Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

5 de out de 2015

Espetáculo “Sacco e Vanzetti” da Companhia Ensaio Aberto está em cartaz até dia 15 de novembro – Armazém da Utopia

Após sucesso de público, a Companhia Ensaio Aberto reestreia o espetáculo Sacco e Vanzetti, no Armazém Utopia. Primeira montagem brasileira do texto do autor argentino Maurício Kartun, a peça narra o célebre caso de Nicola Sacco e Bartolomeu Vanzetti, imigrantes italianos, acusados injustamente e mortos na cadeira elétrica em 1927, nos Estados Unidos.

Sob direção de Luiz Fernando Lobo e espaço cenográfico de J.C. Serroni, a encenação parte do célebre caso de Nicola Sacco e Bartolomeu Vanzetti, imigrantes italianos, acusados injustamente e mortos na cadeira elétrica em 1927, nos Estados Unidos.

A dramaturgia tem como ponto de partida o texto Sacco y Vanzetti de Mauricio Kartun e da farta documentação que existe sobre o “julgamento do século” que se converteu em símbolo de luta por justiça, igualdade e liberdade.

SERVIÇO:
Temporada: De 03 de outubro até 15 de novembro de 2015
Estreia: 03 de outubro de 2015, às 19h
Horário:  sextas 20h, sábados e domingos 19h
Local: Armazém da Utopia - Tel: 2253-8726 /2516-4857/98909-2402
Endereço: Av. Rodrigues Alves, Armazém 6 – Cais do Porto
Preço: R$ 40,00 (inteira) R$20,00 (meia) R$ 15,00 (antecipado)
Classificação: 12 anos
Duração: 95min
Capacidade: 200 lugares
Informações: publico@ensaioaberto.com – 22538726 / 25164893/ 98909-2402
Translado gratuito para o público uma hora antes da sessão: Rua 1º de março / ponto em frente à Candelária

Apoio: Agenda Cultural RJ 
Divulgamos espetáculos, shows, festivais, exposições e muito mais! 
Divulgação Cultural, Mídia Online, Distribuição de Filipetas e Colagem de Cartazes. 
(21)99676-9323 (WhatsApp) 
 agendaculturalrj@gmail.com 
 #agendaculturalrj



“Nos 7 anos que Sacco e Vanzetti permaneceram presos a classe operária brasileira esteve totalmente solidária realizando diversos atos em várias cidades. No Rio de Janeiro não foi diferente. Os portuários e os operários sempre estiveram à frente de mobilizações e não por acaso escolhemos Sacco e Vanzetti para ser nossa primeira criação na sede no Cais do Porto”, diz o diretor Luiz Fernando Lobo.

A montagem, que recebeu indicações aos Prêmios Shell (trilha original) e Questão de Crítica (Cenografia), conta com o patrocínio dos Correios e do Sesi Conselho Nacional.

A historia de Sacco e Vanzetti
Nicola Sacco, oriundo da Itália do Sul, e Bartolomeo Vanzetti, da região de Turim, emigraram para os Estados Unidos quando jovens, no início do século XX, separadamente. Tendo Boston como nova morada, Sacco passou a trabalhar numa fábrica de calçados, enquanto Vanzetti desempenhou várias ocupações, como, por exemplo, a venda de peixe. A dupla se conheceu ao frequentar círculos anarquistas ítalo-americanos. Em maio de 1920, detidos em um comício anarquista por estar de posse de panfletos e de algumas armas, foram acusados por assalto e assassinato de dois homens. Não havia qualquer prova contra eles, mas a Justiça montou um processo que acabou se transformando num ato político: um gesto exemplar para as “classes perigosas”. Nem mesmo a confissão de um detento que assumiu o crime serviu a impedir a condenação à morte dos anarquistas. A mobilização em favor da anulação da sentença não impediu que a 23 de agosto de 1927 a cadeira elétrica pusesse fim à vida da dupla.

Imagens do espetáculo: https://youtu.be/p7icX235j_I



Mais sobre a Companhia Ensaio Aberto
A Companhia Ensaio Aberto é a única do Rio dedicada exclusivamente a temas sociais e políticos. Com um teor político marcadamente épico, a Companhia busca dialogar diretamente com a obra do dramaturgo alemão Bertolt Brecht. O autor alemão é influência assumida e inspiração central para a companhia carioca. É possível vislumbrar sua história no projeto Armazém da Utopia com a qual a companhia ocupa o Armazém 6 do Cais do Porto do Rio desde 2010.  www.ensaioaberto.com

FICHA TÉCNICA:
Texto: Maurício Kartun
Direção: Luiz Fernando Lobo
Direção de Produção: Tuca Moraes
Elenco: Adriano Soares (Cesare Rossi), , Bruno Peixoto (Katzmann), Danielle Oliveira (Mary Splain), , Diego Diener (Stewart), Douglas Amaral (Bartolomeu Vanzetti), Gilberto Miranda (Nicola Sacco), João Rafael Schuler (Levangie), João Raphael Alves (Thompson), Luiz Fernando Lobo (Thayer), Luiza Moraes (Agnese), Rafael de Castro (Medeiros) , Taís Alves (Rosa Sacco), Tuca Moraes (Luigia Vanzetti), Victor Leal (Anarquista), Victor Santana ( anarquista), Virgínia Bravo (Anarquista).
Cenografia e espaço cênico: J.C. Serroni
Iluminação e direção técnica: César de Ramires
Figurinos: Beth Filipecki e Renaldo Machado
Música e Direção Musical: Luiz Felipe Radicetti
Diretor Assistente: João Batista
Assistente de Direção: Natália Balbino
Produção: Renata Stilben
Preparação Corporal: Tuca Moraes
Preparação Vocal (música): Aurora Dias
Programação Visual: Marcos Apóstolo e Marcos Becker
Assessoria de Imprensa: LEAD Comunicação
Realização: Instituto Ensaio Aberto

  Instagram

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs