Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

26 de abr de 2015

1° Concerto da Série “Domingos no Jardim Botânico”- Homenagem ao Dia das Mães – Espaço Tom Jobim –Dia 10/05 as 11h. Entrada Franca!!!



O Projeto Estrada Cultural nasceu da crença de que a música é uma forte aliada na transformação social e cultural de crianças, adolescentes ou jovens.

Diversas pesquisas demonstram isso. Quem já não ouviu falar dos benefícios da música para acalmar as crianças? E o famoso ditado “quem canta, seus males espanta”? Quem já não chorou ouvindo uma bela canção que evoca boas ou más lembranças?

Fato é que a música fala diretamente ao coração, impedindo que barreiras pré-conceituais, estabelecidas no consciente ou subconsciente, impeçam-no de ser tocado por seu apelo e beleza.


Por isso investimos nesta crença. Essa, no nosso entender, é a forma mais rápida e simples de se mudar o mundo. E temos como opção preferencial as comunidades em alto risco social. E temos dedicado a elas nosso melhor.

Hoje estamos na Maré, na Penha, no Caju e em Xerém.


O Projeto Estrada Cultural diferencia-se dos demais projetos sociais por seu objetivo ousado: formar músicos.

Não queremos ser mais um projeto que pretende apenas ocupar o tempo dos pequeninos. Queremos dar a eles um motivo para sonhar, acreditar num futuro melhor.

Concebido após dois anos de preparação e estudos pela equipe da Associação Cultural Armando Prazeres, o Estrada Cultural utiliza a música como ferramenta de transformação social e, consequentemente, profissional.


Suas atividades se dão por:

aulas de iniciação e percepção musical
aulas de cidadania através da harmonia e da participação na música em conjunto
aulas práticas de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta doce, flauta transversa e oboé.
O monitoramento de frequência e desempenho é também um forte aliado na formação das crianças e jovens como verdadeiros cidadãos.


O trabalho abrange hoje 300 crianças, na faixa de 8 a 16 anos, todas moradoras de comunidades em risco social. O primeiro fruto de nosso trabalho é a ORQUESTRA MARÉ DO AMANHÃ, que já começa a preparar os jovens para o universo da música clássica profissional.

O projeto, porém, não para por aí. Queremos transformar o Rio de Janeiro e, quem sabe, o Brasil através da música.


Carlos Eduardo Prazeres, Fundador e Diretor Executivo
Fundador do Projeto Estrada Cultural e criador da Orquestra Maré do Amanhã, Carlos Eduardo Prazeres decidiu transformar a dor em caminho para transformação de vidas.
Filho do Maestro Armando Prazeres, sequestrado e assassinado em 1999, Carlos Eduardo escolheu a Maré para iniciar uma revolução transformadora com crianças e adolescentes das escolas públicas da região onde, supostamente, moraria o assassino de seu pai. O projeto vem revelando talentos e mudando vidas, sendo já referência de qualidade e seriedade.

Formado em Jornalismo pela PUC e em Letras pela UFRJ, Carlos Eduardo trabalhou por 16 anos na ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA, levando o grupo a tornar-se a melhor orquestra do Rio de Janeiro e a segunda melhor do país até sua saída, em fevereiro de 2008.

Desde a sua entrada, com ideias inovadoras, a orquestra não parou de crescer. Foi através dele que o conjunto iniciou uma parceria de sucesso com a MPB, numa exitosa gravação/turnê com a cantora Gal Costa, que originou o premiadíssimo “CD Acústico”, e com o cinema nacional – foram diversas trilhas gravadas pela orquestra, tais como “Carlota Joaquina”, “Bela Donna”, “Tainá”, “Aleijadinho”, “O Guarani”, entre outras.

Junto ao maestro Roberto Tibiriçá, criou os três mais importantes concursos de música da história recente do país: Concurso Armando Prazeres para jovens solistas, Concurso Eleazar de Carvalho para jovens regentes e Concurso Cláudio Santoro para jovens compositores, este último em parceria com a Academia Brasileira de Música.

Sob sua liderança, formou-se a mais talentosa equipe de produção do país. Enxuta com apenas 10 integrantes, a equipe de produção da OPES foi referência no I Encontro de Orquestras Sinfônicas, promovido pela OSESP em 2006.

Em ambas as ocasiões, Prazeres destacou-se, tendo, no encontro promovido pela OSESP, liderado os presentes para a criação da Liga das Orquestras Sinfônicas Brasileiras.







Agenda Cultural do Rio de Janeiro
Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. (21)99676-9323 (whats app) agendaculturalrj@gmail.com

 




Blog -

 http://agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com/

Curta a nossa Página no Facebook!

Grupo Agenda Cultural RJ https://www.facebook.com/groups/145524915582757/?ref=ts&fref=ts

INSTAGRAM AGENDA CULTURAL RJ

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs