Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Espetáculos em Cartaz no Rio de Janeiro

Agenda Cultural RJ 
 Produção e Promoções de Eventos Culturais  - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery -  
agendaculturalrj@gmail.com 
#agendaculturalrj

______________________




70? Década do 
DIVINO MARAVILHOSO - DOC. MUSICAL

Qui e Sex 20h30. Sáb 17h e 21h e dom 18h.

A partir de R$ 60

Classificação: 12 anos.



SORTEIO DE INGRESSOS NO INSTAGRAM @agendaculturalrj
PARTICIPE!


 Depois do sucesso arrebatador de ‘60! Década de Arromba - Doc.Musical’, que apresentou Wanderléa à frente do elenco e foi assistido por mais de 100 mil espectadores em todo Brasil, estreia no dia 15, no Theatro Net Rio, o aguardado espetáculo ‘70? Década do Divino Maravilhoso - Doc.Musical, mais uma produção que faz parte da tetralogia do idealizador, produtor e diretor geral Frederico Reder e do roteirista, dramaturgo e pesquisador Marcos Nauer.

 Desta vez, a dupla leva para o palco momentos marcantes dos anos 1970 em diversas esferas: acontecimentos da política, moda, comportamento, esportes e artes em geral são embalados por mais de 250 sucessos das músicas brasileira e internacional, divididos em duas partes, como num disco de vinil, em lado A (1970-1976) e lado B (1977-1979).

De forma cronológica, depoimentos, fotografias e vídeos vão desfilar no grande telão que tomará conta do centro do palco nesta superprodução, apresentada pelo Circuito Cultural Bradesco Seguros, que conta com 24 jovens talentos, uma orquestra de dez músicos, 20 cenários, 300 figurinos, toneladas de luz e som, e mais de 100 profissionais dedicados a criar o espetáculo.

As Frenéticas Dhu Moraes, Leiloca Neves e Sandra Pêra são as três cerejas do musical, no bloco dedicado à febre das discotecas, fenômeno que estourou nas pistas de todo o mundo há exatos 40 anos, inclusive no Brasil, por meio da novela ‘Dancin’ Days’, de Gilberto Braga. “Símbolos de uma época”, como define Nelson Motta, as Frenéticas, que foram descobertas pelo jornalista e produtor musical em 1976, estouraram em todo o Brasil com a música “Perigosa”, de autoria dele em parceria com Rita Lee e Roberto de Carvalho.

O grupo de seis amigas (Leiloca, Sandra Pêra, Lidoca, Edyr, Dhu Moraes e Regina Chaves), que se reuniram na boate Frenetic Dancing Days, como garçonetes, logo largaram as bandejas e se transformaram em um dos maiores fenômenos da música brasileira. Estamparam a capa das principais revistas, lançaram clássicos instantâneos como o tema da novela homônima e ditaram moda.

Elas abriram as asas, soltaram as feras e transgrediram em um Brasil onde se confrontavam censura, liberdade de expressão, feminismo e empoderamento. Esses temas continuam atuais e são abordados na montagem, que segue o bem-sucedido gênero criado por Reder e Nauer em ‘60! Década de Arromba’, o Doc.Musical.



“Reunimos teatro, documentário e música. Este formato me permitiu unir tudo isso e ainda propor um novo olhar para a forma de se fazer um espetáculo musical”, vibra o diretor. “O doc.musical não apresenta a biografia de nenhum artista, porque o olhar está no coletivo, no grupo, numa época, portanto, é de fato, a música a grande protagonista”, explica Nauer.

O título do musical traz uma interrogação porque propõe questionamentos sobre as dualidades do período. “Uma década de incertezas”, como conceitua Cid Moreira em uma das retrospectivas apresentadas em projeção dentro do espetáculo.

Em toda a América Latina, a ditadura apertava o cerco, a censura era cada vez mais intensa, a liberdade, cerceada. E a arte surgiu exatamente como uma possibilidade de redenção. “Os anos 70 mostraram vários caminhos possíveis por meio da arte, da música e da dança. E em todos eles era preciso ser forte para sonhar com um mundo novo e melhor”, pondera Nauer. “Foram anos de muita luta e força. Há canções que captam essa aura, mas há também muitas outras de muita beleza e aquela explosão de alegria com o surgimento da disco music”, acrescenta Reder.


Na grande timeline do musical, outros movimentos, como o tropicalismo, o glam rock, o punk e o reggae serão revisitados com suas mais emblemáticas canções. De Novos Baianos (“A Menina Dança”) a David Bowie (“Starman”), Raul Seixas (“Há Dez Mil Anos Atrás”) a Led Zeppelin (“Stairway to Heaven”), Mutantes (“Top Top”) a Queen (“Bohemian Rapsody”), Caetano Veloso (“Sampa”) a Donna Summer (“Last Dance”), e Bob Marley (“No Woman, No Cry”) a Sex Pistols (“Anarchy in the UK”), os números não vão apresentar atores personificando os ícones da época. Os sentimentos que essas músicas emanam é que vão ditar as ações e coreografias assinadas por Victor Maia, que também cuida da direção de movimento.

“70? Década do Divino Maravilhoso - Doc.Musical”, que chega agora ao palco do Theatro Net Rio, não se furta de narrar esses momentos polêmicos, mas é, sobretudo, uma ode à superação, à beleza, à alegria, à capacidade criativa de um povo que jamais se deixa abater. “É preciso estar atento e forte, não temos tempo de temer a morte”, como diz a emblemática canção-título de Caetano e Gil. Podemos e merecemos ser felizes.

Além de Frederico Reder e Marcos Nauer, o espetáculo ainda traz outros nomes de peso, como o do figurinista Bruno Perlatto, o iluminador Césio Lima, o diretor musical Jules Vandystadt, a cenógrafa Natália Lana e diretora de produção Maria Siman. Uma ficha técnica que promete mais décadas brilhantes, rumo aos 80, 90 e quem sabe muito mais.

 Serviço
Theatro Net Rio – Sala Tereza Rachel. Rua Siqueira Campos, 143 – Sobreloja – Copacabana. (Shopping
Cidade Copacabana).
Horário: Quinta e sexta-feira às 20h30 / Sábado às 17h e 21h / Domingo às 18h.
Classificação: 14 anos.
Duração: 150 minutos.
Ingresso: Quinta e sexta-feira R$ 160,00 (plateia e frisas) R$ 120,00 (balcão) R$ 45,00 (balcão) / Sábado
R$ 220,00 (plateia e frisas) R$ 180,00 (balcão) R$ 45,00 (balcão) / Domingo R$ 200,00 (plateia e frisas)
R$ 160,00 (balcão) R$ 45,00 (balcão com visão parcial)
Direito à meia entrada e descontos: http://www.theatronetrio.com.br/pt-br/bilheteria.html
Capacidade do Teatro: 649 lugares.
Telefone do teatro: 21 2147 8060 / 2148 8060
Site: www.theatronetrio.com.br
Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br ou pelo aplicativo do Ingresso Rápido.
Vendas pelo telefone: Informações e compra Ingresso Rápido - (11) 4003 - 1212
Atendimento pós venda Ingresso Rápido - (11) 4003 – 2051
Theatro Net SP. Rua Olimpíadas, 360, Piso Térreo - Shopping Vila Olímpia - Itaim Bibi.

Horário: Quinta e sexta-feira às 20h30 / Sábado às 17h e 21h / Domingo às 17h.
Classificação: 14 anos.
Duração: 150 minutos.
Ingresso: Quinta e sexta-feira R$ 160,00 (plateia e frisas) R$ 120,00 (balcão) R$ 45,00 (balcão) / Sábado
R$ 220,00 (plateia e frisas) R$ 180,00 (balcão) R$ 45,00 (balcão) / Domingo R$ 200,00 (plateia e frisas)
R$ 160,00 (balcão) R$ 45,00 (balcão com visão parcial)
Direito à meia entrada e descontos: http://www.theatronetsp.com.br/pt-br/bilheteria.html
Capacidade do Teatro: 802 lugares.
Telefone do teatro: 21 2147 8060 / 2148 8060
Site: www.theatronetsaopaulo.com.br.


Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estratégicos. Divulgação de Midia Online. (21)996769323 / whatsapp #agendaculturalrj agendaculturalriodejaneiro.blogspot.comInstagram

___________________________


O livro, que virou filme em 1992, estrelado por Al Pacino – que ganhou seu primeiro Oscar e o Globo de Ouro com este trabalho -, agora será uma peça de teatro. É a primeira vez que Perfume de Mulher vai ser encenado nos palcos. O ator, produtor, roteirista e diretor Silvio Guindane comprou os direitos da obra, que terá direção de Walter Lima Jr. e elenco formado por Gabriela Duarte, Silvio Guindane, Eduardo Melo e Saulo Rodrigues. Com produção da Turbilhão de Ideias, a peça estreia no dia 3 de janeiro, no Teatro PetroRio das Artes, na Gávea, Rio de Janeiro.

A temporada carioca vai até 24 de fevereiro. Na sequência, “Perfume de Mulher” segue para turnê pelo país, de março a junho: São Paulo, Campinas, São José do Rio Preto, Porto Alegre, Vitória e Fortaleza. Em setembro, estreia em Portugal.

Mesclando paixão, sedução e emoção, o espetáculo conta a famosa história do tenente-coronel Fausto, que não vê mais sentido na vida desde que ficou cego e está se preparando para morrer. Mas, antes, ele resolve fazer uma viagem na companhia de seu cuidador Ciccio e acaba reencontrando Sara, o grande amor de sua vida, de quem covardemente desistiu depois do acidente que lhe tirou a visão. Fausto será interpretado por Guindane. Gabriela Duarte se prepara para viver a intensa Sara, que está há anos sem notícias de Fausto, enquanto Eduardo é o insistente Ciccio, jovem cuidador que se torna grande amigo do militar. Saulo Rodrigues completa o elenco no papel do Padre Fausto e da drag queen Marilyn Mazzoni. No espetáculo, a história se passa na Itália.

Até conhecer Ciccio, o melhor amigo do solitário Fausto é sua garrafa de uísque. Quando os dois se encontram, a vida de ambos dá uma reviravolta. Surge uma amizade surpreendente, que resiste às diferenças de idades e rotina. O que sobra em um, falta no outro. O espetáculo aborda a relação entre o oficial do exército, o jovem que é contratado para acompanhá-lo numa viagem e Sara, uma linda mulher que o protagonista ama profundamente, mas prefere manter-se afastado desde que ficou cego. No primeiro contato, o velho militar expulsa o estudante, mas o garoto não desiste e, aos poucos, desvenda as amarguras e escolhas de Fausto.


SERVIÇO
Teatro PetroRio das Artes – Shopping da Gávea
Temporada: 3/1 a 24/2 de 2019
Quinta a Sábado às 21h
Domingo às 20h
Duração: 90 minutos
Ingressos:
Quinta: R$ 80,00/ R$ 40,00 (meia)
Sexta a domingo: R$ 90,00 (inteira)/ R$ 45,00 (meia)
Ingressos populares: R$ 50,00 (inteira)/ R$ 25,00 (meia)
Classificação etária: 14 anos

Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estratégicos. Divulgação de Midia Online. (21)996769323 / whatsapp #agendaculturalrj
 agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com


  Instagram
_______



O musical
GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ
segue temporada no Teatro João Caetano
com apresentações
6af e sábado 19h e domingo 18h
até 24/02/2019.


O musical GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ mostra a história de um dos maiores compositores e intérpretes brasileiros, que nos deixou há 27 anos e tem como ponto de partida exatamente suas principais ferramentas de trabalho; a música e a palavra.
No palco, o ator Rogério Silvestre dá vida ao personagem central, o próprio Gonzaguinha, interpretando um texto poético que passeia por momentos marcantes da vida do cantor e compositor carioca; como a infância no Morro de São Carlos (RJ), os primeiros passos na carreira artística, os embates com a ditadura militar e a relação conflituosa com o pai, o rei do Baião, Gonzagão.

O espetáculo é uma versão poética da vida e obra do cantor e compositor Gonzaguinha e conta, além do ator Rogério Silvestre, os cantores Ana Martins, Andreia Pedroso, Bruna Moraes, Nina Jô, Paulo Francisco Tiso (‘Tutuca’) e Valdeir Valença (que se revezam semanalmente), e os experientes instrumentistas Rafael Toledo (Guitarra, violão e voz), Jorge Gomes (bateria), Omar Fontes (teclados), Dudu Dias (baixo), Charles Reis (sax e flauta) e Cacá Franklin (percussão).

O espetáculo apresenta 16 canções assinadas pelo próprio Gonzaguinha - “Explode Coração”, “Recado”, “Começaria Tudo Outra Vez”, “Moleque”, “Sangrando”, “O Que é o Que é?”, “Ponto de Interrogação”, “Eu Apenas Queria Que Você Soubesse”, “Com a Perna no Mundo”, “Grito de Alerta”, “De Volta ao Começo”, “Palavras”, “É”, “Diga Lá, Coração”, “Espere por Mim, Morena” e “Vamos a Luta” – que misturam xote, samba, baião e música romântica que foram gravadas pelos maiores nomes da nossa MPB, como Maria Bethânia, Simone, Joanna, Zizi Possi, Raimundo Fagner, Ângela Maria, Cauby Peixoto e o próprio Wagner Tiso que já participou algumas vezes do espetáculo, inclusive no dia da morte da cantora Angela Maria, no domingo, dia 30/09, homenageou a cantora, tocando ao teclado a canção “Começaria Tudo Outra Vez” que foi gravada por ele, com ela e seu maior parceiro musical, Cauby Peixoto, em 1991.



Com o intuito de preservar a memória desse ícone da MPB, o espetáculo apresenta passagens da vida do artista que iniciou sua trajetória na década de 60 em meio aos tropeços da ditadura militar e seguiu cantando seus amores e anseios pela vida.

Os temas que integram o musical também evidenciam como o compositor, numa constante busca, foi um dos poucos a falar com tanto domínio poético e olhar crítico sobre o morro, as questões sociais e o amor, recorrendo sempre a diferentes linguagens e ritmos, como o samba, o bolero e o baião.

Sua música - de refinada composição, mas sem perder de vista a rica cultura popular que lhe serviu de base - deu voz tanto às angústias de um país, durante os anos de chumbo sob a Ditadura Militar, quanto às paixões arrebatadoras que fazem o coração explodir.

Seus sambas, de inspiração contagiante, à exemplo de "O Que é, o Que é?", são um retrato fiel da alma brasileira.

Em 2017 Gonzaguinha foi tema do carnaval da Estácio de Sá, com o enredo "É! O Moleque Desceu o São Carlos, Pegou um Sonho e Partiu com a Estácio!" e no próximo Carnaval, a escola de samba Império Serrano escolheu como samba enredo para seu desfile no Grupo Especial em 2019, o sucesso de Gonzaguinha ‘O Que é, o Que é ?’. Será emocionante, cantar Gonzaguinha na passarela do Samba.

GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ.
Concepção do espetáculo: Dr Kleber Lincoln e Maestro Amaury Vieira.
Texto: Gildes Bezerra.

Com o ator Rogério Silvestre, os cantores Ana Martins, Andreia Pedroso, Bruna Moraes, Nina Jô, Paulo Francisco Tiso (‘Tutuca’) e Valdeir Valença (que se revezam semanalmente), e os experientes instrumentistas Rafael Toledo (Guitarra, violão e voz), Jorge Gomes (bateria), Omar Fontes (teclados), Dudu Dias (baixo), Charles Reis (sax e flauta) e Cacá Franklin (percussão).

Diretor Musical: Rafael Toledo.
Diretor Teatral: Breno Carvalho.
Produção, Assessoria de Imprensa e Marketing: João Luiz Azevedo
Realização: Boca Fechada Produções Artísticas e Rogério Silvestre Produções.
Teatro João Caetano
Praça Tiradentes – Centro - Tel. 21- 2332-9257).
De 04 de janeiro a 24 de fevereiro 2019
Sextas e Sábados 19h e Domingos 18h

Preço dos ingressos: R$ 40,00 / R$ 20,00 (meia para estudantes, jovens até 21 anos e acima de 60 anos e assinantes de O Globo)

Tempo de duração: 80 minutos
Limite: Livre
725 lugares

Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estratégicos. Divulgação de Midia Online. (21)996769323 / whatsapp #agendaculturalrj agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com


  Instagram


_________________________


Tebas Land - A história de um jovem parricida

O espetáculo retorna para sua 2° temporada com estreia dia 21 de janeiro no Teatro SESI, Centro
O Teatro Sesi apresenta, a partir de 21 de janeiro, a segunda temporada do espetáculo Tebas Land, do autor uruguaio Sergio Blanco, inédito no Brasil e premiado com o Award Off West Endem Londres. Inspirado no mito do Édipo e na vida de São Martinho de Tours, santo europeu do século IV, Tebas Land tem como tema central um parricídio. O espetáculo, porém, não foca na reconstrução do crime, mas nos encontros entre um jovem parricida e um dramaturgo interessado em escrever a história desse crime.


Dirigido por Victor Garcia Peralta, o espaço cênico de Tebas Land é simples e depurado: a quadra de basquete da prisão, onde acontece o encontro quase documental entre esses dois personagens, duas pessoas de mundos completamente distintos. Começa então uma peça dentro da peça, em que o jovem assassino e o ator que o interpreta são representados por Robson Torinni. O elenco também traz Otto Jr., no papel do dramaturgo. Com esse jogo de metalinguagem, a peça pode ser considerada uma tese sobre o fazer do teatro, em que o espetáculo surge de uma sedutora combinação entre razão e emoção dos personagens.





“O texto nos cativou pelos dois diferentes planos, razão e emoção, e pelo processo criativo imbuído neles, em que a dramaturgia é construída durante a ação da peça, oscilando, quase que paralelamente, entre a discussão do fato ocorrido e a construção do texto da peça que será baseada no crime”, conta Victor Garcia Peralta, diretor e Torinni, – ambos idealizadores do projeto.

Com sensibilidade e inteligência o autor uruguaio Sergio Blanco expõe temas de grande relevância: paternidade, falta de afeto, solidão, famílias disfuncionais e falência dos sistemas prisionais. “Tebas Land conta a história de um encontro entre três mundos muito diferentes. No argumento, a única sobrevivência da espécie humana está na consciência do outro: eu existo na medida em que há outro antes de mim e, portanto, devo isso a ele. Além disso, a peça, ao abordar o parricídio, refere-se a uma questão que muito nos toca: as ligações com os pais. Nem todos podemos ser pais, mas todos somos filhos e, portanto, todos temos a experiência da descendência. E finalmente, é um trabalho que conta a dinâmica do que é a engenharia da construção de uma peça, como o texto está sendo escrito”, conta Sergio Blanco autor da obra, que recebeu cinco indicações ao Prêmio Max, na Espanha.

O espetáculo revisita ainda textos que abordam o tema, como Os Irmãos Karamazov, de Dostoievski, Um Parricida, de Maupassant, e Dostoievski e o Parricídio, de Freud.

Link com trecho da peça: https://www.youtube.com/watch?v=9rLN0MdIcY4&t=24s

Ficha Técnica
Autor: Sergio Blanco
Tradutor: Esteban Campanela
Direção: Victor Garcia Peralta
Atores: Otto Jr. e Robson Torinni
Cenógrafo: José Baltazar
Iluminador: Maneco Quinderé
Direção de movimento: Cris Amadeo
Trilha sonora: Marcello H
Assessoria de imprensa: Flávia Tenório
Designer Gráfico: Alexandre Castro
Direção de produção: Sérgio Saboya e Silvio Batistela
Fotografia - Jr. Marins
Operador de luz: Rodrigo Lopes
Produção: Galharufa Produções Culturais
Equipe de Produção: Alex Nunes e Ártemis.
Produção Executiva - Lis Maia.
Realização: REG'S Produções Artísticas
Idealização: Robson Torinni e Victor Garcia Peralta


Serviço
Espetáculo “Tebas Land”
Texto: Sérgio Blanco
Tradução: Esteban Campanela
Direção: Victor Garcia Peralta
Elenco: Otto Jr e Robson Torinni
Teatro Firjan SESI – Av. Graça Aranha, 1 – Centro, Rio de Janeiro, RJ
De 21/01 a 26/02– Segunda e Terças, às 19h
Classificação Etária: 16 anos
Duração 1h40
Valores dos ingressos : R$30 inteira / R$15 meia


Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estratégicos. Divulgação de Midia Online. (21)996769323 / whatsapp #agendaculturalrj agendaculturalriodejaneiro.blogspot.comInstagram
_____




Rapsódia - o Musical estreia no Teatro Serrador em Janeiro

O espetáculo “Rapsódia – O Musical” estreia temporada no Teatro Serrador (RJ). Com uma pegada que promete agradar aos fãs de Rocky Horror ou Sweeney Todd, o revival de Rapsódia – O Musical estreia no dia 10 de janeiro e fica até 16 de fevereiro com sessões às quintas, sextas e sábados às 19h30.

Apresentado pela primeira vez em 2013, o espetáculo, da Cerejeira Produções, volta aos palcos repaginado. Com novas canções e direção, ele ganhou um ar mais contemporâneo.

- Pode se dizer que quem assistiu o Rapsódia no passado vai viver uma nova experiência, bem mais sangrenta. No revival, haverá muito sangue no palco, mas não é para se enganar, o musical conta com muito humor e músicas divertidas – diz Mau Alves, que assina o texto e direção.

Rapsódia traz uma história que é contada por Pátrio (Hugo Kerth), um jovem sonhador que viaja para a cidade de Rapsódia a convite do seu primo mais velho Jeremias (Mau Alves), que é dono de uma fábrica de sabonetes. Lá ele conhece Rubi (Joana Mendes), Coné (Gustavo Klein) e Catarina (Julia Morganti), funcionários bem excêntricos do seu primo. Ao longo da história, Pátrio descobre um porão abandonado que esconde um segredo bem macabro.

No elenco ainda estão Anna Claudiah Vidal, Camila Matoso, a drag Velma Real, Isabela Quadros, Malu Cordioli, Clara da Costa, César Viggiani, Robson Lima e Vitor Lima.

SERVIÇO:
Rapsódia – O Musical
Teatro Serrador

R. Sen. Dantas, 13 - Centro, Rio de Janeiro - RJ

Tel: (21) 2220-5033
Temporada: 10 de Janeiro à 16 de fevereiro
Quintas, sextas e sábados às 19h30
Lotação: 276 lugares
Classificação etária: 16 anos
Duração: 80 minutos
Ingressos: 40 reais (inteira)
FICHA TÉCNICA:

Elenco: Mau Alves, Julia Morganti, Gustavo Klein, Hugo Kerth, Joana Mendes, Anna Claudiah Vidal, Camila Matoso, a drag Velma Real, Isabela Quadros, Malu Cordioli, Clara da Costa, César Viggiani, Robson Lima e Vitor Lima

Gênero: Musical
Texto e direção: Mau Alves
Direção Musical: Tony Lucchesi
Direção Coreográfica: Clara da Costa
Letras: Mau Alves e Sarah Benchimol
Direção Residente: Ana Varella
Iluminação: Rubia Vieira
Cenografia: Renato Marques
Designer de Som: Rodrigo Oliveira - 220 Decibéis
Figurino: Carmen Costa
Assistente de Direção: Andressa Tristão
Assessoria de imprensa: MercadoCom - Ribamar Filho
Realização: Cerejeira Produções

Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estratégicos. Divulgação de Midia Online. (21)996769323 / whatsapp #agendaculturalrj agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com

Instagram
_________________________________


Agenda Cultural RJ
Divulgação de Eventos Culturais

•Prestamos serviços de colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estratégicos. 

•Divulgação de mídia Online. 

Roteiro de Divulgação estrategicamente elaborado para atingir seu público-alvo. ( livrarias, Cafés, centros culturais, universidades, restaurantes, teatros, escolas de música, dança, cinema, teatro...)

Temos uma equipe qualificada para divulgar seu evento, não só colar cartazes e distribuir filipetas. 

Relatório completo COM FOTOS, entregue durante o andamento da divulgação. 
_______________________________________

Divulgação em pontos fixos(Zona sul e Centro).

Colagem e Distribuição de Material:


FILIPETAS
CARTAZES
_________________________________________

Divulgação de Mídia Online:

•Blog Agenda Cultural RJ 
•Facebook – Página 
•Facebook – Grupos 
•Twitter, Google + e outros. 
•Overmundo, entre outros sites ligados a cultura e entretenimento. 

A mais de 10 anos anos divulgando Exposições, Teatro, Oficina, Palestras, Cursos, Shows e Lançamentos de Livros, por intermédio de produtoras com projetos aprovados pela Caixa Cultural , Centro Cultural do Banco do Brasil, Centro Cultural da Justiça Federal, Centro Cultural dos Correios, e Teatros da Zona Sul e Centro do RJ.

_______________________________________

Emitimos NF.

entre em contato, 

Gabriele Nery
Produtora Cultural
(21)996769323 / whatsapp
_____________________________
_____________________________

_____________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs