Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

11 de mar de 2014

Premiada criadora do cenário da dança brasileira, a coreógrafa Esther Weitzman apresenta-se em turnê de três meses pelas Lonas Culturais e Arenas Cariocas com os espetáculos “Tempo de Meio” e “Jogo de Damas”, cujo corpo de baile é composto por oito bailarinas e cinco bailarinos, no total. Ingressos GRÁTIS.

 Fotografia:Renato Mangolin.

A partir de 15 de março os espetáculos “O Tempo do Meio” e “Jogo de Damas”, que obtiveram excelentes críticas especializadas, farão turnê com duração de três meses pelas Lonas Culturais e Arenas Cariocas da Penha, Realengo, Maré, Pavuna, Pedra de Guaratiba, Santa Cruz, Campo Grande e Guadalupe, bairros do Rio de Janeiro.
Com o patrocínio do Programa de Fomento à Cultura Carioca da Secretaria Municipal de Cultura do Município do Rio de Janeiro, os espetáculos serão apresentados com ingressos GRÁTIS e após cada apresentação o público poderá participar de um bate-papo com os artistas. Em cada espaço será oferecida uma oficina de dança gratuita, ministrada pela coreógrafa Esther Weitzman.

Comemorando seus 15 anos de existência e de trabalho continuado na cidade do Rio de Janeiro, a companhia dirigida pela coreógrafa Esther Weitzman, professora da PUC-Rio, chancela a criação desta obras, de 2012 e 2013, seguindo o investimento de ladear os seus integrantes com intérpretes especialmente convidados. Cada nome, uma singularidade entendida como principio e fim do dançar – compromisso ético aprendido de sua mestra Angel Vianna cuja herança a coreógrafa exerce diariamente nos seus 25 anos de atividade como educadora do movimento.

Sinopse de “O Tempo de Meio”

O trabalho é uma nova abordagem na paixão da coreógrafa por um tema que tem sido recorrente em sua bem sucedida carreira: as implicações, desdobramentos e conflitos da relação humana com o Tempo. O Tempo do Meio é uma criação coletiva dos bailarinos da Cia. que, a partir de experiências distintas no meio da dança contemporânea, uniram-se em torno de um objetivo comum proposto pela coreógrafa Esther Weitzman: o questionamento abstrato e lúdico de imaginar onde se encontra o meio do Tempo. Esther se baseou na leitura de autores notórios por sua preocupação em compreender o paradoxo da experiência temporal como Proust, Fernando Pessoa, T. S. Elliot e Deleuze para criar o que ela chama de células de movimento, além de formações de círculos e mandalas, com o intuito de comunicar ao público esse profundo sentimento de transitoriedade: “No início do trabalho comecei apresentando aos bailarinos uma série de perguntas, frases soltas, letras de músicas, fragmentos de poemas e verbos que nos remetem as contradições entre o tempo real e o subjetivo. Em seguida, pedi que eles se concentrassem no sentimento gerado por esses elementos para criar as frases coreográficas.” Esther explica ainda que sua pesquisa coreográfica pensa o corpo do bailarino como instrumento de criação orgânica e espontânea: “Meu objetivo é que os bailarinos utilizem o corpo como agente de reflexão ativa. Estou sempre em busca de capturar a passagem do Tempo como experiência sensorial.” O Tempo do Meio contém inúmeras imagens e sensações de passagem do tempo. Uma das fontes de inspiração foram as montanhas de Saint Victoire pintadas por Paul Cézanne. Esther usa a palheta do pintor francês como base para o figurino, luz e cenografia.



 Fotografia:Renato Mangolin.



 Fotografia:Renato Mangolin.




Concepção, coreografia e direção: Esther Weitzman
Bailarinos: Alexandre Bhering, Marcelo Lopes, Mônnica Emilio, Peter Mark e Vandré Vitorino (stand-in Toni Herverton)
Desenho de Luz: José Geraldo Furtado | Cenografia: Leo Bungarten | Figurino: Ticiana Passos

Sinopse de “Jogo de Damas”

Em Jogo de Damas, torna-se especialmente significativo a medida do interesse de Weitzman em investir na experiência dançante como elemento constitutivo da fatura coreográfica. Experiência, no caso, diz do presente e do passado das bailarinas que compõem o elenco. A escolha pela convivência em cena de variadas faixas etárias é chave do sentido dançado do espetáculo. Se a coreografia é uma cena é porque a dança tornou-se jogo, a ponto de extrair expressividade da vivência do movimento. Traço que marca a poética de Weitzman pautada por consistente e longeva pesquisa desenvolvida no diálogo entre a dança e o silêncio, responsável pela criação de intensas paisagens físicas em suas obras. Por isso mesmo, mais uma vez 8 intérpretes (as damas a que se refere o nome da peça), agora todas mulheres, dentre elas Claudia Horta, Giselda Fernandes, Mariana Souza, Mônnica Emílio, Patricia Riess, Renata Maciel, Roberta Repetto e Thamiris Carvalho, são adequadamente chamadas de bailarinas-criadoras na ficha técnica do espetáculo e perfazem entre si o duplo sentido que dá nome à obra. Um jogo de oito damas elegantemente vestidas por Gerah Diaz e André Camacho, repetindo o sucesso da parceria da dupla com Weitzman em criações anteriores. Elegância se estende também ao trabalho do premiado José Geraldo Furtado, longevo colaborador da companhia, que veste a cena com o seu sofisticado Desenho de Luz. Jogo de Damas promete o lúdico e o poético ao público iniciado e não iniciado nos jogos da dança contemporânea, investindo no quanto as variadas intensidades afetivas geradas na atualidade do jogo atuam na corporeidade dançante a ponto de transforma-la continuamente no atrito da experiência. Possibilidade de atar o laço entre palco e plateia que, uma vez dentro da casa teatral, são também tornados partícipes entre si de um ato de jogar.

Concepção, coreografia e direção: Esther Weitzman
Bailarinas: Aline Valentim, Cláudia Horta, Giselda Fernandes, Gisele Alvim, Patricia Riess, Mônnica Emilio, Renata Maciel e Roberta Repetto
Desenho de Luz: José Geraldo Furtado | Figurino: Gerah Diaz e André Camacho | Vídeo Maker: Gustavo Gelmini

SERVIÇO

1- Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró
Parque Ary Barroso - Av. Brás de Pina s/nº, Penha Circular. Tel: 3486-7643
15 de março, sábado, às 20h “Jogo de Damas”
16 de março, domingo, às 19h “ O Tempo do Meio”
Oficina com Esther Weitzman: 16/03 às 16h
Ficha técnica: VIDE ACIMA AO FINAL DA SINOPSE DE CADA ESPETÁCULO.

2- Lona Cultural Municipal Gilberto Gil
Avenida Marechal Fontenelle 5.000, Realengo. Tels: 3462-0774 / 3333-2889
22 de março, sábado, às 18h “Jogo de Damas” e às 20h “O Tempo do Meio”
Oficina com Esther Weitzman 22/03 às 14h
Ficha técnica: VIDE ACIMA AO FINAL DA SINOPSE DE CADA ESPETÁCULO.

3- Lona Cultural Municipal Herbert Vianna
Rua Ivanildo Alves s/nº, Maré. Tel: 3105-6815
11 de abril, sexta, às 20h “Jogo de Damas”
12 de abril, sábado, às 19h “Tempo do Meio”
Oficina com Esther Weitzman 12/04 às 15h
Ficha técnica: VIDE ACIMA AO FINAL DA SINOPSE DE CADA ESPETÁCULO.

4- Arena Carioca Jovelina Pérola Negra
Praça Ênio s/nº, Pavuna. Tel: 2286-3889
03 de maio, sábado, às 19h “Jogo de Damas”
04 de maio, domingo, às 19h “Tempo do Meio”
Oficina com Esther Weitzman 03/05 às 16h
Ficha técnica: VIDE ACIMA AO FINAL DA SINOPSE DE CADA ESPETÁCULO.

5- Arena Carioca Abelardo Barbosa – Chacrinha
Rua Soldado Eliseu Hipólito s/nº, Pedra de Guaratiba. Tel: 3404-7980
17 de maio, sábado, às 19h “Jogo de Damas”
18 de maio, domingo, às 19h “Tempo do Meio”
Oficina com Esther Weitzman 18/05 às 15h
Ficha técnica: VIDE ACIMA AO FINAL DA SINOPSE DE CADA ESPETÁCULO.

6- Lona Cultural Municipal Terra
Rua Marcos de Macedo s/nº, Praça Edson Guimarães, Guadalupe. Tels: 3287-0921
23 de maio, sexta às 20h “Jogo de Damas”
30 de maio, sexta às 20h “Tempo do Meio”
Oficina com Esther Weitzman às 16h
Ficha técnica: VIDE ACIMA AO FINAL DA SINOPSE DE CADA ESPETÁCULO.


7- Lona Cultural Municipal Sandra de Sá
Praça do Lote 219, Santa Cruz. Tel: 3395-1630 / 3365-6039
31 de maio, sábado, às ??? “Jogo de Damas”
01 de junho, domingo, às ??? “Tempo do Meio”
Oficina com Esther Weitzman às ???
Ficha técnica: VIDE ACIMA AO FINAL DA SINOPSE DE CADA ESPETÁCULO.

8- Lona Cultural Municipal Elza Osborne
Estrada Rio do A, 220, Campo Grande. Tel: 3406-8434
07 de junho, sábado, às 19:30h “Jogo de Damas”
08 de junho, domingo, às 19:30h “Tempo do Meio”
Oficina com Esther Weitzman às 15h
Ficha técnica: VIDE ACIMA AO FINAL DA SINOPSE DE CADA ESPETÁCULO.


ATENDIMENTO À IMPRENSA

assessor de imprensa Ney Motta
contemporânea comunicação ltda
tels. (21) 98718-1965 e 2539-2873
contato@neymotta.com.br

Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes - Distribuição de Filipetas - Divulgação de Mídia Online - Gabriele Nery (21)99676-9323 / 99673-4350

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs