Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

5 de out. de 2017

7º FESTU - Festival de Teatro Universitário De 30 de agosto a 7 de outubro, com entrada franca e ingressos a preços populares, a 7ª edição do festival acontece em três espaços do Rio: CAIXA Cultural, Teatro Cesgranrio e Teatro SESI

A Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Cultura e a CESGRANRIO
apresentam

7º FESTU - Festival de Teatro Universitário 

De 30 de agosto a 7 de outubro, com entrada franca e ingressos a preços populares, a 7ª edição do festival acontece em três espaços do Rio: CAIXA Cultural, Teatro Cesgranrio e Teatro SESI 

A programação da 7ª edição do FESTU - Festival de Teatro Universitário é uma maratona teatral com montagens criadas por jovens da cena universitária brasileira. De esquetes a espetáculos, passando por gêneros como drama, musical, teatro-dança e palhaçaria, o evento promove uma intensa troca entre as escolas de artes cênicas e revela novos talentos. Criado em 2010 pelo produtor Miguel Colker e pelo diretor e ator Felipe Cabral, o FESTU ampliou a sua programação e realiza, pela primeira vez, a Mostra Destaques 6° FESTU, que marca a abertura do festival no dia 30 de agosto, na CAIXA Cultural Rio de Janeiro.

Durante a Mostra Destaques 6° FESTU, o público tem oportunidade de conferir um recorte do ano passado, com oito peças curtas criadas por jovens estudantes de artes cênicas de universidades do Rio de Janeiro (Unirio, Martins Pena, PUC e Universidade Candido Mendes), da Bahia (Universidade Federal da Bahia) e do Distrito Federal (Universidade de Brasília). As produções fazem parte da seleção de 27 esquetes que participaram da mostra competitiva no ano passado.

Dos seis esquetes do Rio, quatro foram premiados no FESTU 2016: “2 Homens e 1 Dinheiro” (melhor ator para Cassio Duque), “Do Fim Para Frente” (melhor iluminação para Gabriel Prieto, trilha original para Rodrigo Trindade e melhor figurino para Dora de Assis), “País das Maravilhas” (direção de Movimento para Cia. Os Brincantes), “Procura-se Profundidade” (melhor cenografia para Cia. Pá). A Mostra também apresenta os esquetes cariocas “Do Lar ou Star” e “Saudades-Branca”. A peça “Combatente Maria” é uma criação de jovens atores da Bahia. Já de Brasília, o evento traz “Stanisloves-me”, que recebeu o prêmio de melhor atriz para Bruna Martini.

“É um festival que incentiva a pesquisa e valoriza muito o jovem. Queremos promover muitos encontros, trazer cada vez mais cenas de fora do Rio para o evento. Essa troca enriquece muito a cena. É teatro feito por jovens e para jovens”, diz Felipe Cabral, diretor e curador artístico. “O FESTU é um evento de experimentação, diversidade de olhares e ponto de encontro de universitários de diversos estados que formarão o futuro do teatro brasileiro, como atores, diretores, iluminadores, figurinistas, cenógrafos e demais profissionais do meio”, acredita o diretor Miguel Colker.

Depois da CAIXA Cultural, o FESTU segue com a programação da Mostra de Espetáculos, que terá uma versão ampliada no Teatro Cesgranrio. Entre 9 de setembro e 1º de outubro, durante quatro semanas, o evento apresenta 13 espetáculos selecionados de universidades do Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. “Tentamos traçar um panorama de estilos na segunda edição da Mostra. Teremos espetáculos de teatro-dança, musicais e palhaço”, explica Felipe.

Premiada no FESTU 2016 em três categorias (Melhor Esquete, Direção e Texto Original), a peça mineira “Chão de Pequenos” abre a mostra no dia 9. Idealizada pela Companhia Negra de Teatro, os atores Felipe Soares e Ramon Brant narram a vida de dois jovens abandonados pela família. De Minas Gerais, também foram selecionados os espetáculos “19:45!”, da Miúda Cia; e “Litoral”, ambos da CEFART.

As produções cariocas escolhidas são dos cursos de artes cênicas da CAL, Martins Penna, Unirio, UCAM e UFRJ: “A Casa dos Felizes”, “Crianças de Terezin”, “E Agora, Aonde Vamos?”, “Eu (quase) Morri Afogada Várias Vezes” (Coletivo “As Mina”), “Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812”, “O Último que Sair Apague a Luz”, “Um Bonde Chamado Bocejo” e “Vida de Galileu”. Vencedora do prêmio de melhor atriz no FESTU do ano passado, Bruna Martini, da Universidade de Brasília, volta ao festival com “Stanisloves-me” em duas versões – esquete e espetáculo.

A Mostra de Espetáculos também traz a peça “Parte de Nós”, do projeto social Entre Lugares, formado por atores moradores do Complexo da Maré, que este ano marca a estreia do “Cidade Unida” – uma ação de aproximação social criada pelo FESTU em parceria com projetos de artes cênicas da periferia do Rio de Janeiro: Escola do Teatro da Laje, do professor Verissimo Da Laje Junior; e REC, da professora Natalia Di Vaio. Com o intuito de potencializar o intercâmbio entre jovens de diferentes Zonas da cidade, o Cidade Unida realizou workshops com ex-participantes do FESTU, promovendo a troca de experiências de forma prática, numa via de mão-dupla.

Na última etapa do FESTU, a concorrida Mostra Competitiva Nacional chega ao Teatro SESI no dia 4 de outubro. Esse ano, foram 152 inscritos de 07 estados. Depois do processo de seleção, com apresentações ao vivo, foram escolhidos 27 esquetes. Com entrada franca, o público pode acompanhar todas as apresentações e votar no melhor. As produções concorrem em dez categorias: Melhor Esquete, Melhor Ator, Melhor Atriz, Esquete pelo Júri popular, Melhor Direção, Melhor Direção de Movimento, Texto Original, Melhor Iluminação, Melhor Cenografia e Melhor Figurino. O grande vencedor recebe um patrocínio de R$ 40 mil para montar um espetáculo que já tem sua participação garantida no Festival de Curitiba em 2018.


DE 9/9 A 1/10 – MOSTRA DE ESPETÁCULOS  

“Chão de Pequenos” | Centro de Formação Artística e Tecnológica da Fundação Clóvis Salgado - Palácio das Artes (MG)

“Eu (quase) Morri Afogada Várias Vezes” | Coletivo “As Mina” | CAL, Unirio, Martins Penna (RJ)

“Um Bonde Chamado Bocejo” | Unirio (RJ)

“Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812” | CAL (RJ)

“Parte de Nós” | Projeto Entre Lugares (RJ)

“O Último que Sair Apague a Luz” | UCAM (RJ)

 “Crianças de Terezin” | Martins Penna (RJ)

 “Vida de Galileu” | UFRJ (RJ)

 “A Casa dos Felizes” | Martins Penna (RJ)

 “E Agora, Aonde Vamos?” | CAL (RJ)

 “19:45!” | Miúda Cia | CEFART (MG)

“Litoral” | CEFART (MG)

“Stanisloves-me” | Universidade de Brasília (DF)


SAIBA MAIS 

SERVIÇO FESTU 2017 

De 4 a 7/10 – Mostra Nacional Competitiva  
Local: Teatro SESI.
Endereço: Rua Graça Aranha, 1 – Centro.
Informações: (21) 2563-4164.
Horário: das 19h às 21h30.
Duração: 2h30min.
Entrada franca.
Lotação: 250 lugares.
Bilheteria: De terça a sábado, das 12h às 20h.
Classificação: Livre.

Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs