Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

24 de fev. de 2018

"A Terceira Margem do Rio: a de Dentro" A opção por adaptar para a cena a obra de João Guimarães Rosa deve–se à compreensão que se tem de que, redimensionando o regionalismo mineiro e exaltando a cultura popular




A encenação da montagem músico-teatral A Terceira Margem do Rio: a de Dentro,
adaptado, interpretado e dirigido por Renato TouzPin, com trilha sonora e sonoplastia dos músico-atores Mayombe Masai e Léo Dias, contando com a generosa consultoria literária de W. B. Lemos, tem, por intuito, cultivar a brasilidade em sua essência. Nesse sentido, utilizando o texto original, permeado por uma plural experimentação sonoro-corporal, este empreendimento cênico–literário busca destacar traços característicos da identidade do povo brasileiro, percebendo–o como um povo novo, no dizer de Darcy Ribeiro, ainda jovem, formado a partir de matrizes culturais diversas e arcaicas.

A opção por adaptar para a cena a obra de João Guimarães Rosa deve–se à compreensão que se tem de que, redimensionando o regionalismo mineiro e exaltando a cultura popular, através de linguagem única e modo de narrar singular, o sur–regionalista, ou suprarregionalista, como bem colocou o crítico Antonio Candido, recompôs, em narrativa ficcional, realidades locais, alcançando, no entanto, a transcendência da universalidade.

A Sinopse
Baseada na obra de João Guimarães Rosa, a montagem músico-teatral encena a estória de um homem que, desde criança, lamenta a estranha partida de seu pai. Os acontecimentos encenados são narrados em primeira pessoa pelo personagem, nessa adaptação daquele que é um dos mais famosos contos do autor. Aberta à múltiplas interpretações, a narrativa tem como temas maiores o questionamento, o cuidado com as relações, valores familiares, o amor, a loucura, a secura e a solidão à beira do rio.
DURAÇÃO : 60 MINUTOS | CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

A Nossa Estória

A Companhia Músico-Teatral Letras de Rosa foi criada, a partir do desejo de fazer teatro e da paixão pela obra do escritor João Guimarães Rosa, com o objetivo de realizar experimentações na interface dramaturgia–musicalidade, contida na célebre obra do autor, propondo uma teatralidade que dialogue com a grande literatura brasileira.

Acreditamos que o papel fundamental do teatro é o de apreender e expor a natureza dialógica do homem, ator/espectador, na elaboração de seu pensamento, sensações e ações. Sendo assim, também desenvolvemos nossos processos criativos por intermédio de propostas de diálogos e oficinas de teatro, música e literatura, criando ambiências favoráveis ao intercâmbio artístico–cultural a que somos parte.

Temos realizado nossas apresentações do espetáculo, destinadas a todo tipo de público, em praças, saraus, universidades, teatros e festivais, Brasil afora, tendo sido consagrado, algumas vezes, como melhor espetáculo, e recebido troféus como melhor ator, melhor trilha sonora, melhor sonoplastia e melhor cenário.

Recentemente, recebemos o Diploma Heloneida Studart de Cultura, concedido pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), por nosso envolvimento com a arte e pela difusão da cultura, além disso e para nossa alegria, fomos convidados para apresentações no Centro Cultural Brasil-
Angola (CCBA) e nos festivais CIT e FESTECA, em Angola, além de apresentações nos Centro Culturais de São Tomé e Príncipe, Moçambique, Cabo Verde e Guiné-Bissau, ambos em julho de 2018.

Foto: Leonardo Lima

Há um ano na estrada, consagrado, algumas vezes, como melhor espetáculo e recebido troféus de melhor ator, melhor trilha sonora, melhor sonoplastia e melhor cenário, o espetáculo "A Terceira Margem do Rio: a de Dentro" aporta sua canoa no charmoso Castelinho do Flamengo, em curta temporada, dias 24 e 25 de fevereiro, sábado, às 19h, e domingo, às 18h. - Baseada na obra de João Guimarães Rosa, a montagem músico-teatral encena a estória de um homem que, desde criança, lamenta a estranha partida de seu pai. Os acontecimentos encenados são narrados em primeira pessoa pelo personagem, nessa adaptação daquele que é um dos mais famosos contos do autor. Aberta à múltiplas interpretações, a narrativa tem como temas maiores o questionamento, o cuidado com as relações, valores familiares, o amor, a loucura, a secura e a solidão à beira do rio. ELENCO: Renato TouzPin, Mayombe Masai e Léo Dias DURAÇÃO : 60 MINUTOS | CLASSIFICAÇÃO: LIVRE - Estão todos convidados! Silenciem seus aparelhos sonoros e tenham todos um ótimo espetáculo!!

Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estratégicos. Divulgação de Midia Online. (21)996769323 / whatsapp #agendaculturalrj

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs