Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

7 de jun de 2017

Dança inclusiva, arte e vida na cidade Cia. de Dança Lápis de Seda, que aposta em inclusão, se apresenta em frente ao Museu do Amanhã, no Rio, DIA 9/06 - Entrada Franca!






Dança inclusiva, arte e vida na cidade

Cia. de Dança Lápis de Seda, que aposta em inclusão,

se apresenta em frente ao Museu do Amanhã, no Rio


Corpo, diferença, política de inclusão, independência artística e construção identitária são palavras-chave para o trabalho realizado pela Companhia de Dança Lápis de Seda, de Florianópolis (SC). Ao optar por apresentações ao ar livre, amplia as ressonâncias do trabalho pois também discute a cidade, incorpora a tensão entre arte e vida, com representações que enfocam as relações existentes entre os espaços, os fluxos existenciais, as possibilidades de encontro e desencontro. Graças ao incentivo do Ministério da Cultura via Lei Rouanet e à chancela da empresa Cateno é viável a profissionalização de dez bailarinos que vivem e atuam na capital catarinense e a circulação nacional doConvite ao Olhar, o espetáculo ganha a monumentalidade da praça Mauá, em frente ao Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. A apresentação será no dia 9 de junho, às 11h30 e 17h30. Na capital carioca, a parceria se dá por meio da Rio Prefeitura.


Projeto idealizado em 2014 pelo Baobah Novas Formas de Inteligência, em parceria com a Áprika Cooperativa de Arte, é coordenado pela professora de dança e coreógrafa Ana Luiza Ciscato, o grupo atua numa perspectiva de valorização das diferenças individuais com a intenção de impactar positivamente no contexto da dança inclusiva brasileira e atenuar preconceitos contra pessoas consideradas deficientes. Formada por jovens e adultos na faixa etária de 20 a 50 anos, a companhia é composta por 60% considerados com deficiência intelectual e/ou motora e 40% sem deficiência.

Depois da estreia em Florianópolis e da apresentação no Rio, Convite ao Olharchega em São Paulo, na sala Paissandu da Galeria Olido, onde cumpre dois horários, no dia 11 de junho, às 16h e 19h. A agenda nacional da companhia ainda contempla Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).

Ana Luiza Ciscato, coordenadora da companhia, tem sólida experiência na condução de grupos de dança mistos que incluem pessoas com algum tipo de deficiência motora e/ou intelectual. Autora de um trabalho já reconhecido, trabalha com dança em Associações de Pais e Amigos de Excepcionais (Apaes).

“A intenção é evitar rotulações e conceitos limitadores, como a de uma companhia de dança de bailarinos deficientes. Lápis de Seda quer ser somente uma companhia de dança”, diz Ana Luiza. Com experiência e vastos serviços nesse campo de atuação, em 2011 ela atende ao convite da organização não governamental britânica Diverse City e do British Council para integrar o projeto Breathe, que posteriormente resulta em Battle for the Winds/Breathe,espetáculo de abertura dos Jogos Náuticos nas Olímpiadas de 2012, em Londres no qual entra Brasileiríssimo, coreografia concebida por Ana Luiza Ciscato para a turnê inglesa. Entre outras cidades e lugares, esteve no Live Site – palco ao ar livre criado para a abertura dos Jogos Náuticos, em Weymouth, na Inglaterra.

A Companhia de Dança Lápis de Seda está vinculada à Arte Movimenta, realizadora do projeto patrocinado pelo Ministério da Cultura e Cateno, através da Lei Rouanet. Instituição do terceiro setor, ela foca no desenvolvimento humano, está comprometida com propostas coletivas de cunho criativo e uma concepção de inteligência identificados com os princípios da economia criativa. Incentiva a arte desde 2005, sempre com temas comunitários e conteúdos capazes de provocar transformações socioculturais.

Sinopse

Convite ao Olhar, montagem de 2014, da Cia. de Dança Lápis de Seda, parte de elementos do cotidiano dos bailarinos e de como cada indivíduo reage a diferentes situações, passa pela valorização da singularidade humana. Na singularidade de cada um dos bailarinos está a potência da proposta. Pretende-se desconstruir conceitos engessados com relação à deficiência, mostrando todos, sem distinção, como pessoas tão somente com limitações e capacidades variadas. Leveza, bom-humor e fuga de ideias preconcebidas marcam o espetáculo.



Ficha técnica

Espetáculo Convite ao Olhar

Direção geral, coreógrafa: Ana Luiza Ciscato

Direção musical, compositor e arranjador: Luiz Gustavo Zago

Assistente de direção artístico-musical e intérprete: Cláudia Passos

Coordenação geral: Arte Movimenta

Produção executiva: Neiva Ortega

Bailarinos: Ana Flavia Piovezzana do Santos, Aroldo Gaspar, Deivid Velho, Fabiana Cristina Marques, Gabriel Figueira, João Paulo Marques, Maura Marques, Paulo Soares, Ramon Noro, Roberta Oliveira e Silvia Gevaerd (bailarina estagiária)

Técnico de som e luz: Juarez Mendonça Jr.

Figurino: Emmanuel Bohrer Júnior

Cenografia e projeto gráfico: Ramon Noro

Fotografia e vídeo: Cristiano Prim

Assessoria de imprensa: Néri Pedroso


Serviço Rio de Janeiro

Espetáculo Convite ao Olhar

O quê: Convite ao Olhar – Cia. de Dança Lápis de Seda

Quando: 9/06/2017, 11h30 e 17h30

Onde: Praça Mauá, em frente ao Museu do Amanhã

Quanto: Gratuito

Instituição apoiadora: Prefeitura do Rio de Janeiro

Realização: Arte Movimenta

Patrocínio: Ministério da Cultura e Cateno

Apoio institucional: Prefeitura do Rio de Janeiro, Associação dos Moradores do Sertão do Córrego Grande (Amosc), Garagem da Dança e Mercado Limeira

Saiba mais:http://www.lapisdeseda.com/

https://www.facebook.com/Cia-L%C3%A1pis-de-Seda-413477448794460/


Companhia de Dança Lápis de Seda é patrocinada pela Cateno.




Agenda Cultural RJ - Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - Produção e Promoções de Eventos Culturais agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj Instagram

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs