Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

28 de jun de 2017

PROGRAMAÇÃO SHOWS/FESTAS - TEATRO RIVAL PETROBRAS E RIVALZINHO :: JUNHO/JULHO 2017.


PROGRAMAÇÃO SHOWS/FESTAS - TEATRO RIVAL PETROBRAS E RIVALZINHO :: JUNHO/JULHO 2017



29/06 (quinta-feira) Banca do Blues com Big Gilson - Lançamento de ‘XXX': Parece que foi ontem. Mas não foi. O guitarrista e compositor Big Gilson um dos precursores do blues no Brasil, completa trinta anos de carreira com energia, vitalidade e uma paixão de fazer inveja a muito band-leader adolescente por aí. E não se trata somente de predicados recondicionados ou artifícios meramente comerciais. O Big evoluiu e amadureceu junto com sua arte e na companhia de importantes parceiros, artistas, produtores e técnicos que ajudaram a levar o bluesman a se transformar em um novo, repaginado e contagiante showman! Um dos precursores do blues no Brasil e fundador da lendária Big Allanbik em 1991, uma das pioneiras bandas de blues brasileiras; inúmeros shows por todo o Brasil e mundo afora (dividindo palco na com artistas do quilate de Steve Winwood (Brazilian tour), Johnny Rivers (70.000 pessoas), Johnny Winter, Canned Heat, Mick Taylor (Rolling Stones), Magic Slim, e duas vezes o mestre B.B. King entre outros); muitas participações em CDs e DVDs de outros artistas e tendo lançado 12 CDs solo após os quatro do Big Allanbik, além de CDs lançados nos EUA e Europa, vem agora celebrar os 30 anos de carreira com este novo trabalho totalmente autoral. Depois do sucesso do álbum "Aqui pra Você" indicado em duas categorias ao Grammy Latino, “XXX” é o seu 13º CD solo e Nesse trabalho o Big transita desde o blues rural acústico, passando por Chicago até o Classic Rock com a desenvoltura de quem bebeu muito nessas fontes com o auxílio luxuoso de grandes nomes do blues, rock e jazz. Desde o começo de carreira sempre houve uma preocupação em ser original num estilo tão antigo e explorado. Isso foi o fator decisivo em alavancar sua carreira no exterior, e é levado às últimas consequências com 11 faixas autorais, na contramão do que acontece por aqui. Conceitual ao extremo, XXX fala de indignação e reação em “Hey Você”, de amor e insubordinação em “Nada a Declarar” e faz referência à imbecilidade humana e às formas com que o Poder se utiliza dela para manipular as massas em “Xamã do Raul”. Big Gilson ainda flerta com o romantismo clássico na balada “Canto”, com a inquietude do corpo em “Desejos e Ilusão” e exercita sua fidelidade ao estilo que o consagrou em “Blues, Blues, Blues” e “Um Brinde”. Todas recheadas com marcantes riffs de guitarra, e solos melodiosos gravados de forma espontânea e com os timbres fabulosos que sempre foram a sua característica. Produzido por Bacalhau Baca (ex Planet Hemp e Autoramas). Participações especiais dos amigos, Beto Saroldi (Gilberto Gil e Erasmo Carlos), Jefferson Gonçalves, e Gil Eduardo (filho de Erasmo Carlos e um dos fundadores do Blues Etílicos) entre outros. Show de abertura: LEÃO LEIBOVICH apresentando versões em português para clássicos da música internacional como ‘Layla’ (Eric Clapton), ‘Like a Rolling Stone’ (Bob Dylan), ‘Back To Black (Amy Winehouse), entre outras. Horário: 20h. Preços: Primeiro Lote (200 ingressos) R$ 60/30 e Segundo lote R$ 80/40. No Rivalzinho, DJ Supercarioca (19h).



30/06 (sexta-feira) Banda Black Rio “40 Anos”: Comemorando 40 anos de estrada, a banda carioca Black Rio - considerada um marco na qualidade sonora dos últimos tempos - apresenta seu show com muito suingue e energia, trazendo um panorama da evolução do cenário samba-funk e soul brasileiro. Músicas da primeira fase do grupo como “Mr Funky Samba” e “Maria Fumaça”, se aliam a composições mais recentes, entre elas “Nova Guanabara” e “Carrossel”, em um clima que envolve o público. O repertório conta também com canções de artistas como Jorge Ben Jor, Ed Motta, Tim Maia e Djavan, entre outros. No palco, William Magalhães (teclados) estará acompanhado por Jadiel Oliveira de Araújo (vocal), Andre Vasconcelos (baixo), Marco Lopes de Vasconcellos (guitarra), Edmon (vocal), Daniel Conceição (bateria), Rodrigo Sampaio Reveles (sax), Gesiel do Nascimento Francisco (trompete) e Sérgio Luiz de Jesus (trombone). Horário: 20h. Preços: R$ 60/30 (pista - 1o. lote) e R$ 80/40 (pista - 2o. lote). No Rivalzinho, DJ Tito Figueiredo (19h).



01/07 (sábado) Elymar Santos: Há exatos 30 anos, o “cantor de churrascaria” empenhava seus poucos bens materiais — um apartamento e um carro — e toda a sua energia no que seria o ato mais revolucionário de sua vida: alugar o Canecão, então a mais famosa casa de shows do Brasil, para um espetáculo memorável. Conhecido por suas aparições no “Cassino do Chacrinha”, Elymar havia arrebatado um público fiel nos bares em que se apresentava. Para esses fãs, vende os dois mil lugares do Canecão. Mas aquela terça-feira (12 de novembro de 1985) foi de casa lotada e ingressos esgotados. Em meio a uma temporada de Maria Bethânia, o artista do povo triunfou, e a direção da casa pediu bis, abrindo espaço para novas apresentações de Elymar. Em 1976, Elymar já havia alugado o Teatro da Praia, em Copacabana, sem grande repercussão: “O máximo que consegui na mídia foram duas linhas falando mal”. O codinome “Popular” Elymar adotou depois de lançar um disco com canções de grandes nomes da música popular brasileira: “Nunca teve como meta ser popular, seu repertório no início era até elitizado”. Cantava Chico Buarque, Gonzaguinha, Caetano Veloso... Quando foi abraçado pelo povo de vez, passou a cantar o que eles queriam ouvir. No palco, o cantor interpreta vários personagens. “Ele sabe que nunca vai atingir a perfeição, mas sabe que pode se aproximar dela”. Sobre ser tachado de brega e cafona, Elymar é direto: “Sou chique pra caramba! Eu tenho noção do ridículo, sei quando estou bem. No palco, estou sempre muito elegante, bem cuidado. Sou um artista que representa bem a classe, chique à beça! Faço um trabalho popular de bom gosto”. Em 2016, os festejos continuaram. O cantor lançou seu bloco carnavalesco Elymar Pra Pular, com direito a trio elétrico visitando a Ilha do Governador e Madureira. Com a madrinha Ivete Sangalo, o cantor gravou a música inédita “Vou levantar poeira”. No seu aniversário em outubro de 2016, gravou seu DVD comemorativo de 30 anos de carreira com participação de vários artistas: Diogo Nogueira, Alcione, Dudu Nobre, Mumuzinho, Zeca Pagodinho, Leny Andrade, Fundo de Quintal, Neguinho da Beija Flor, Roberta Miranda, Padre Omar, Ivete Sangalo entre outros. Horário: 20h. Preços: R$ 80/40 (setor A), R$ 60/30 (setor B) e R$ 50/25 (lounge). 









03/07 (segunda-feira) Gisa Nogueira - lançamento CD ‘Do Jeito Que Vem’: A gloriosa volta de Gisa Nogueira ao disco, depois de mais de 30 anos, é motivo para muita celebração no mundo do samba. Filha de Neuza, cantora amadora, e de Joao Batista Nogueira, o “Mestre” do violão, como era chamado pelos batutas Pixinguinha e Donga, a cantora e compositora faz parte da alta nobreza do gênero. Ao lado de seu irmão João Nogueira e de outros nomes importantes do segmento, foi uma das fundadoras do Clube do Samba, em 1979, movimento que ajudou a revitalizar o gênero que estava desprestigiado naquela época. Cantora e compositora, num ambiente historicamente machista, onde as mulheres estavam relegadas as funções “pastoras” e cozinheiras, Gisa sempre pontilhou ao lado de outros ícones de saias, como Dona Ivone Lara e Lecy Brandão, que, nao por acaso, estão a seu lado na contracapa do CD ‘DO JEITO QUE VEM’, nome de seu esmerado trabalho, além de um repertório de primeira linha, que apresenta músicas suas ou em parceria com seu pai, Joao Batista Nogueira, Paulo Cesar Feital e Celso Lima, traz um primoroso encarte com todas as letras e partituras, um fato raro nesses tempos digitais. Músicos: Jorge Simas (violão 7 cordas), Tiago Machado (violão 6 cordas), Alceu Maia (cavaquinho), Afonso Machado (bandolim), Dirceu Leite (saxofone, clarinete, clarone e flauta), Sérgio Castanheira (trombone), Marcelo Pizzoti (percussão). Músicos convidados: Luciana Rabello (cavaquinho), Celso Lima (violão) e Wanderson Martins (cavaquinho). Participações especiais: Diogo Nogueira e Marina Iris. Horário: 20h. Preços: R$ 50/25.



05/07 (quarta-feira) "Controle Remoto” (Elenco: Karina Karão, Suzy Brasil, Samara Rios e Desiree). Direção: Luis Lobianco: Famosas drag queens cariocas se encontram no palco para garantir muito bom humor e uma programação de TV inusitada, jamais vista. Uma criança disputa o controle Remoto da TV com o tio mal humorado. Juntos eles assistem novela, telejornal e desenhos animados que jamais passarão nos canais tradicionais do seu televisor. Texto: Marcelo Souza. Horário: 20h. Preço: R$ 50/25 (2o. lote).

06/07 (quinta-feira) RUNAWAY Banda Cover Bon Jovi e Guns n Roses: Energia, performance, carisma e muito rock n´roll são os ingredientes encontrados em uma apresentação da Runaway, banda carioca que desfila os grandes clássicos de dois ícones do hard rock mundial: Bon Jovi e Guns n´ Roses. Em um único show, o grupo dispara dois sets com muita competência e fidelidade à sonoridade original, com um vocalista extremamente carismático e músicos de primeira linha. Há quatro anos, a Runaway encanta a noite de rock da Cidade Maravilhosa, tendo tocado em casas como Rock Experience, Leviano Bar, Saloon 79, Mofo Lapa, Lapa Café, além de eventos corporativos. Tais apresentações, inclusive, renderam-lhe prêmios - em 2014, foi a "Banda do Ano" eleita pelo júri do Rio Rock & Blues Club, no evento "Melhores do Ano", e, no ano seguinte, Thiago Coev e Felipe Vancini receberam os prêmios de "Melhor Vocalista" e "Melhor Guitarrista", respectivamente, pela mesma organização. Runaway é: Thiago Coev - voz, Felipe Vancini - guitarra e vocal, Darlon Pitta - baixo, Jobleh Nogueira - guitarra e vocal, Juan Carlos Andrade - bateria e vocal E Fabiano Lemos - teclado. Horário: 20h. Preço: R$ 50/25. No Rivalzinho, DJ Tio Pensamento (19h).


Serviço:

Teatro Rival Petrobras
Rua Álvaro Alvim, 33/37 - Centro/Cinelândia - Rio de Janeiro
(21) 2240-9796
Capacidade: 400 pessoas
Censura: 18 anos.

SAIBA MAIS
Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - agendaculturalrj@gmail.com

ACOMPANHE O NOSSO INSTAGRAM E CONCORRA A UM PAR DE INGRESSOS PARA CADA SHOW!

Instagram
@agendaculturalrj





 #agendaculturalrj

 

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs