Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

9 de jun de 2017

“Conexões Tropicais - Um tributo a Alair Gomes” - A exposição, busca explorar o papel do corpo homoerótico masculino na arte

“Conexões Tropicais - Um tributo a Alair Gomes” 

Alair Gomes tinha os seus 45 anos quando, da janela da Rua Prudente de Morais, em Ipanema, começou a capturar, através das lentes de sua câmera, o erotismo dos rapazes que transitavam pelo calor da praia na Zona Sul carioca. E tinha chegado à casa dos 70 quando, nos anos 90, quando fora assassinado por um de seus modelos, deixando um legado que o consolidou como maior expoente da arte homoerótica masculina no Brasil. 

Em 2017, 25 anos após sua morte, quando a era dos nudes atinge seu ápice, o artista, fotógrafo, crítico teatral e engenheiro ganha homenagem através da exposição “Conexões Tropicais - Um tributo a Alair Gomes”, que estreia no dia 18 de julho, no Colégio Brasileiro de Altos Estudos, no Flamengo. A exposição fica aberta à visitação de segunda a sexta-feira, de 9h às 21h, até 28 de julho.

A exposição, que busca explorar o papel do corpo homoerótico masculino na arte, para isso, conta com obras inéditas de Alair Gomes e de artistas brasileiros e latino-americanos que dedicam seus estudos para o corpo do homem dos trópicos em seus múltiplos aspectos. Além das fotografias já reconhecidas internacionalmente, a homenagem a Alair tem, ainda conta com imagens inéditas, em cores, nunca antes digitalizadas e cedidas pela Biblioteca Nacional. 



Nos mais de 500m² da antiga Casa do Estudante Universitário da UFRJ - hoje Colégio Brasileiro de Altos Estudos – inaugurado na Exposição Universal de 1922, alternando entre espaços abertos e fechados, as salas temáticas da mostra vão desde os trabalhos inéditos até um aspecto mais político, que trata da morte de LGBTTQIs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Queers e Intersexuais) nos últimos anos. A ideia é trazer uma exposição que fale não apenas sobre o homoerótico masculino, mas levar o espectador a refletir sobre o que está vendo. 


Serviço: de 18 a 28 de Julho, das 9h às 21h, no Colégio Brasileiro de Altos Estudos (Antiga Casa do Estudante da UFRJ, ao lado do Instituto Fernandes Figueira) 
Avenida Rui Barbosa 762, Flamengo, Rio de Janeiro. 






Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj Instagram

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs