem ponto físico e estão despontando no mercado infantil. 


Serviço O Burburinho:


O evento acontece dia 11 de junho, de 10h às 19h, durante o Grande Prêmio Brasil, no Jockey Clube.

Local: Praça Santos Dumont, 31. Gávea – Rio de Janeiro - Tribuna B

Entrada: grátis

Estacionamento privativo com vagas limitadas: tarifas Estapar


Programação:

Recreação:

12h às 20h- Kombi com photo cabine - Quintal Festas

Oficinas de desenho da Compactor

Personagens vivos Recreasonhos

Tenda recreação
:

12h - Panos pra Manga

13h - Mágico Alex Rotterdam

16h às 19h - BeArt Cultural - recreação lúdica


Tenda oficinas:

13h30 às 15h30 - Jasmin Walsh

15h30 às 16h30 - Oficina Petit Croche/Circulo

17h00 às 18h00 - Oficina Petit Croche/Circulo

18h30 às 19h30 - Oficina Petit Croche/Circulo


______________________________________________________


Arraiá da Catedral terá quadrilha, brinquedos, shows e food trucks


A Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro fará sua 1ª Festa Julina em 01 e 02 de julho de 2017, o Arraiá da Catedral, no Centro do Rio. Haverá atrações e brinquedos para as crianças (touro mecânico, tobogã, pula-pula, piscina de bolinhas, muro de escalada), quadrilha julina, comidas típicas, food trucks, shows, sorteio de brindes, em ambiente seguro, com um grande estacionamento pago à parte. A entrada custa apenas R$ 5,00. Haverá coleta de doações(casacos, remédios, livros, etc.) para a comunidade. “Toda a renda do evento é destinada a projetos sociais da Catedral São Sebastião”, informa o Coordenador de Projetos Especiais da Catedral, Sandro Capadócia.

Acesse o facebook do evento:

https://www.facebook.com/profile.php?id=100017174585470

Arraiá da Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro

Datas: 01 e 02 de julho de 2017, sábado e domingo, de 16h às 0h.

Local: Estacionamento da Catedral (Av. Chile, 245

Valor do ingresso: R$ 5,00 (Crianças até 5 anos não pagam)

Estacionamento: R$ 20,00, que dá direito a um ingresso cortesia para a festa.

Atividades:

✓ Mais de 20 barracas de alimentação típica de festa junina;

✓ Food Trucks, com chef especializado em hambúrguer, entre outros petiscos, além de bebidas como cervejas artesanais e caipirinha.

✓ Área Kids:

Tobogã de 10 m;

Torre de escalada de 8 m, que simula uma monhanha, com monitoramento e equipamento de alpinismo profissional (corda, freio 8, mosquetão, capacete).

Touro mecânico, em competição animada por locutor, para ver quem fica mais tempo no brinquedo;

Piscina de bolas e pula-pula para os pequeninos.

✓ Lounge Kids, para as mamães ficarem mais a vontade com seus pequenos próximos aos brinquedos.

✓ Correio do amor: Em alguns intervalos o locutor vai ler algumas mensagens e o repórter irá entrevistar o(a) amado (a) sortudo (a).

Shows:

✓ Apresentação de quadrilha, DJ e o locutor Tio Sorriso no comando da festa.

✓ Trio no compasso do Forró

Com apresentações em todo interior do Rio de Janeiro em festas juninas e também em bailes populares, o trio mostra repertório variado, com os grandes sucessos do forró, assim como baião, xaxado e xotes. O conjunto toca “ Xote das meninas”, “ Asa Branca”, “Mulher Rendeira”, “Marasmo”, “Esperando na janela”, “Morena Tropicana”, “ Rindo à toa”, entre outras.

✓ Trio Papa Goiaba

O trio é formado por músicos do Estado do Rio de Janeiro, descendentes de famílias nordestinas. O nome “Papa-Goiaba” faz referência aos nascidos no estado do Rio de Janeiro. O repertório inclui o forró tradicional de Luiz Gonzaga e também o famoso forró pé de serra, ao som da sanfona, zabumba e triangulo.

✓ Yanna (Sertanejo Universitário)

Aos 24 anos, ela já é considerada o novo fenômeno do Sertanejo. Tem 4 CD´s gravados e mais de 80 mil cópias independentemente vendidas.

Com uma voz potente, belas composições e uma presença de palco única, Yanna faz a cada apresentação uma verdadeira mistura de estilos, mas sem perder a essência sertaneja.

✓ Leandro D’ Mennor

Leandro é conhecido nas rodas de samba do Rio de Janeiro, se aperfeiçoou como compositor e teve vários trabalhos gravados por grupo como: Pique novo e Sensação. Faz parte do "Quintal do Zeca”, convidado pelo Zeca pagodinho.

✓ Padre Omar

Padre Omar é uma pessoa que carrega a carioquice na alma: amoroso, sorridente, acolhedor e um bom papo. Gosta de futebol e de samba. “A música penetra a alma e eleva nossos sentimentos a um patamar divino”

__________________________________________________


"ARRAIÁ EM IRAJÁ!! TRAGAM OS BACURIII!!'



O Coletivo Passa o Satélite realiza um projeto cultural, no qual a missão é de resgatar e valorizar de forma democrática a cultura local, criando um espaço de entretenimento, recreação e referência para a comunidade da Vila Rangel e adjacências no bairro de Irajá. Devido a falta de movimentos culturais independentes e gratuitos nos últimos anos, nossa comunidade vem se comunicando cada vez menos, sem ter seu tempo de lazer juntos em um local agradável, perto de casa e que caiba no orçamento do mês. No projeto realizamos eventos que abordam temas relevantes e vêm para resgatar a antiga alma do bairro de Irajá. Na terceira edição do evento o tema será festa junina e teremos atividades gratuitas como: oficinas, shows, exposições, sarau, espaço para empreendedor, venda de lanches, cineclube, pula-pula e TUDO ISSO BEM NO CLIMA JUNINO!! 

Não percam esse evento cheio de entretenimento e conhecimento pra todas as idades.



DIA 11 DE JUNHO


16:30h - Brincadeiras
17h - Oficina de Fotografia no Celular

17:30h - Brincadeiras
18h - Oficina Afro Brincante - Raíne Funmilayo
18:30 - Brincadeira
19:30 - Cineclube - Filmes : Cores e botas / Plano do Ano


Shows com:
20h - Leticia Maselli
20:30 - Passinho carioca
21h - Jayemme
21:30 - Emici FSoares & Ana clara
22h - Crazy monkeys
22:30 - Dj Duduia


**COMO CHEGAR**
Av. Pastor Miranda Pinto (beira do Rio) - PRAÇA
Referencias >> Metrô de Irajá >>> Estrada Coronel Vieira >>> Av. Pastor Miranda Pinto >>> Praça"

________________________________________________________


O musical infantil "Festival da Canção na Floresta" estará em cartaz no Teatro Armando Gonzaga em Marechal Hermes de 03 a 11 de junho às 16h. Depois, seguimos para o Teatro Arthur Azevedo em Campo Grande de 17 a 25 de junho também às 16h.


"Festival da Canção na Floresta"




Bichos falantes, gênios do bem e do mal e todas as demais representações cênicas.

A Coof Cia Teatral, de Niterói, utiliza disso e muito mais no musical infantil Festival da Canção na Floresta, para que as crianças entendam melhor o mundo e tenham noção do valor que tem as amizades. O Clássico infantil de La Fontaine estará em cartaz no Teatro Armando Gonzaga em Marechal Hermes de 03 a 11 de junho/2017 às 16 h.

Com este espetáculo, o grupo representou o Brasil no 2 Encuentro de Teatro Infantil y Juvenil do Merco Sur, na Argentina, arrebatando os prêmios de Melhor Figurino e Criatividade. A adaptação e direção do conto do fabulista francês Jean de La Fontaine para a atualidade não perdeu sua essência: Bichos modernos que desejam realizar o seu grande sonho: cantar.

A história se passa na Floresta Encantada onde o rei Leon V está muito triste e preocupado com o desmatamento e a matança dos animais. Chama então o Maestro Grilaldo Mutchaeviski e com ele decide promover um Festival da Canção. O Grilo assim o organiza e se tornam finalistas: o Papagaio Surfista, a Onça Cantora, a Formiga Doméstica e o Burro Professor. E depois percebem que o que vale além dos sonhos (cantar) é o maior tesouro que alguém pode ter (um amigo). Quem brilha nesta montagem é o público que escolhe o Bicho vencedor neste musical interativo.

A Coof Cia teatral vem a 28 anos desenvolvendo grandes clássicos da literatura infantil mundial, procurando auxiliar o aprendizado, desenvolvimento, valores e comportamento das crianças nas relações humanas. Fundada em 24 de abril 1989, a Coof Cia Teatral já realizou 09 montagens de espetáculos infantis, e 02 espetáculos adulto. A Coof Cia Teatral é uma das mais importantes e atuantes cias teatrais de Niterói. Alguns espetáculos encenados infantis: “A Gata Borralheira”, dos Irmãos Grimm, “O Tesouro da Bruxa” de Hans Christian Andersen; “O Grande Caçador, uma Lenda Africana”, de Elymar Oliveira; “A Princesa e a Ervilha”, de Hans Christian Andersen; e espetáculos adultos “Pânico nos Bastidores”, de Lúcia Cerrone e Anamaria Nunes e ‘Quem Casa Quer Casa” de Martins Pena.

Ficha Técnica

Obra: O Festival da Canção na Floresta.

Autor: La Fontaine.

Adaptação e Direção: Carlos Fracho.

Assistência de Direção: Elymar Oliveira.

Elenco: Rodrigo Becker, Jr Mello, Kerolen Araújo, Mariana Lima, Douglas Estrela e Carlos Fracho.

Cenários: Regina Nery.

Figurinos: Flávia Gusmão.

Música: Paulo Paceolli.

Sonoplastia: Lucas Avlis.

Iluminação: Eneida Campbell.

Coreografia: Djair Junior e Nathalia Pires.

Assessoria: Mironga Produções Artísticas.

Realização: Coof Cia Teatral.


Serviço:

“Festival da Canção na Floresta”

Local: Teatro Armando Gonzaga.

Av. Gal Osvaldo Cordeiro de Farias, 511 - Mal. Hermes, Rio de Janeiro - RJ, 21610-480.

tel 23321040.

Data: 03 a 11 de junho/2017.

Horários: Sábado e Domingo as 16 h.

Ingresso Inteira R$20,00 e Meia R$10,00.

Classificação: Livre.

____________________________________________

Serviço:
“Festival da Canção na Floresta”
Local: Teatro Arthur Azevedo.
R. Vítor Alves, 454 - Campo Grande, Rio de Janeiro - RJ, 23080-180.
tel 23327516.
Data: 16 a 25 de junho/2017.
Horários: Sábado e Domingo as 16 h.
Ingresso Inteira R$20,00 e Meia R$10,00.

Classificação: Livre.
__________________________________________


ESPETÁCULO BRINCANTE PARA CRIANÇAS

Flores D’água Contadoras de Histórias integra a programação do MAMI- movimento artístico e musical para infância
Peça brincante e poética que trata da importância da água com trava línguas e canções populares. Priorizando a brincadeira e o encontro através de uma linguagem narrativa, corporal e musical para todas as idades sensibiliza através da música, imagens visuais, divertindo e trazendo questionamentos sobre a relação da humanidade com a natureza.



Idealizado pela atriz Paulinha Cavalcanti, acompanhada pelo músico Romulo Frazão e dirigido por Anderson
Barreto, o espetáculo traz canções e cantigas populares que
conduzem a cena, com humor, beleza e claro, histórias de flores
d’água – vitória régia, flor de lótus- em integração direta com
púbico. Nos dias 10 e 11 de junho às 16h no Teatro Café Pequeno a criançada vai cantar, brincar de trava-línguas, adivinhações, ouvir histórias, falar sobre os elementos da natureza e a humanidade.

O público se envolve durante toda a apresentação participando de
brincadeiras, trava-línguas e canções brasileiras de Chiquinha
Gonzaga, canções populares, e composições próprias da atriz.

O cenário trás elementos da cultura ribeirinha como o balde e a
bacia para lavar roupa, tecidos coloridos e a saia da atriz que se
transformam nas personagens e objetos da narrativa, em um
espetáculo que trata da importância da preservação da água, de
maneira leve e divertida.

---
Ficha técnica:
Direção: Anderson Barreto
Elenco: Paulinha Cavalcanti
Músico: Romulo Frazão
Iluminação: Ana Paula Brasil
Produção: Hitawa Nukini
Fotos: Alex Gaudêncio
---
SERVIÇO:
Projeto Café com Leite
Sábado e domingo

10 e 11 de junho – 16 horas
Ingressos: 40 reais inteira, 20 reais meia
Local: Teatro Municipal Café Pequeno
Av. Ataulfo de Paiva, 269. Leblon, Rio de Janeiro.
Telefone: (21) 2294-4480
Ocupação FETAERJ: Federação de Teatro Associativo do Estado do Rio de Janeiro
Programação MAMI - Movimento Artístico e Musical para a Infância


____________________________________-____

Cultura Inglesa promove contação de história e oficina de bonecas abayomis



A Cultura Inglesa Área Oeste e a Livraria Saraiva, em homenagem ao Dia das Mães, promovem uma contação de histórias com o tema "Precious Metting: um lindo encontro para encantar crianças e mamães". Na data em que é celebrado o Dia da Abolição da Escravidão, o conto africano "A menina e o barril" será narrado para o público, seguido por uma oficina para a feitura de bonequinhas abayomis (bonecas de origem africana feitas de pano, com tranças e nós) que os pequenos poderão levar para casa.  O evento é gratuito e será realizado no sábado, dia 13 de maio, às 16h, na Livraria Saraiva do New York City Center.



Serviço:

Contação de história e oficina de boneca abayomis

Quando: 13 de maio

Hora: 16h

Onde: Livraria Saraiva do New York City Center (Av. das Américas, 5000 - 301 - Barra da Tijuca)


Atividade gratuita



Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais agendaculturalrj@gmail.com 
#agendaculturalrj 
Instagram


____________________________

'A estreia teatral mais aguardada entre as crianças chega ao Shopping da Gávea'


A cia, há mais de 10 anos, leva releituras de grandes clássicos aos palcos e, possui um repertório de musicais. Apresentamos ao público obras literárias de uma forma que surpreende o espectador, unindo o lúdico com a grandiosidade que os musicais podem trazer.

Temos um público cativo que nos acompanha por onde passamos.

E para consolidar mais ainda o repertório da cia, é que estreamos ano passado um dos maiores clássicos de todos os tempos, Chapeuzinho Vermelho, numa versão inovadora que lotou a casa durante toda temporada.

'Era uma vez...Chapeuzinho', uma adaptação que resgata o universo lúdico e fantástico dos livros... A partir de uma linguagem criativa e contemporânea, onde as crianças são levadas a embarcar nessa história repleta de músicas e humor.
A fugacidade da vida moderna, tão repleta de atividades eletrônicas para as crianças, aos poucos foi tomando o lugar das histórias, dos contos de fadas, tão importantes e necessários ao desenvolvimento infantil.


As crianças rapidamente se apaixonam pelos personagens já conhecidos por todos, como a menina do capuz vermelho, um caçador atrapalhado, um Lobo Mau Metal e a vovó que não é nem um pouco boba... E nossa montagem ganha um novo integrante, o cômico ‘Pássaro Tonico’.

Embarquemos juntos nessa viagem, e garantimos a todos um novo olhar para essa história que fascina gerações.

Cristiane Sanctos é considerada uma referência no teatro infantil do Rio de Janeiro e promete ousar e surpreender nesse novo espetáculo: ‘Tentamos resgatar esse olhar inocente e fortalecer a ingenuidade e a imaginação que todos têm dentro de si, num universo onde tudo pode acontecer. Basta nos permitir. Acreditar. E eu ainda acredito!' - Autora e Diretora.


Serviço:
'Era uma vez... Chapeuzinho'
Texto e Direção: Cristiane Sanctos

Com o Grupo Teatral Brincando de Fazer Arte
Cenário: Cachalotte Mattos
Figurino: Carol Barros
Confecção de Figurino: Paulo Kandura
Coreografia: Aly Moreira
Iluminação: Grupo Brincando de Fazer Arte
Músicas: Bruno Marques
Realização: Vanart Produções Artísticas

Uma adaptação que resgata o universo lúdico e fantástico dos livros... A partir de uma linguagem criativa, onde as crianças são levadas a embarcar nessa história repleta de músicas e humor.
Teatro das Artes: Rua Marquês de São Vicente, 52- Shopping da Gávea- 2º piso. Tel: 2540-6004 e 99794-4829. De 06/05 a 25/06. Sábados e Domingos às 17h. Classificação: Livre. Valor: R$ 60,00 Duração: 60 minutos.

Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj


  Instagram



_______________________________________________




A Cia:
A Lúmini Cia de Dança deu início, em 1994, a um trabalho de proposta inovadora. Motivada pelos resultados de pesquisas realizadas no Núcleo de Dança da UERJ, a Companhia desenvolve atualmente uma linha de trabalho voltada para a integração da dança com a ciência e a tecnologia, propondo reflexões sobre o homem enquanto indivíduo e ser social.


O espetáculo "As aventuras de Nina e Atomito": Baseado na exploração e agregação dos conceitos de florescência, fosforescência e arte, o Projeto foi idealizado pela Professora Claudia Rezende, coordenadora do Laboratório de Análise de Aromas do Instituto de Química (IQ) da UFRJ, em parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia, a Sociedade Brasileira
de Química, a Casa da Ciência da UFRJ e a Lúmini Art – Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social.


Com o objetivo de fazer parte das comemorações do Ano Internacional da Química,
em 2011, este projeto visa ressaltar a importância e presença da Ciência em tudo
aquilo que circunda o cotidiano das pessoas. O projeto foi produzido e executado pela Lúmini Cia de Dança, explorando assim as potencialidades das diferentes expressões em artes cênicas. O seu elenco é composto por bailarinos e atores experientes.
Esse projeto se traduziu num espetáculo - As Aventuras de Nina e Atomito- que combina as artes cênicas com efeitos luminescentes a partir da utilização de lasers, gases e materiais químicos. Essa peça se transforma assim numa aula de
química lúdica, informativa e extremamente divertida, captando a atenção não só das crianças mas também do público em geral.

Podemos dizer que nem todas as pessoas têm consciência de que a química se encontra em tudo o que nos rodeia, na nossa rotina do dia-a- dia. Ela se encontra em todos os pequenos gestos: desde escovar os dentes pela manhã aos sonhos que
temos durante a noite, desde as receitas que confeccionamos às relações pessoais que estabelecemos.

Nina, uma menina sonhadora, esperta e muito curiosa irá descobrir, com seu amigo imaginário, toda esta magia da química. E a partir de personagens em um ambiente escuro, o público irá

viajar na imaginação de Nina, do jardim de sua casa ao fundo do mar, aprendendo e, principalmente, se divertindo com a fosforescência e fluorescência em uma brilhante comédia.

A Temporada no Teatro Laura Alvim:
As Aventuras de Nina e Atomito (infantil) - Sábados e domingos, às 17h
De 06 a 28 de Maio de 2017.
 (infantil) - Sábados e domingos, às 17h
De 06 a 28 de Maio de 2017
Classificação: Livre
Sinopse: Nina e seu amigo imaginário irão viajar por um mundo mágico, repleto de efeitos especiais, música e dança, aprendendo e, principalmente, se divertindo com conceitos de química tão presentes em nosso dia a dia. Técnica utilizada: teatro negro.
Direção: Sérgio Machado
Texto: Luiz Rego
Elenco: Lúmini Cia de Dança (Ana Luiza Favilla, Alexandra Ayram, Carina Barreto, Marcello Therra, Maycow Ribas, Palu Felipe, Vivien Saraiva)
Casa de Cultura Laura Alvim - Avenida Vieira Souto, 176- Ipanema
Informações:
Ingressos: R$ 30 (inteira) R$ 15 (meia) Telefone: (21) 2332-2090 http://www.casadeculturalauraalvim.rj.gov.br/
Vivien Saraiva)
Casa de Cultura Laura Alvim - Avenida Vieira Souto, 176- Ipanema
Informações:
Ingressos: R$ 30 (inteira) R$ 15 (meia) Telefone: (21) 2332-2090 http://www.casadeculturalauraalvim.rj.gov.br/

Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj


  Instagram



__________________________________________________


     

Agenda Cultural RJ
Divulgação de Mídia Online.
Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais
Passeios Turísticos
agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj


  Instagram                                        ____________________________



Agenda Cultural RJ
Divulgação de Mídia Online.
Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais
Passeios Turísticos
agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj

  Instagram

____________________________________________________


Agenda Cultural RJ
Divulgação de Mídia Online.
Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais
Passeios Turísticos
agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj

  Instagram

____________________________________________________

Livro infantil retrata de maneira divertida a hiperatividade

Abordar de forma leve, afetuosa e divertida as principais características das crianças com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Essa é a proposta do livro infantil “João Agitadão”, da escritora e psicóloga Lia de Paula Moraes.

A obra conta a história de um menino muito agitado chamado João. O personagem gosta muito de correr, não consegue ficar quieto e ainda tem uma capacidade incrível para se distrair com qualquer coisa. Todas as características de alguém com TDAH. Por conta do seu jeito elétrico e estabanado, ele passa por problemas com professores, nos locais por onde anda e até com os coleguinhas da rua na hora da brincadeira.

- A ideia principal é que a criança hiperativa ao conhecer o personagem se identifique com ele e isso contribua para formar uma autoimagem mais positiva – diz a autora.

A escritora conta que a inspiração veio de suas experiências pessoais e na carreira desde quando o TDAH tinha pouca divulgação nos meios de comunicação e entre as famílias. Em casa, por exemplo, ela teve de lidar com a hiperatividade do filho mais velho, hoje um publicitário bem-sucedido. No trabalho, ela atendia muitas crianças com TDAH num posto de saúde da rede pública.

Para facilitar o atendimento das crianças com o transtorno, a autora escreveu o texto que lia para elas e depois pedia que fizessem um desenho sobre a história. Isso as ajudava a falarem sobre si mesmas. Com o tempo, percebeu o valor terapêutico do texto e surgiu a ideia do livro "João Agitadão".

- A linda ilustração do publicitário Ney Megale tornou o livro atraente também para as crianças sem sinal de hiperatividade, que vão entender e aceitar mais os colegas desatentos e agitados - conclui.

Sobre a autora
Lia de Paula Moraes é Psicóloga clínica, formada pela PUC-Rio e aposentada pelo Ministério da Saúde.


Ficha técnica
Título: João Agitadão
Autor: Lia de Paula Moraes
Ilustrações: Ney Megale
Tamanho:  27,50cm X20.50cm
Páginas: 26
ISBN 978-85-89862-32-5
Preço: R$28,00
Editora: Caravansarai
Links para comprar:
www.livrariacultura.com.br/p/joao-agitadao-9048540
www.saraiva.com.br/joao-agitadao-3093514.html

Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj
______________________________________________________


Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj

  Instagram

________________________________________________________________

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs